Coifa: 7 dúvidas respondidas por especialistas e 130 inspirações

Escrito por Mariana Keller

Foto: Reprodução /LamegoMancini Arquitetura

Quem gosta de cozinhar sabe o quanto é prazeroso preparar e criar pratos saborosos para os amigos e familiares. Porém, a gordura e a fumaça fazem com que muitas pessoas desistam de fazer um belo banquete em casa. Uma boa solução para evitar esse problema é ter uma coifa na cozinha.

Este aparelho suga a fumaça dos fogões e é responsável pelo tratamento dos gases e vapores resultantes do cozimento e frituras. É fundamental na hora de preparar os alimentos, pois evita que o cheiro de comida se espalhe pelos outros cômodos, principalmente nos casos de cozinha integrada. Além disso, ao renovar o ar do ambiente eliminando odores e fumaça, a coifa também colabora com a conservação de móveis e eletrodomésticos, já que previne a acumulação de gordura nas superfícies.

Atualmente, são diversas as opções de coifas disponíveis no mercado e elas são cada vez mais procuradas. Entretanto, é muito comum surgirem dúvidas sobre a sua instalação, já que alguns casos necessitam de obra. Mas não pense em desistir! Para acabar com todas as dúvidas ligadas à coifa, as arquitetas Adriana Bijarra e Daniele Cargnin explicam tudo para nós! Assim você vai saber tudo o que precisa na hora de instalar uma na sua cozinha.

1. Coifa X Depurador X Exaustor: como diferenciá-los?

A tabela acima faz um apanhado das vantagens e desvantagens da coifa, do depurador e do exaustor. Mas as arquitetas Adriana Bijarra e Daniele Cargnin explicam mais profundamente as especificações de cada tipo de aparelho:

Coifa: Segundo Daniele, “coifa é o nome dado à toda estrutura em forma de chapéu que serve para eliminar ar quente, fumaça ou vapores através de uma chaminé. Mas quando falamos da coifa eletrodoméstico, ela sempre vai possuir um sistema que puxe o ar mecanicamente. Por isso, não precisa necessariamente ter a forma de chapéu”, explica.

Portanto, a função da coifa é sugar o ar quente, retirar a fumaça e filtrar o cheiro e a gordura do ambiente, retendo-a em filtros substituíveis, sendo o ar filtrado expelido para o exterior. Como o ar quente é enviado para fora, o ambiente fica menos aquecido. Os filtros de alumínio no interior da coifa servem para condensar a gordura que evapora do ar. Esse mecanismo conta com calhas que reservam essa gordura condensada. Isso significa uma instalação bem mais complicada e um volume bem mais marcante na ambientação. Por conta disso, as coifas não costumam ser recomendadas para cozinhas ou apartamentos muito pequenos, onde a instalação do duto pode se tornar inviável. Adriana diz que a coifa por si só tem função de depurador e exaustor e tem maior potência: “além de ser moderna, ela é mais eficaz em retirar a gordura e o cheiro do ambiente e pode ser instalada em ilha ou na parede. Seu investimento pode chegar ao dobro do depurador”.

Depurador: Daniele explica que o depurador é o equipamento que aspira o ar, filtra e o devolve purificado ao ambiente. Durante esse processo, o ar passa por um filtro de carvão ativado. Sendo assim, seu mecanismo se assemelha ao da coifa. A principal diferença é que a coifa elimina o ar gorduroso através de um duto, e o depurador somente filtra o ar que absorve e o devolve para o ambiente. “Este sistema é o mais fácil de instalar, mas o filtro deve ser trocado periodicamente, dependendo da frequência de uso”, diz a arquiteta. Já Adriana lembra que, por não necessitar de chaminé, o depurador é indicado para cozinhas pequenas, mas só pode ser instalado na parede. “Nesse caso, o investimento é bem menor, porém sua potência/eficiência é inferior aos outros”, afirma.

Exaustor: É um equipamento mais antigo, sua função principal é expulsar o ar de dentro do ambiente onde se encontra. Ou seja, ele tira o ar quente da cozinha e o substitui pelo ar frio de fora da casa. É composto basicamente pela estrutura de captação do ar e um motor com hélice, “é uma espécie de ventilador que puxa o ar de dentro do ambiente e empurra para fora”, reforça Daniele. Por não possuir nenhum tipo de filtro, acaba acumulando todas as impurezas no aparelho. Exaustores não contam com sistemas para retirar a gordura do ambiente como as coifas e os depuradores. “Pode ser instalado em ilha ou parede, seu valor é menor que a coifa, porém deixa a desejar em sua potência e eficiência”, esclarece Adriana.

2. Quais são os tipos de coifa e como elas funcionam?

Como vimos anteriormente, a coifa é um dos eletrodomésticos responsáveis pela absorção de gases e vapores decorrentes do preparo dos alimentos. Sua função é manter não só a cozinha, mas também outras áreas da casa, livres de odores e gorduras. Entretanto, as coifas podem ter duas funções, que diferem no processo de tratamento do ar: “ela pode funcionar de duas maneiras: modo exaustor ou depurador. Em seu modo ‘exaustor’, o ar captado pela coifa é conduzido para fora da casa por meio de tubulação. Já em seu modo ‘depurador’, o ar é captado, filtrado e devolvido purificado ao ambiente”, explica Adriana.

