Casa container: 90 fotos com projetos, fornecedores e preços

Casa container: 90 fotos com projetos, fornecedores e preços

Por Danielly Oliveira

Foto: Reprodução / Container Box

Foto: Reprodução / Container Box

A arquitetura é feita de tendências. Padrões são criados para depois serem burlados, estilos se alteram e se reinventam com o tempo, com a cultura de uma sociedade e o estilo de vida das pessoas que nela vivem.

Além disso, criatividade para adaptação nunca faltou. Com a evolução da arquitetura, surgiram soluções inovadoras para problemas cotidianos e até mesmo para aquilo que nunca foi considerado um problema.

A forma de pensar arquitetura sempre reuniu consciência ambiental e a capacidade de criar em cima de algo tão duro quanto uma construção e tão essencial quanto uma moradia. Um exemplo disso são as casas containers.

Construídas por meio de encaixes e soldas, as casas container são modelo de modernidade e impressionam com a sua capacidade de adaptação. Conheça mais sobre essa forma alternativa de casa, saiba tudo o que é preciso para montar a sua e se inspire com fotos de projetos incríveis.

6 projetos de casas container para inspirar

Confira projetos e descrições de casas que contam com o container em sua estrutura e inspire-se para sonhar e planejar a sua.

1. Casa container mista, de José Schreiber

Nesse projeto, o arquiteto José Miguel Schreiber busca tranquilidade, inovação e consciência sustentável. Reunindo dois containers marítimos posicionados perpendicularmente, forma o térreo, e mais um andar superior em alvenaria.

Apesar da área do projeto ser bastante grande (195 m²) e não parecer muito acessível, a sugestão de distribuição dos containers e a ideia de mesclar cômodos de estruturas diferentes (alvenaria e container) pode render um resultado final bastante interessante.

As cores ajudam a dar mais vida à casa e o piso liso e em tons neutros ajudam a dar aquela sensação de amplitude ao espaço.

2. Casa container para hóspedes, de Poteet Architects

A “casa de visitas” projetada por Poteet é um ótimo exemplo de ambiente integrado, inovador e bem planejado. Com apenas 30 m², o projeto inclui um banheiro, um lavatório, um quarto integrado com sala de estar e mais um deck integrado com o interior da sala.

O ambiente é todo pensando de forma sustentável, utilizando o recurso da reutilização. Além do container, o projeto interno conta com revestimento de compensado de bambu no teto e no piso, a sustentação da casa é feita por postes de telefone reciclados e o deck tem como um dos seus materiais constituintes garrafas pet.

A ideia de utilizar um container para criar uma espécie de edícula é bastante interessante para acomodar melhor suas visitas, pois assim os convidados terão privacidade sem invadir o espaço da casa principal. Assim, também é possível conferir mais personalidade e modernidade ao seu quintal.

3. Casa de férias portátil, por Atelier Workshop

Aqui vai uma ideia para os viajantes: uma casa container portátil. A casa é planejada de forma a proporcionar conforto, economia e praticidade aos seus moradores, conta com banheiro com chuveiro, sala de estar, cozinha e a possibilidade de criar quartos, salas ou um deck em espaço aberto.

A portabilidade deve-se ao fato da casa poder ser transportada para outros lugares, por meio de um caminhão ou um helicóptero. Ainda que isso não seja acessível para qualquer pessoa, a casa de férias portátil serve de inspiração para quem busca conforto em pouco espaço e acredita que sustentabilidade e estilo podem andar juntos.

4. Casa container para a família, de Christopher Robertson

Esse é um exemplo de casa feita com container mas que tem cara de casa tradicional. O projeto é do designer Christopher Robertson e abriga quatro containers (dois de 40 pés e dois de 20), contando com escritório, banheiro, quarto de casal, quarto infantil, além de uma cozinha ampla e integrada com a sala de estar, de TV, de jantar e a lavanderia. Também há uma casa de hóspedes em container, com banheiro e quarto, integrada com um deck e o jardim.

Robertson prova com esse projeto que os containers podem ser adaptados e alocados de forma a criar ambiente amplos e aptos para abrigar um grande número de pessoas. Além disso, novamente reforça a ideia de criar uma casa para visitas usando um container.

5. Casa container pequena, por HyBrid

A pequena e simpática casa container projetada pela HyBrid Architecture, empresa norte-americana de arquitetura, é constituída por apenas um container e abriga um banheiro, uma mini-cozinha e uma sala de estar que pode se transformar em um quarto para três e ainda tem espaço para uma cama adicional.