As coifas pendentes, ou seja, as de modelo suspenso, são um exemplo de coifa no modo depurador, já que não usam tubulação. Já os modelos mais tradicionais como a piramidal e a plana são instaladas com tubulação e geralmente funcionam no modo exaustor. “A coifa como exaustor têm o ônus de necessitar de tubulação, mas o bônus de não precisar trocar o filtro. O filtro deve ser retirado para o ar passar com mais facilidade”, expõe Daniele.

No momento da escolha, cada caso deve ser avaliado individualmente. Fatores como espaço físico, disponibilidade para instalação de chaminé e preço devem sempre ser levados em conta. Porém, é sempre bom lembrar que as coifas que funcionam no modo exaustor são mais eficientes.

3. Qual é a altura e o tamanho ideal?

Aqui, é muito importante se atentar para uma questão: o tamanho correto da coifa depende da dimensão do fogão, e não do ambiente – como muitas vezes é pensado erroneamente. “O tamanho da coifa varia com o tamanho do seu fogão, a coifa deve ter a mesma largura para que não haja perda da eficiência da sucção”, orienta Adriana. Daniele complementa: “as coifas são dimensionadas conforme o número de bocas do fogão ou do cooktop que será utilizado. Geralmente as menores, com 60cm de largura, atendem fogões de 4 bocas, e as maiores, de 90cm, atendem fogões de até 6 bocas”.

A altura também deve ser devidamente respeitada para que a coifa funcione de forma eficiente. Daniele afirma que a altura ideal para a instalação indicada pelos fabricantes é entre 65 e 80cm acima da mesa do fogão. A arquiteta lembra também que é preciso prestar atenção na altura do cano extensor se o pé direito da cozinha for muito alto ou muito baixo. Ou seja, tudo depende da altura entre o piso e o teto do ambiente. Adriana também atenta para mais um fato importante: “caso a distância do manual de instruções seja diferente, sempre respeite a medida indicada”.

4. Como calcular a potência correta para cada cozinha?

Aqui vai uma fórmula: multiplique o volume da cozinha (comprimento x largura x altura) por dez para se ter uma ideia do poder de sucção mínimo que a coifa deve ter para tratar todo o ar.

Por exemplo, para uma cozinha de 6m de comprimento por 4m de largura com uma altura de 2,4m, a sucção necessária será calculada da seguinte forma: (6 x 4 x 2,4) x 10 = 576. Assim, qualquer coifa com uma potência de sucção igual ou superior a 576 metros cúbicos por hora garantirá que o tratamento de todo o ar desta cozinha seja feito no mínimo 10 vezes por hora.

A potência de sucção é a característica mais importante da coifa, pois é ela que garante o bom funcionamento do aparelho. Mas o que determina essa potência? O tamanho do ambiente e a intensidade e o tipo de uso. Se o uso do fogão é intenso e incluir o preparo constante de frituras ou se houver outros equipamentos de cocção na cozinha, como uma churrasqueira, por exemplo, deve-se considerar a utilização de uma coifa com uma potência maior. Outro fator a se pensar é que se a cozinha possuir muitas portas e janelas ou for do tipo americana, será necessário um maior poder de sucção para a limpeza de todo o ambiente.

Adriana explica: “é indispensável calcular a potência de sucção necessária, já que a potência da coifa é determinada pelo tamanho do ambiente em que será instalada. Para o cálculo, deve-se obter o tamanho da cozinha (medida em metros cúbicos) e multiplicá-lo por 10. O resultado do cálculo designará qual potência devemos obter para garantir o bom desempenho da coifa”. Além disso, Daniele reforça: “escolhendo uma coifa com esta capacidade de sucção ou maior, o ar deste ambiente será tratado pelo menos 10 vezes por hora. Os valores mais comuns variam entre 400 a 1000m³/h.” Em média, a vazão de 900 m³/h é o suficiente.

É bom lembrar também que nem sempre as coifas mais bonitas são as mais úteis, pois o formato da chaminé também determina a força de absorção do aparelho. As piramidais são mais eficientes do que as retangulares. Equipamentos com perfis mais baixos, como os de desenho retangular, podem até ser mais bonitos, mas acabam por necessitar de motores maiores, que podem ser muito barulhentos. Para não ter surpresas desagradáveis, procure testar a coifa antes da compra.

A instalação do duto também merece atenção. É mais eficaz traçar um caminho em linha reta direto para o exterior. Se existirem muitas curvas, a coifa perde potência, e passa a exigir um modelo mais forte, o que pode acabar sendo mais caro ou barulhento. Além disso, independente do modelo escolhido, feche as portas e janelas antes de iniciar uma fritura ou qualquer outro tipo de cozimento. A sucção da coifa fica mais eficiente sem a interferência de correntes de ar.

5. Como deve ser feita a instalação?

Foto: Reprodução /Adriana Bijarra Cuoco

A instalação da coifa depende do seu modelo e principalmente do seu funcionamento.“Se optar utilizar a coifa pela sua função exaustor, deve-se contratar um profissional para que possa fazer a instalação correta do duto de ar. Se seu uso for depurador não há a necessidade de contratar um profissional, basta realizar a instalação seguindo as instruções do manual. Além disso, é necessário que haja uma tomada centralizada em uma altura máxima de 2,3m do piso”, ensina Adriana.

Daniele diz que para usar a coifa no modo depurador, só é necessário um ponto de energia elétrica e uma superfície que suporte seu peso. No modo exaustor, que necessita da tubulação que leva o ar até o exterior, ela diz: “a maioria dos apartamentos atuais já têm essa espera para coifa pronta. Se não tiver a espera, precisará da ajuda de um profissional para saber se há a possibilidade de fazer a instalação”.

As instalações precisam ser realizadas por profissionais capacitados, pois requerem correta análise de onde e como o equipamento será encaixado. Quando o imóvel já conta com o sistema para coifa, o instalador precisa ser bastante preciso ao cortar o forro para fixação do suporte do duto vertical. Em alguns casos, quando a pessoa opta por disfarçar a coifa, é necessário rebaixar o teto com gesso para esconder o duto.

Você também precisará estudar bem onde será a sua saída. Alguns fabricantes oferecem a instalação do produto até a laje do teto da cozinha. Dali até a janela, a responsabilidade passa a ser do proprietário. Portanto, atente-se e peça um orçamento completo com todo o detalhamento do serviço.

Agora vamos aos diferentes modelos de coifa e as especificações de instalação de cada uma:

Coifas de parede: É a forma mais comum encontrada no mercado. Neste sistema, a coifa é instalada em uma parede da cozinha, sobre o fogão. Elas tendem a ser mais eficientes, porque o motor fica responsável por sugar apenas ‘três lados’. Além disso, sofrem menos influência de correntes de ar, que deslocam a fumaça produzida para fora dos limites de captação. Nesse caso, a parede onde o equipamento será instalado deve ser suficientemente resistente para poder suportar o peso da peça. Caso a coifa atue como exaustor, aconselha-se que os dutos sejam instalados preferencialmente na mesma parede. Outro cuidado é que ela deve estar a pelo menos 50mm de distância de paredes laterais ou armários.

Coifas de ilha: Neste sistema de instalação, a coifa é instalada no teto do ambiente. É muito utilizado em espaços mais amplos onde o fogão não é posicionado junto à bancada de parede, mas sim em ilhas, naquelas bancadas que ficam no meio da cozinha. Esse modelo é mais sujeito à correntes de ar e são mais visíveis. Muitas pessoas optam por usar esse modelo de coifa com vidro. Nesses casos, redobre a atenção com a capacidade de sucção. Além disso, por conta do peso, elas devem ser instaladas diretamente no teto e jamais no forro de gesso ou madeira.

Coifas suspensas: De longe, este tipo de coifa até lembra uma luminária pendente. Mas, apesar do design mais moderno, ela funciona do mesmo modo que os outros modelos e sua instalação não exige nenhuma particularidade especial. Essas coifas, geralmente, funcionam apenas no modo depurador.

Coifas de embutir: Nesse modelo, as coifas são colocadas de forma disfarçada no ambiente e muitas vezes nem aparecem. Normalmente, o equipamento é colocado entre móveis, como armários, prateleiras e nichos. Portanto, é preciso adequá-los para receber este tipo de coifa, deixando uma abertura para a saída de ar. Existe também a possibilidade de embutir no teto de gesso ou na bancada. No teto, para manter a eficiência de sucção, uma vez que as coifas de embutir estão a uma distância do fogão muito maior que o padrão, elas precisam de motorização especial, normalmente com o dobro da sucção de uma coifa padrão. Na bancada, são posicionadas atrás do fogão e são retráteis, ou seja, quando acionadas, sobem da linha da bancada para assumir uma altura de aproximadamente 30 cm, sugando o ar para baixo, onde se encontram o motor e os filtros de alumínio e carvão ativado. Este tipo de produto não utiliza dutos.

Coifas em ângulo: Esse sistema é o menos comum de instalação, e é utilizado quando o fogão é instalado no canto da cozinha.

6. Manutenção: quais os cuidados necessários?

Foto: Reprodução /Giovandra Ambientes

A coifa também precisa de cuidados para que tenha uma boa durabilidade e para evitar entupimentos e mau desempenho. Além disso, é importante que fique sempre limpa, para não impregnar a cozinha e os outros ambientes com cheiro de gordura e sujeiras acumuladas.

“É muito importante manter a coifa sempre limpa, utilizando um pano macio, úmido e detergente neutro. Sempre desligue o disjuntor antes de realizar a limpeza e nunca use produtos abrasivos. Mantenha seus filtros em boas condições, trocando periodicamente conforme instruções do fabricante”, ressalta Adriana.

Daniele expõe outras precauções que devemos ter no dia a dia: “deve-se tomar o cuidado de desligar as bocas do fogão antes de tirar a panela de cima, pois o calor excessivo pode danificar o aparelho. Evitar flambagens e tomar cuidado para que as frituras não gerem chamas altas. Para manter a coifa limpa, basta lavar o filtro metálico pelo menos uma vez por semana e trocar o filtro de carvão a cada 6 meses”, explica.

A manutenção da coifa é bem mais simples que a de um depurador, pois o ar é eliminado diretamente para a área externa e, por isso, não há acúmulo de gordura e outros resíduos. Outro facilitador é que como são feitas de materiais como inox e alumínio, a limpeza se torna bem mais simples. A coifa também dispensa o uso de carvão, que às vezes existe no sistema de filtragem do depurador, facilitando ainda mais a higiene.

7. Como integrar a coifa à decoração da cozinha?

Foto: Reprodução /Adriana Bijarra Cuoco

Assim como tem gente que adora tornar a coifa parte da decoração, há também outras pessoas que não querem que o equipamento apareça na cozinha. De qualquer forma, existem opções para os dois casos.

Para quem quer usá-la como objeto decorativo, Adriana sugere: “hoje em dia é comum que a coifa faça parte da decoração da cozinha, com diversas opções de acabamentos e um design sofisticado. Opte em escolher uma coifa que harmonize com o fogão ou cooktop. No mercado podemos encontrar inúmeros modelos, basta escolher a coifa adequada ao estilo de sua cozinha, seja ela clássica ou contemporânea”.