A inspiração aqui fica por conta da cor marcante do container e da distribuição inteligente dos cômodos, afinal a funcionalidade e a otimização dos espaços são fatores essenciais em ambientes pequenos.

6. Casa container empilhada, por Adam Kalkin

Essa casa é um exemplo de projeto feito com container aparente e mostra o quanto essa opção de manter as cores e impressões originais do container pode ser charmosa, além de econômica.

O projeto é assinado pelo arquiteto Adam Kalkin e traz uma casa estruturada em dois módulos de containers unidos por uma passagem e área de convivência central. Um dos módulos é constituído por 6 containers empilhados dois a dois, enquanto o seguinte conta com três containers no piso superior e uma base em alvenaria.

Um ponto bastante marcante do projeto de Kalkin são as janelas e portas amplas e em vidro. Essa combinação pode ser uma ótima alternativa para equilibrar o caráter industrial do container, além de trazer economia com a iluminação diurna e proporcionar maior ventilação ao ambiente.

O que considerar antes de investir em uma casa container

A possibilidade de construir uma casa sem dispor de um processo tradicional pode ser um tanto assustadora. Se você ficou interessado, mas ainda tem dúvidas sobre esse tipo de moradia, saiba tudo o que é preciso considerar para “construir” uma casa container a seguir:

Primeiro passo: estudo de conforto ambiental

Segundo o arquiteto Celso Costa, analisar o terreno é o primeiro passo, afinal é a partir dele que o projeto será pensado e elaborado. Dependendo das particularidades do terreno, o projeto pode ser alterado com a intenção de proporcionar maior conforto ambiental aos moradores. “O fator primordial desse tipo de projeto é o estudo de conforto ambiental que é realizado com base nos dados do terreno do cliente. Esse estudo, que somente o profissional arquiteto está habilitado a fazer, é determinante para a garantia do conforto térmico e acústico no interior das unidades”, explica.

Escolhendo o container

Existem diversos tipos de container e, apesar dos nomes complicados, eles se diferem em três fatores: altura, havendo o mais alto, HC (High Cube) e o Standard; comprimento, tendo a opção de 20 pés (aproximadamente 6m) ou 40 pés (aproximadamente 12m) e, em termos estruturais, há o container Dry (seco) e o Reefer (termicamente isolado). O arquiteto especialista no assunto detalha “para as construções são utilizados geralmente o Dry HC de 40 pés ou o Standard de 20 pés. Em projetos especiais, utiliza-se Reefer. Standart e HC são diferentes na altura, o HC (High Cube) é mais alto, portanto oferece um pé direito melhor para trabalharmos. O Dry carrega produtos ‘secos’; enquanto o do tipo Reefer, aqueles produtos que necessitam de refrigeração, sendo assim ele possui um isolamento térmico especial e isso faz diferença em alguns projetos”.

Quando questionado sobre como escolher um container de qualidade, o arquiteto afirma que é importante checar a procedência dos mesmos e verificar se estão livres de contaminação.

Custos

O valor do investimento varia bastante e depende da quantidade de containers que o projeto vai exigir, dos acabamentos que serão escolhidos e da distância do local em que os containers foram adquiridos até onde serão instalados. Estima-se que os custos desse tipo de construção podem ser até 20% menores em comparação com as casas de alvenaria, no entanto isso pode se alterar conforme as particularidades do projeto.

“O custo da execução da obra depende totalmente do arquitetônico que vamos desenvolver exclusivamente para o cliente, de acordo com as necessidades dele e também expectativas de investimento. O custo pode ser menor se comparado a uma obra convencional, mas vai depender do projeto desenvolvido e dos materiais de acabamentos que serão escolhidos pelo cliente”, esclarece Celso.

Tipos de projetos

Com relação aos tipos de projetos que podem ser feitos, isso também varia muito. Porém, basicamente, existem dois tipos: os produzidos integralmente de containers e os mistos, que reúnem partes de alvenaria e as estruturas de aço.

Alvenaria x Container: quais as vantagens e desvantagens?

Quando questionado sobre as vantagens e desvantagens da casa container, Costa defende a ideia, apontando que o prazo e a possibilidade de erros de execução é menor, além de não existir desperdício de material, ter um viés sustentável e o processo de construção ser mais simples.