Vale até assumir o duto, para não ter que rebaixar o teto com gesso e evitar mais quebra-quebra. Se o projeto da cozinha tiver uma estética industrial, melhor ainda, aproveite para investir em um cano bonito. Mas é importante lembrar que quanto mais design estas peças têm, mais caras elas são. É preciso tomar cuidado com os preços.

Outra opção decorativa são as coifas sob a ilha. Ao estilo americano, esta ideia está virando tendência no Brasil e a estrutura do equipamento permite criar um visual moderno, assumindo total protagonismo dentro do espaço.

“Além das coifas de inox, com um ar mais industrial, encontramos coifas coloridas, pretas, brancas e coifas que mais parecem uma luminária pendente. Se a intenção for utilizar a coifa como destaque da cozinha, invista em um modelo com design mais escultórico ou com uma cor forte, mas que harmonize com as utilizadas no restante do ambiente”, recomenda Daniele.

As coifas suspensas mencionadas por Daniele são ideais para aquelas pessoas que amam o estilo moderno, pois elas têm um design diferente que não lembra em nada as coifas tradicionais. Algumas delas, inclusive, possuem iluminação configurada por controle remoto, que influencia na luz ambiente e na decoração como um todo.

Para as pessoas mais discretas e que preferem disfarçar a coifa no ambiente, a arquiteta diz que existem modelos que podem ficar escondidos dentro da bancada ou no gesso do teto. “Se a ideia é harmonizar a coifa com o restante da cozinha, escolha formas e cores próximas às dos outros eletrodomésticos do ambiente”, indica. As coifas de embutir também são ótimas opções para esse caso, pois não chamam muita atenção. É o mesmo caso do depurador, que também pode ficar escondido no armário.

130 ideias de cozinha com coifa para você se inspirar

Depois das ótimas explicações da Adriana e da Daniele, você com certeza já está pronto para escolher o melhor modelo de coifa para sua casa. Confira agora exemplos de cozinhas com diferentes tipos de coifa para te ajudar ainda mais nessa escolha:

1. Coifas são essenciais para cozinhas integradas

Foto: Reprodução /Marel – Grupo Factory

Quem tem cozinha aberta para a sala precisa de coifa com exaustor. Caso contrário, o cheiro de comida se espalhará pelos ambientes. Neste caso, ela foi colocada na parede, entre uma prateleira do armário, fazendo uma criativa composição.

2. Atenção com a altura

Foto: Reprodução /Infinity Spaces

Como explicaram as arquiteta Adriana Bijarra e Daniele Cargnin, existe uma altura padrão entre o fogão ou o cooktop e a parte inferior da coifa. Essa medida deve ser sempre respeitada para garantir o bom funcionamento do equipamento. Fique atento durante a instalação!

3. Moderna e eficiente

Foto: Reprodução /Leo Ciotta

Além do mais tradicional, existem muitos outros modelos de coifa. Esse é o modelo quadrado, muito utilizado por quem quer dar aquele toque moderno para a cozinha. Além disso, a coifa combinou perfeitamente com a bancada do cooktop, deixando o ambiente ainda mais elegante.

4. Receba visitas sem medo

Foto: Reprodução /Lorrayne Zucolotto

Aqui podemos ver mais um modelo de cozinha gourmet, ou seja, integrada com a sala, que faz o uso da coifa ser indispensável. Assim, o chef pode cozinhar à vontade sem se preocupar em deixar de dar atenção para seus convidados e sem deixá-los em um ambiente com cheiro de fumaça e gordura.

5. Inove nos revestimentos

Foto: Reprodução /Toninho Noronha

Você também pode optar por usar revestimentos na coifa, assim ela não fica tão aparente. Neste caso, o revestimento usado foi a madeira, combinando com o restante da decoração da cozinha. Não ficou lindo?

6. A potência correta faz toda a diferença

Foto: Reprodução /Andréa Calabria

Ainda segundo as recomendações das arquitetas, a potência da coifa é um dos fatores mais importantes. Nesta cozinha, foram usadas duas coifas para que a absorção seja completa. Esse estilo redondo também é moderno e deixa o ambiente mais elegante e charmoso.

7. Fogão e coifa proporcionais

Foto: Reprodução /RSRG Arquitetos

Fugindo um pouco do cooktop, agora o exemplo mostra uma coifa com fogão. Esse fogão é bem amplo, com muitas bocas, logo, exige uma coifa proporcional a esse tamanho. Sobre a decoração, a cor acobreada da coifa combinou muito bem com a bancada da cozinha.

8. Detalhe em vidro

Foto: Reprodução /Adriana Scartaris

Algumas coifas têm esse detalhe na base em vidro. Além de bonito, esse modelo também é muito prático e facilita bastante a limpeza. Nesta cozinha, combinou muito bem com o contraste do branco e preto, com os bancos de acrílico e com a bancada ultra brilhante.

9. Linda cozinha clean

Foto: Reprodução /Fernanda Marques

Esse tipo de coifa, tubular, é indicada para aqueles bancadas e ilhas que ficam no meio da cozinha. Muito popular nos Estados Unidos, esta ideia também está virando tendência no Brasil. A estrutura do equipamento permite criar um visual moderno, se tornando o grande protagonista do espaço.

10. Discreta e funcional

Foto: Reprodução /Center Garbin

O design desta coifa também é super moderno, já que é embutida no teto. É feita, de aço inox, com iluminação em neon e com motor de alto desempenho. Ideal para quem gosta de aparelhos mais discretos e que não chamam muita atenção. E o melhor, sem deixar de ser potente.

11. Beleza e sofisticação

Foto: Reprodução /Fernanda Marchette

Nessa cozinha com equipamentos super modernos, a coifa também não fica para trás. Esse modelo plano e reto é um dos mais usados e deixa a cozinha com um ar bastante sofisticado. A luminária suspensa ao lado deixou a composição ainda mais bonita.

12. Que tal um modelo quadradinho?

Foto: Reprodução /Marina Linhares

Esse modelo quadrado também é muito bonito e eficiente. Nesta cozinha, a coifa foi instalada na parede e também fez uma linda composição com o fogão e com os utensílios pendurados entre eles.

13. Um toque especial

Foto: Reprodução /QueroPlanejados

Nessa linda e delicada cozinha, a decoração foi pensada cantinho por cantinho e tudo combina muito harmonicamente.  As cores rosa e roxo predominam e fazem um lindo conjunto com a bancada e o armário de madeira. O detalhe de vidro da coifa deu ainda mais delicadeza para o ambiente.

14. Tudo branco e limpinho

Foto: Reprodução /Fernanda Marchette

Cozinha toda branquinha pede uma coifa mais do que qualquer outra. A cor branca é mais fácil de transparecer sujeiras e gorduras, e a coifa pode ajudar a dar aquele ar de limpeza e frescor para a seu cantinho de cozinhar e receber amigos.

15. Múltiplas funções

Foto: Reprodução /4Arch Arquitetura

Aqui podemos ver direitinho a estrutura da coifa e a sua área de absorção. Neste modelo, ela ainda conta com lâmpadas para a iluminação e também com ganchos para pendurar utensílios de cozinha.

16. Capriche na decoração

Foto: Reprodução /Braccini + Lima Arquitetura

Essa coifa não ficou linda no papel de parede com estampa de ladrilhos? Além disso, a localização da coifa entre os dois armários de parede deixou a decoração mais simétrica e harmoniosa, aproveitando bem os espaços. A iluminação deixou o ambiente ainda mais charmoso.

17. Deixe a coifa mais charmosa

Foto: Reprodução /MJArquitetura

Como já foi falado anteriormente, algumas coifas vem com ganchos que podem servir para pendurar utensílios de cozinha e deixar o ambiente ainda mais charmoso. Não fica lindo? Aqui os utensílios de cobre deixaram a cozinha com uma decoração muito mais especial.

18. Ilha com cooktop: os queridinhos do momento

As ilhas com cooktop são sucesso puro nas cozinhas contemporâneas. Essa dupla deixa o ambiente mais moderno e mais fácil de circular, e ainda permite uma maior interação com os convidados na hora de cozinhar. Para esses casos, obviamente, a coifa de ilha é o modelo ideal.

19. Linda cozinha americana

Foto: Reprodução /Renata Basques

Essa cozinha também faz o estilo integrada, porém a mesa não fica no mesmo balcão do fogão. Mesmo assim, o uso da coifa é indispensável para que o ambiente não fique impregnado de gordura. Neste exemplo, a coifa é de inox com o detalhe da base de vidro.

20. Coifas também podem ser delicadas

Foto: Reprodução /Belisa Corral

As coifas de ilha são ideais para aplicação sobre bancadas sem paredes próximas. Essa cozinha também é super charmosa, em tons de branco, azul e rosa, e ficou ainda mais bonita com o design da coifa redonda, que acaba sendo mais delicada do que os outros modelos.

21. Coifa de parede moderna

Foto: Reprodução /Clélia Regina Angelo

Essa linda coifa de parede foi colocada sobre um painel de madeira. O vidro superior além de lindo, também ajuda a reforçar a coifa na parede e deixá-la bem presa.

22. Um design que é pura modernidade

Foto: Reprodução /Adriana Fontana

Esse modelo de coifa é pura elegância e sofisticação. São as coifas suspensas, que parecem mais um conjunto de luminárias. Também são projetadas para cozinhas integradas com outros ambientes e possuem design avançado e tecnologia de ponta.

23. Um cantinho especial

Foto: Reprodução /Monise Rosa

Essa linda cozinha intimista e criativa é integrada com uma espécie de sala de estar. A televisão, o sofá e o jardim vertical deixou o ambiente mais aconchegante, sem contar o lindo tom de azul da bancada, dando um toque especial para a decoração. Mas é claro que para o cantinho ficar ainda mais confortável, não podia faltar a coifa.

24. Dê adeus à fumaça

Foto: Reprodução /Studio Elen Saravalli

Como explicou Daniele, as coifas servem para evitar que os odores liberados durante a cocção dos alimentos se espalhem pela casa. Elas sugam os vapores com cheiros e gorduras logo que saem das panelas. Assim, você e a sua casa não ficam com cheiro de fritura.

25. Bonita e tradicional

Foto: Reprodução /Braccini + Lima Arquitetura

A coifa piramidal é um dos modelos mais conhecidos e também um dos mais eficientes. Ela pode ser instalada como depurador ou exaustor. Assim, você pode preparar deliciosos pratos e receitas sem se preocupar com a gordura e a qualidade do ar na sua cozinha.

26. Calcule as dimensões da coifa

Foto: Reprodução /Erique Moreira Arquitetura

Sem janelas próximas, a cozinha pediu uma coifa bem calculada para o tamanho do lugar e para atender corretamente as cinco bocas do cooktop. Além disso, ela fez uma bela combinação com a bancada e a geladeira, deixando a cozinha bonita e funcional.