“Para construir um pilar e uma parede numa casa de alvenaria são necessários: madeira (para fazer as formas), pregos, escoras, ferro, cimento, areia, muita água, tijolos, betoneira, luz elétrica para fazer funcionar a betoneira, carpinteiro, armador, mestre de obra (e uma ajuda de São Pedro para que não chova!). Na casa container, a estrutura (paredes, teto e piso) já está pronta, nós apenas vamos revesti-la”, compara o profissional.

Confira a seguir um comparativo entre a casa de alvenaria tradicional e a casa container e entenda as principais diferenças existentes entre elas:

Imagem: Tua Casa

Imagem: Tua Casa

Depois de conhecer mais detalhes sobre esse tipo alternativo de moradia é preciso procurar um distribuidor de containers e também alguém especializado para projetar a sua casa e deixar tudo nos conformes!

Onde comprar container ou fazer o projeto de casa container

Apesar da prática não ser muito comum no Brasil, existem diversas empresas especializadas na venda e distribuição de containers, bem como na elaboração de projetos para casa container. Confira a seguir algumas lojas brasileiras especializadas no assunto:

Dúvidas frequentes sobre o tema respondidas

O arquiteto Celso Costa Filho esclarece as principais questões sobre as casa containers e suas particularidades:

Qual a durabilidade do container?

Segundo Celso, um container pode durar por muito tempo, ou seja, isso não é motivo para se preocupar. “Após o descarte, estima-se em mais 90 anos. No entanto, com manutenção adequada esse tempo é indeterminado”, conta.

Não enferruja?

“Sim, pode enferrujar, tal como o portão de casa. Mas os containers são muito mais resistentes e nós observamos se há pontos de ferrugem antes da aquisição deles. Se enferrujar, existem produtos específicos para resolver esse problema”, tranquiliza o arquiteto.

Atrai mais raios?

“Não. As casas de container são aterradas. São totalmente seguras contra raios”, esclarece.

Como fica a segurança da casa?

De acordo com o especialista, os containers são seguros devido à grande resistência do material constituinte do mesmo, o aço. “A parede é muito resistente. Além da parede externa, há os materiais de isolamento que usamos no interior, e ainda a parede de gesso acartonado. Podem ser instaladas na casa, portas e janelas com grades para maior proteção”, diz.

Como é feita a ventilação dos containers?

O arquiteto especialista conta que os fatores ligados ao conforto referem-se e são definidos de acordo com o estudo de conforto ambiental, é ele o responsável por identificar possíveis problemas, trazer soluções para os mesmos e proporcionar aos moradores um ambiente agradável.

Quando o assunto é ventilação, na verdade, trata-se de algo maior, o conforto térmico. Sobre isso, Celso Costa explica: “combina-se uma série de fatores para garantir o conforto térmico no interior das unidades. Nós estudamos a carta de ventos da região, a intensidade solar, o tipo de terreno, dentre outros fatores… Esse estudo determina onde deverão ser feitas as aberturas de portas e janelas, a posição de instalação do container no terreno e até mesmo que tipo de container devemos usar na obra, se o Dry ou o Reefer. Em obras de container tudo é estratégico”.

Como são feitas as instalações elétricas e hídricas?

Com relação as instalações elétricas e hídricas da casa container, Celso afirma que essas são feitas de modo semelhante às realizadas em casas de alvenaria.

Como é a acústica do container?

A acústica do container sem revestimento não é muito boa em aspectos de conforto ambiental. No entanto, tal ponto pode ser completamente solucionado com a adição de revestimentos.
Após revestir as paredes, Celso afirma que a acústica da casa container pode ser até superior a das construções tradicionais. “É muito mais eficiente do que as casas de alvenaria, porque existe a parede externa, o tratamento térmico e acústico e ainda a parede interna em gesso acartonado”, pontua.

Os tamanhos dos cômodos são definidos de acordo com os tamanhos dos containers?

“Não, de forma alguma! Nós não ficamos presos a modulação dos containers, e podemos ter ambientes bastante amplos e pé direito alto, mesmo utilizando os containers. Eles podem ser agrupados, empilhados, colocados lado a lado com amplo espaço entre ele… Enfim, é um sistema construtivo muito eficiente”, elucida Celso.

Mais casas containers para se inspirar

Confira fotos incríveis de casas containers e inspire-se na hora de planejar e decorar a sua.

A casa container vem como uma alternativa para quem procura um lar estiloso, sustentável e moderno. Com as dicas e os esclarecimentos acima é só encontrar um especialista para lhe ajudar no processo e investir em projeto container para chamar de seu!

Tua Casa

TOPO