27. Cada coifa em seu lugar

Foto: Reprodução /Construflama

Nesta cozinha, podemos ver a presença de duas coifas com design diferentes. A redonda para o cooktop e a quadrada para a churrasqueira, também embutida na bancada. Essa pode ser uma boa opção, caso você tenha dois aparelhos de cocção no mesmo ambiente.

28. Quanto mais potente, melhor

Foto: Reprodução /Jóia Bergamo

Unir a cozinha com a sala pede a instalação de uma coifa ainda mais potente, principalmente para quem não tem uma boa ventilação natural em casa. Assim, você vai evitar que o cheiro ou a fumaça se espalhem por outros ambientes.

29. Absorção em dobro

Foto: Reprodução /Zaniboni + arquitetos

Existem também as coifas que são usadas em dupla. Essa é uma boa solução para quem quer aumentar o poder de sucção do aparelho sem ter que abrir mão do design de sua preferência. Nessa linda cozinha, o proprietário optou pelas coifas redondas.

30. O visual também é importante

Foto: Reprodução /ILLA

Essa linda cozinha integrada é super bem decorada e cheia de estilo. O preto e a madeira dominam o ambiente, inclusive com os tons do piso combinando com essas cores. A coifa de inox com o detalhe preto deu um toque especial a mais para a decoração.

31. O depurador também tem vez

Foto: Reprodução /Tripper Arquitetura

O depurador é também uma excelente opção para que o ambiente de sua cozinha fique sempre limpo, afastando o cheiro desagradável de gordura do ambiente. Esse aparelho age reciclando o ar gorduroso, devolvendo-o em seguida limpo para a cozinha.

32. Atenção com o vidro

Foto: Reprodução /Actual Design

Modelos de coifa com vidro são muito bonitas, mas tendem a ter uma perda de até 40% da área de captação. Enquanto um aparelho convencional para um fogão de seis bocas possui três filtros, um com vidro tem apenas dois. Assim, se a estética prevalecer, a exaustão pode ser menos potente. Converse com um profissional sobre isso.

33. Cozinha com ilha, coifa e adega

Foto: Reprodução /Daline Sousa Biego

Que tal esta linda cozinha com móveis de madeira e coifa mais chamativa? O impacto visual pode ser aproveitado para dar valor à decoração, com a coifa chamando atenção intencionalmente. Esse modelo além de bonito, original e cheio de personalidade, contribui para dar um toque mais rústico para o ambiente.

34. Coifa para a casa de praia e de campo

Foto: Reprodução /David Guerra

As casas de praia e campo também precisam de uma boa coifa, principalmente se o local é muito frequentado e recebe muitas pessoas. Além disso, esse tipo de casa tem a vantagem de permitir o cano mais aparente, pois costumam ser maiores e ter um estilo mais rústico.

35. Tudo azul

Foto: Reprodução /Adriana Mello

Essa cozinha ficou uma graça com esses tons de azul turquesa. A coifa prateada combinou perfeitamente com o ambiente. A sala integrada tem um estilo mais clássico, com móveis super delicados.

36. Coifa colorida, por que não?

Foto: Reprodução /Elen Saravalli

Que tal essa coifa vermelhinha combinando com a decoração do ambiente? As coifas são muito decorativas e, hoje, podemos encontrar uma infinidade de materiais para combinar com o décor da cozinha. O interessante é sempre aliar beleza à praticidade, fácil manutenção e rendimento do equipamento.

37. Coifa de ilha com mini bancada

Foto: Reprodução /Jannini Sagarra Arquitetura

A bancada para refeições rápidas e a coifa de ilha são os destaques desse ambiente. Os tons claros ficaram lindos com a madeira e a coifa combinou com os outros eletrodomésticos.

38. Cozinha com detalhes amarelos e coifa em inox

Foto: Reprodução /Elen Saravalli

As coifas de inox são ótimas opções. O aço inox tem muitas vantagens em relação aos outros materiais pois ele não enferruja, não corrói, é muito fácil de limpar, tem uma aparência mais higiênica, tem mais estabilidade em relação à temperaturas extremas, alta durabilidade e um bom custo benefício.

39. Aproveite o espaço entre os armários

Reprodução /Fernanda Marques

Neste exemplo, a coifa foi colocada entre armários e fez uma ótima composição com os móveis. O modelo quadrado é elegante e moderno. Porém, fique atento às especificações de instalação para esse caso, para que não atrapalhe o funcionamento da coifa e nem danifique os armários.

40. Dupla função

Foto: Reprodução /Sara Bevilaqua Hister

Muitas pessoas preferem utilizar a coifa somente na função de depurador de ar, pois esses modelos costumam ter designs mais bonitos e modernos. A coifa plana, usada nesta cozinha, pode atuar nas duas funções: exaustor e depurador. Essa ainda conta com quatro lâmpadas, deixando o aparelho mais elegante.

41. A praticidade das coifas de teto

Foto: Reprodução /Avanti! Eletros Gourmet

O acionamento das coifas embutidas no teto é feito por controle remoto, e sua iluminação ajuda a compor a iluminação do ambiente, além de proporcionar também uma luz direta nos alimentos. Neste caso, ela foi feita especialmente para a churrasqueira à gás.

42. Um pouco de verde

Foto: Reprodução /HBINTERIORES

Aqui, a coifa também foi usada como suporte para lindas plantas, que dão mais vida para a cozinha. O design espelhado deixou o ambiente ainda mais bonito. Sem contar o efeito incrível dado pela parede de cobogós.

43. Mistura de estilos

Foto: Reprodução /Magda Roberto da Silva Santos

Essa cozinha, de um modo geral, apresenta uma decoração mais rústica, lembrando até um chalé. Mas a coifa elétrica com detalhe em vidro dá um toque mais moderno para o ambiente e dá uma quebrada no estilo campestre.

44. Decoração moderna e high tech

Foto: Reprodução /Urbem Arquitetura

Um ótimo exemplo de boa decoração com a coifa é este belo projeto de cozinha. A larga coifa cobre bem o cooktop, aproveitando o material externo do aparelho para trazer uma boa combinação com as modernas geladeiras do ambiente.

45. Cantinho especial para o cooktop

Foto: Reprodução /Claudia Ramirez Arquitetura

Esse cooktop foi posicionado de uma forma diferente da maioria dos projetos. Ele ganhou um cantinho especial e, de longe, até parece um fogão. A coifa complementou a funcionalidade e a decoração.

46. Mais uma opção com depurador

Foto: Reprodução /Francine Moura

Os depuradores não são tão eficientes como as coifas, mas funcionam bem para cozinhas menores. Como foi explicado pelas arquitetas, a diferença entre eles e as coifas com essa função é que as coifas tem saída de ar, enquanto os depuradores não.

47. Coifa redonda industrial

Foto: Reprodução /CR2 Arquitetura

Essa coifa redonda tem um modelo mais industrial e é um pouco mais agressiva e pesada. Mesmo assim fez uma interessante combinação com a cozinha clean e com o cooktop delicado.

48. Uma coifa poderosa

Foto: Reprodução /Ana Mähler

Se o uso do fogão é intenso e incluir o preparo constante de frituras ou se houver outros equipamentos de cocção no ambiente, como uma churrasqueira, por exemplo, deve-se considerar a utilização de uma coifa com maior potência.

49. Um design mais imponente

Foto: Reprodução /Rocco Arquitetos

Esse é outro exemplo em que a coifa tem um design mais imponente e é exibida como peça de design na decoração. A iluminação das janelas e a vista de fora deixaram o ambiente ainda mais charmoso.

50. Tudo combinando

Foto: Reprodução /Viviane Dinamarco

Quem tem cozinha aberta para a sala, é melhor optar por uma coifa com exaustor, pois elas são bem mais potentes. Caso contrário, o cheiro de comida se espalhará pelos ambientes. Neste caso, o profissional embutiu o duto no teto, fazendo uma linda combinação com o material da coifa.

Veja mais modelos de coifas para deixar sua cozinha livre da gordura e da fumaça

A seguir, mais opções de coifas e suas diferentes formas de instalação na cozinha.

51. Um estilo mais rústico

Foto: Reprodução /Isis Chaulon

52. Coifas suspensas deixam a cozinha com mais personalidade

Foto: Reprodução /Gabriele Barotto

53. Coifas quadradas também são muito usadas

Foto: Reprodução /CR2 Arquitetura

54. Contraste interessante

Foto: Reprodução /Apiacás Arquitetos

55. Coifa na função exaustor

Foto: Reprodução /Carla Juaçaba

56. Mais uma dupla de coifas

Foto: Reprodução /Juliana Pippi

57. Coifa grande e marcante na decoração

Foto: Reprodução /MM Arquitetura e Urbanismo

58. Uma coifa que também faz as vezes de porta-temperos

Foto: Reprodução /Mandril Arquitetura e Design

59. Aproveite os espaços entre os armários

Foto: Reprodução /Juliana Lahoz

60. Acoplada em prateleiras

Foto: Reprodução /Braccini + Lima Arquitetura

61. Combine os tons

62. Cozinha gourmet com coifa de ilha

Foto: Reprodução /Laura Santos

63. Charmoso depurador amarelo

Foto: Reprodução /C+H Arquitetura

64. A coifa plana de inox deixou a cozinha ainda mais moderna

65. Cozinha e coifa modernas

Foto: Reprodução /Fabiana Rosello

66. Cozinha com coifa metalizada

Foto: Reprodução /Clarice Semerene

67. Linda combinação da coifa de vidro com balcão de mármore

Foto: Reprodução /André Lenza

68. Cozinha integrada com decoração jovem e atual

Foto: Reprodução /Thaisa Bohrer

69. Lindo tom de dourado

Foto: Reprodução /Espaço do Traço Arquitetura

70. Linda decoração com coifa em vidro

Foto: Reprodução /Maraú Design Studio

71. Coifa redonda delicada

Foto: Reprodução /Sílvia Carvalho

72. Coifa de ilha de alumínio e vidro

Foto: Reprodução /Larissa Vinagre

73. Coifa proporcional ao cooktop

Foto: Reprodução /Vanja Maia

74. Mais uma opção de coifa redonda em ilha

Foto: Reprodução /DOT Arquitetura

75. Coifa inclinada super funcional

Foto: Reprodução /ProjetSE Eng. & Arquitetura

76. A coifa acoplada no armário ficou mais discreta

Foto: Reprodução /Braccini + Lima Arquitetura

77. Cozinha ampla com mesa de vidro e coifa elétrica

Foto: Reprodução /Marcia Acaro

78. Coifa plana de ilha e com detalhe em vidro

Foto: Reprodução /Rossani Azambuja

79. Use a coifa para complementar a decoração

Foto: Reprodução /Aline Gutierrez

80. Cozinha com fogão e coifa com design mais industrial

Foto: Reprodução /L’Harmonie Fina Cozinha

81. Bela composição da coifa com as luminárias suspensas

Foto: Reprodução /Maria Helena Torres

82. Coifa redonda embutida

Foto: Reprodução /Chris Ambrosio

83. Cozinha com coifa de alumínio

Foto: Reprodução /Marli Assis

84. Cozinha planejada com coifa de alumínio

Foto: Reprodução /Jannini Sagarra Arquitetura

85. Mais uma opção com ganchinhos

Foto: Reprodução /Empório da Cozinha

86. Combinação de papéis de parede criativos, inclusive para a coifa

Foto: Reprodução /Semara Brito

87. Coifas de ilha: as queridinhas do momento

Foto: Reprodução /Andréa Buratto

88. Cozinha pronta para preparar aquele jantar especial

Foto: Reprodução /Iara Santos

89. Mais um modelo quadrado

Foto: Reprodução /Jéssyka Teles

90. Cozinha clean e brilhando

Foto: Reprodução /Eveline Sampaio

91. Coifas redondas são muito usadas pelo design bonito e discreto

Foto: Reprodução /Leticia Araujo

92. Luminárias suspensas fazem uma ótima composição com coifas

Foto: Reprodução /Paula Magnani

93. Coifas com iluminação são ainda mais funcionais

Foto: Reprodução /INOVA Arquitetura

94. Tudo cinza e prata

Foto: Reprodução /Nunes e Montenegro

95. O modelo quadrado contrasta com cozinhas mais delicadas

Foto: Reprodução /Consuelo Jorge

96. Chaleira e coifa combinando

Foto: Reprodução /Soraya Pasqualotti

97. Coifa ampla e bonita

Foto: Reprodução /Verri & Galvão

98. Coifa de teto embutida

Foto: Reprodução /Daniele Cargnin

99. A coifa redonda deu um toque especial

Foto: Reprodução /TR3ARQ

100. Madeira e cimento

101. Cozinha gourmet com coifa redonda

Foto: Reprodução /Barillari Arquitetura

102. Cozinha planejada com coifa de inox

103. Coifas planas são eficientes e atuam nas duas funções

Foto: Reprodução /Seferin Arquitetura

104. Ilha com cooktop e coifa embutida

Foto: Reprodução /Gabriele Barotto

105. Mais um modelo imponente e super moderno

Foto: Reprodução /Maria Lavinia Arquitetura

106. A coifa deixou o armário com um design mais moderno

Foto: Reprodução /Maira de Lima

107. Coifas iluminadas ficam lindas

Foto: Reprodução /BelGuerreiro Arquitetura

108. Nunca arrisque ter uma cozinha integrada sem coifa

Foto: Reprodução /Daniele Cargnin

109. Coifas de parede são consideradas mais eficientes

Foto: Reprodução /RF Arquitetura

110. O detalhe em vidro combinou com o ambiente

Foto: Reprodução /Monica Lage Guerra

111. A cor da coifa harmonizou com o restante da cozinha

Foto: Reprodução /Giovanna Ramalho

112. Coifa com tom meio acobreado

113. Redondinha e cheia de estilo

Foto: Reprodução /SUITE Arquitetos

114. Otimize os espaços

Foto: Reprodução /Braccini + Lima Arquitetura

115.  Não esqueça de ficar de olho na altura na hora da instalação

Foto: Reprodução /Marcia Menezes

116. Linda composição de armários e coifa

Foto: Reprodução /Braccini + Lima Arquitetura

117. Cozinha limpa e sem gordura

Foto: Reprodução /Isabella Lolli Ghetti

118. Esta coifa combinou perfeitamente com a cozinha espelhada

Foto: Reprodução /Anna Maya & Anderson Schussler

119. Coifa e cooktop: a combinação perfeita

Foto: Reprodução /Graziella Nicolai

120. Uma cozinha cheia de personalidade

Foto: Reprodução /ILLA

121. Já foi o tempo em que a coifa não podia agregar à decoração

Foto: Reprodução /Máira Ritter

122. Com a coifa na cozinha, tudo vai ficar ainda mais limpinho

Foto: Reprodução /Mikaelian Freitas

123. A coifa ficou brilhante ao lado das luminárias

Foto: Reprodução /Natalia Pini

124. Cozinha com acabamentos amarelos e coifa piramidal em inox

Foto: Reprodução /Daniela Oliveira Landsberg

125. Atente-se para a distância certa entre a coifa e os armários

Foto: Reprodução /Oscar Mikail

126. Lembre-se de estudar as dimensões da coifa e do fogão

Foto: Reprodução /Elevo Arquitetura

127. Tudo espelhado

Foto: Reprodução /Athos Peruzzolo

128. Coifa e torneira modernas

Foto: Reprodução /Samira Bronetti

129. A área de absorção varia de acordo com o modelo da coifa

Foto: Reprodução /Carolina Rocco

130. Esta coifa também serviu para quebrar um pouco o colorido do ambiente

Foto: Reprodução /Braccini + Lima Arquitetura

E aí, conseguiu tirar todas as suas dúvidas sobre coifa? Conforme vimos, elas são responsáveis por renovar o ar do ambiente fazendo com que odores e vapores desagradáveis se dissipem, não sejam absorvidos e não circulem pelos outros cômodos da casa. Elas também evitam manchas nas roupas e nos mobiliários. Tal sistema garante mais de 90% de eficiência, devido ao sistema de dutos que leva o ar para uma saída externa. Então, que tal investir neste equipamento para renovar o ar e acabar com aquele cheiro de gordura que insiste em permanecer no ambiente?

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS