Todo o charme das cozinhas rústicas, no campo ou na cidade

Escrito por Priscila Horvat

Foto: iStock

Continua após o anúncio



A palavra “rústico” significa campestre, relativo ao campo. Aqui no Brasil, pode ser chamado também de “caipira”. Portanto, uma cozinha rústica deve apresentar características que remetam à vida do campo em toda a sua simplicidade. De maneira geral, os materiais utilizados são adquiridos na natureza como, barro, pedra e madeira, além de outros elementos que remetem ao ambiente de fazenda, como tijolos aparentes, pisos rústicos, tecidos com cores e, principalmente, o mobiliário que deve corresponder às expectativas esperadas para o ambiente.

Se você gosta do estilo rústico, e mora na cidade, ainda assim não há empecilho para adaptar seu gosto. Com as dicas e materiais certos, você pode ter um ambiente fantástico, mesmo não sendo no campo. Alguns objetos de decoração podem ajudar a criar um clima mais campestre. Cores na medida certa e produtos do cotidiano também podem ajudar a criar o cenário perfeito para sua cozinha rústica dos sonhos. Confira o passo a passo para ter uma cozinha rústica:

  • 1º passo: procure um profissional habilitado para desenvolver o projeto de reforma ou obra nova da cozinha (ele deverá recolher RRT, no caso de arquitetos, ou ART, para engenheiros – isso é um item obrigatório por lei, e é sua segurança). Depois, contrate um projetista, que fará um projeto executivo completo da obra, o que permite maior controle de execução, tornando a obra mais rápida e precisa.
  • 2º passo: apresente para o profissional projetista todos os seus anseios, desejos, e gostos, para que o projeto saia exatamente como você imagina.
  • 3º passo: monte uma planilha com prazos e gastos, para que não haja nenhuma surpresa desagradável no meio do caminho, nem nada que necessite parar a obra no meio. Existem profissionais que auxiliam nisso, o próprio projetista tem habilidade e habilitação para essa função.
  • 4º passo: seja o mais fiel possível ao projeto desenvolvido, pois qualquer alteração pode prejudicar todo o conjunto do projeto, e com isso comprometer todas as etapas da obra, como: prazos, valores e qualidade do serviço.

Dicas para quem quer montar uma cozinha rústica

Foto: Reprodução / Cristina Amaral Arquitetura

O mercado apresenta uma gama de produtos industrializados que imitam materiais rústicos, portanto não é preciso ter uma casa de campo para dar um ar rústico a uma cozinha. O mais importante é ter em mente que as construções tradicionais da fazenda usavam os materiais disponíveis na natureza.

Portanto, é interessante abusar do uso de madeira – como, como por exemplo, a madeira de demolição, tijolos aparentes e barro (como taipa e adobe). Confira abaixo, algumas dicas dos arquitetos José Carlos Guerra e Lucianna Carla Pezzolante Gerghi:

1. É necessário muita madeira e ferro

Foto: Reprodução / Birdseye Design

Por se tratar de um material orgânico, a madeira precisa ter uma atenção especial, já que vai estar em contato direto com um ambiente molhado, no caso, a cozinha.

De acordo com José Carlos, hoje existem produtos específicos para fazer o tratamento da madeira, “sendo que a maioria são fungicidas associados a hidrofugantes. Estes produtos se apresentam também como pigmentos para dar cor às madeiras”, explica o arquiteto. O ferro possui também a mesma problemática da madeira, ou seja, em contato com a água pode sofrer enferrujamento e corrosões.

Continua após o anúncio



Portanto, “deve receber também um tratamento específico, mas o mercado hoje apresenta alguns materiais com qualidades de resistência a esses problemas, como o aço patinável”, conta José Carlos. E, o mais interessante, é que a combinação entre os dois materiais fica extremamente agradável ao olhar.

2. Busque móveis de madeira com pouco tratamento

Foto: Reprodução / Architectural Digest

Móveis com madeira crua, pátina ou madeira de demolição ficam incríveis na ambientação de cômodos rústicos, e existem inúmeras empresas especializadas nesse tipo de mobiliário no mercado. Mas, atenção para o conselho da arquiteta Lucianna: “vale ressaltar que a madeira é um material absorvente, e deve ser impermeabilizada para ser usada tranquilamente em cozinhas”.

Esse tipo de material é perfeito para a composição de armários, bancadas e mesas. Entretanto, seu uso não é recomendado na bancada de cocção, justamente por ser um material poroso.

3. Transforme móveis modernos em rústicos

Foto: Reprodução / Echo Living

Seu sonho é ter um móvel rústico, mas acabou de comprar móveis que tem a cara bem moderninha? Arregace as mangas e mão na massa, porque é possível dar uma outra cara a ele. Claro que tudo depende do acabamento utilizado no móvel novo, mas é possível sim.

“Deve-se lixar bem o móvel, para que fique mais poroso e pronto para receber uma pintura ou verniz. A pintura pode ser a laca, pintura látex ou PVA. Para dar um ar de pátina desgastada, deve-se passar uma lixa leve em todo o móvel depois de pintado, cuidando para lixar sempre numa mesma direção”, aconselha Lucianna.

Há inúmeras formas para execução desse tipo de trabalho. Se você sentir receio de não gostar do seu resultado final, confie a empreitada nas mãos de profissionais especializados nessas transformações.

4. Os armários não precisam ter portas

Foto: Reprodução / Brandon Arant Photography

Continua após o anúncio



Casas grandes de fazenda geralmente têm as paredes das cozinhas forradas de armários. E nem todos são iguais. Alguns têm portas, e outros não, por exemplo. Os armários sem portas são charmosos, mas, para usá-los, é preciso estar atento para manter tudo organizado e ter os utensílios sempre à mão.

Porém, “armários sem portas exigem mais cuidados em relação à limpeza e organização, já que tudo fica muito exposto ao pó e à gordura própria da cocção”, explica José Carlos. “As cortinas também eram muito utilizadas em móveis nas antigas fazendas e casas caipiras. Hoje estão sendo reutilizadas de maneira mais otimizada e com acabamentos melhores”.

5. Vale usar prateleiras

Foto: Reprodução / Minimalisti

Diferente dos armários sem portas, existem as prateleiras. Mais praticidade, impossível. Mas elas precisam estar ainda mais organizadas que os armários sem portas porque, com elas, absolutamente tudo é visível.

Segundo José Carlos, é necessário redobrar a atenção com prateleiras que ficam em lugares de passagem e que sejam baixas, pois podem causar acidentes. “Não existe uma altura padrão para as prateleiras. O ideal é fixá-las numa altura acessível para a pessoa que irá manusear os utensílios”, explica o profissional.

6. Forno a lenha é uma boa pedida

Foto: Reprodução / Bianka Mugnatto

Forno a lenha é um charme só, e a comida que é feita nele tem, sem dúvida, um sabor especial. Caso você queira investir em um desses, atente-se para o espaço. Além do forno, propriamente dito, também é importante reservar um espaço, ao lado ou bem próximo, para a estocagem de lenha. “Também é necessário dispor de dutos de exaustão”, explica Lucianna. “Não se aconselha a usar esse tipo de forno em apartamentos”.

7. Madeira e mármore combinam bem

Foto: Reprodução / Patty Jones Design

Vale também a combinação de madeira e mármore, mas com atenção ao uso. “O mármore pode ser usado na bancada de cocção ou numa bancada de apoio, apesar de não ser o material mais utilizado quando queremos dar um ar rústico ao ambiente”, explica José Carlos.

Continua após o anúncio



Por ser poroso, deve-se evitar o uso de produtos abrasivos na limpeza do mármore. O ambiente fica com uma aparência de rústico-chique, já que o mármore é, por natureza, um material mais fino e delicado.

8. Portas de madeira com vidro

Foto: Reprodução / Detalhes Feitos com Amor

A porta de entrada da cozinha e as portas dos armários podem ganhar um aliado poderoso para deixar o ambiente mais bonito: o vidro. A dupla madeira e vidro sempre fica interessante. Apenas atente-se no tipo de madeira utilizada. Dependendo do material, você pode ficar com uma cozinha com ar bem rústico, ou bem moderno.

9. Use cimento queimado com moderação

Foto: Reprodução / Futilish

Quem não se lembra daqueles antigos pisos de cimento queimado vermelho, o famoso “vermelhão”, muito utilizado em escolas e casas rústicas de antigamente? Estes pisos são muito charmosos e de boa durabilidade. Com a utilização de cimento branco pode-se obter variadas tonalidades de cores, criando possibilidades infinitas de decoração. Portanto, o cimento queimado pode ser usado, desde que seja muito bem executado.

“Deve-se sempre usar as juntas de dilatação, pois é um material que sofre muita retração e pode causar muitas trincas. Em contrapartida, hoje existe no mercado os pisos epóxi muito resistentes e com várias opções de cores. Entre elas, existe a opção com aparência de cimento queimado”, explica José Carlos. O aspecto “pesado” do piso pode ser compensado com a utilização de materiais com cores mais claras, gerando resultados e combinações bem interessantes.

10. Tijolo aparente tem tudo a ver com cozinha rústica

Foto: iStock

O tijolo aparente remete muito às antigas fazendas, por isso combina muito com ambientes rústicos. Mas ele precisa de certos cuidados. “Como possui as juntas de assentamento em baixo relevo, ocasiona um acúmulo de poeira e gordura”, explica Lucianna.

Existem no mercado diversos produtos de tratamento de tijolos aparentes, e cada um tem uma utilização e aplicação específica para cada uso, como: áreas externas, cozinhas entre outros. Se optar pelo uso dos tijolos aparentes, procure um produto de qualidade para aplicar e manter sua cozinha mais livre de pó.

11. Cores são bem-vindas

Foto: Reprodução / Fábio Madueño Arquitetura

Ambientes rústicos não precisam ter, necessariamente, apenas tons de madeira. Dá para variar e inserir pequenos toques de cores, como o bege, marrom, ocre, branco. Se não tiver medo de inovar, vale a pena investir no amarelo, vermelho e azul, que são cores primárias. “Cores que não combinam num ambiente rústico são as cores muito quentes e vibrantes como laranja, rosa choque, verde limão, entre outras”, explica Lucianna.

“Mas o que mais se espera são cores em tons pastéis, já que nas fazendas, as pinturas eram feitas com tinta à base de cal, e não era possível conseguir cores muito fortes e vivas com esse material. Como a manutenção das edificações eram feitas em períodos mais espaçados e os materiais utilizados tinham menor durabilidade, os acabamentos e pinturas tinham um visual de desgaste, criando assim uma característica estética bem específica”, conta José Carlos.

70 cozinhas rústicas para te inspirar a construir a sua

Com as dicas em mãos, dê uma olhada nessas ideias de cozinhas rústicas, adaptáveis para sua casa de campo ou sua morada na cidade.

1. Tudo à mão

Foto: Reprodução / Bianca Naves

Se você tem mania de organização, essa pode ser uma ótima pedida – e até diversão. Pendure ganchos e prateleiras, e organize os utensílios de acordo com o uso de cada um. Se mais usado, deve ficar a um alcance mais fácil. Se menos usado, pode ficar nas prateleiras mais altas.

2. Branco para uma cozinha bem feminina

Foto: Reprodução / Ôh de Casa Ateliê

Um ambiente rústico não precisa, necessariamente, ter tons terrosos. Aqui é possível ver que a combinação do branco, que predomina o ambiente, com alguns toques de madeira natural deixou o ambiente bem clean e feminino.

3. Tons terrosos, um charme extra

Foto: Reprodução / Márcio Sarmento Arquitetura

Mas, claro, que os tons terrosos são muito bem-vindos. A combinação com a madeira é certeira, e não há dúvida que a aposta vai acertar em cheio. Equilibre com objetos de decoração em tons mais neutros, como branco e preto.

4. Cores para equilibrar

Foto: Reprodução / Tok & Stok

Mesmo em um ambiente rústico, é possível inovar com o colorido. Opte por um móvel, ou uma parede colorida. Use, preferencialmente, cores primárias, que é certeza de combinação incrível.

5. Rústico e clean

Foto: Reprodução / Norte Coifas

O ambiente não precisa ser sisudo, pesado e escuro. Com os itens certos, dá para montar uma cozinha clean. Se possível, use grandes portas de correr de vidro, ou janelões, que permitem a entrada de luz natural.

6. Linhas retas para modernizar

Foto: Reprodução / Fleur-de-lis Interior Design

Embora a ideia de cozinha rústica remeta às antigas casas de fazenda, não é por isso que não pode ter toques modernos na sua. Invista em materiais mais novos, como o inox, para alguns utensílios, e opte por móveis com linhas retas.

7. Madeira, ferro e cor

Foto: Reprodução / Oumfdesign

Com parcimônia, é possível usar várias dicas dos arquitetos na sua cozinha. Aqui, a opção de armários sem portas, prateleiras e pequenos toques de cor e ferro. Repare que o verde do vaso de planta já dá uma nova cara para a cozinha.

8. Ferro e madeira

Foto: Reprodução / Mog Arquitetura

Ferro e madeira vão sempre surpreender, independente do tom de cada um. Invista em materiais que combinem entre si. Por exemplo: cor de madeira mais antiga, ou natural, com ferro cobre ou propositalmente manchado.

9. Cadeiras de bar

Uma bancada alta, que possibilite fazer as refeições nela, pede bancos bonitos. Invista em bancos altos ou banquetas de bar. Existem diversas opções que são feitas de madeira e ferro, super charmosas.

10. Rústico e moderno

Foto: Reprodução / Cuartas.co

Madeiras de demolição podem ser encontradas em diversas cores. Você pode utilizar tábuas em um mesmo tom, para aumentar a harmonia, principalmente se o restante do ambiente for mais moderno. A combinação fica incrível.

11. Mesa para a grande família

Foto: Reprodução / Márcio Sarmento Arquitetura

Nas cidades, as casas são cada vez menores, mas a ideia não se aplica quando a casa em questão é no campo. Se tiver espaço, invista em uma mesa grande, com muitos lugares para receber seus amigos e família. Os azulejos que decoram a borda da coifa e servem como rodabanca são um charme à parte.

12. Madeira do chão ao teto

Foto: Reprodução / Russian Creators

Uma combinação incrível e tão básica: branco e madeira. Como é possível ver nessa imagem, o uso da madeira não pesa, mesmo ela aparecendo do chão ao teto. O uso de elementos em tons claros faz com que o ambiente se torne visualmente agradável.

13. Quase tudo branco

Foto: Reprodução / Ôh de Casa Ateliê

Bateu medo de investir no colorido? Branco total também é uma aposta certeira para criar um ambiente rústico. Combine com objetos de madeira natural ou cobre. Se tiver espaço, invista em uma pequena horta móvel. O verde vai ser o grande destaque da cozinha.

14. Inox para dar um up!

Foto: Reprodução / AMR Design

Não é por ser rústica que a cozinha não possa abrigar itens moderninhos e de materiais práticos para limpeza. Use eletrodomésticos de tons diferentes, como preto, ou o inox.

15. Charme da fazenda

Foto: iStock

Procure decorar o ambiente sendo fiel à ideia de casa da fazenda, por exemplo, com móveis que remetam ao século anterior, seja por seu design ou pintura, que pode ser uma pátina, ou madeira reaproveitada.

16. Cozinha rústica na cidade

Foto: Reprodução / Studio Durham Architects

Um exemplo perfeito para que haja equilíbrio entre uma cozinha rústica na cidade, e que é integrada a outros cômodos, com decoração mais atual, como a sala de jantar ou de estar.

17. Ambientes abertos

Foto: Reprodução / Chahoud Renders

Se você tiver a sorte de ter uma cozinha que seja aberta para a varanda, você já está em vantagem. Isso porque a luz natural é uma grande aliada à decoração, permitindo maior uso de madeira ou outros materiais de tons escuros – inclusive, no teto.

18. Madeira, para que te quero?

Foto: Reprodução / Catherine Macfee Design

Uma cozinha de fazenda original tem quase todos os móveis feitos de madeira. Você pode adaptar a ideia e fazer seu cômodo no estilo mais tradicional, usando toques de ferro e cor branca para equilibrar.

19. Pequena cozinha

Foto: Reprodução / Ôh de Casa Ateliê

Se espaço for seu principal problema, tenha calma. Com algumas adaptações, é possível ter um ambiente charmoso. Se possível, invista em uma mesa de madeira que seja extensível (aqui, a base da mesa é fixa, e feita de tijolinhos). Use objetos de decoração e tecidos que remetam ao ambiente caipira também.

20. Casa detalhe importa

Foto: Reprodução / Bianka Mugnatto

Aposte em pequenos detalhes para deixar o ambiente mais rico, como piso de cimento queimado, com recorte de piso que imita um tapete, com o jogo de cadeiras de jantar sobre ele, além das diversas cores de madeira, o teto com as vigas de madeira aparente e azulejos na parede da pia.

21. Objetos desgastados

Foto: Reprodução / Decoratualma

Mesmo que seu móvel seja novo, é possível dar a ele uma cara mais “velhinha” com técnicas de artesanato. Objetos desgastados pelo tempo dão a impressão que vêm de outra geração, e só de olhar já dá para imaginar histórias.

22. Um amor chamado tacho

Foto: Reprodução / Carla Masri

É possível encontrar tachos de diversos materiais por aí, como cobre, ferro e barro. Independente de qual você preferir, vale a pena comprar para o uso ou simplesmente para compor a decoração. Pequenos itens coloridos colaboram com a décor, como a torneira vermelha.

23. Pingos de cor

Foto: Reprodução / 142design

Não abre mão da segurança do branco na hora de decorar? Opte por usar pequenos toques de cor à sua cozinha. Tente usar o vermelho, por exemplo: uma cor que fica super bem na cozinha e que traz alegria ao visual básico.

24. Panela velha é que faz comida boa

Foto: Reprodução / Donna Dudú Ateliê

Se puder ter um forno a lenha…. Tenha! Faça isso por você mesmo e pelos seus convidados. Uma comida feita em um tacho e no fogão a lenha, não tem preço. O cheiro de um feijão recém-cozido nesse fogão faz a cozinha parecer ainda mais bonita!

25. Pedra sobre pedra

Foto: Reprodução / Model Rumah Minimalis

Construções e decorações com pedras remetem aos tempos antigos, não só às fazendas, mas às histórias medievais também! Capriche na escolha das cores e demais objetos, para não pesar no resultado final.

26. Tudo se combina

Foto: Reprodução / Bianka Mugnatto

Caso tenha um forno a lenha, invista em um belo conjunto de panelas de ferro ou de barro, nem que você não vá usar e fique apenas para decoração. O conjunto da obra faz com que o coração aqueça só de admirar.

27. Cinquenta tons de madeira

Foto: Reprodução / ArchiExpo

A madeira pode ser encontrada em diversos tons e texturas: mais lisa, grossa, mais rústica, com os veios naturais aparentes. Use sua criatividade para compor um ambiente que mistura vários tipos de madeira.

28. Forno de tijolinho

Foto: Reprodução / Carlos Bratke Arquitetura

O tijolinho aparente já faz parte da lista de amores antigos de muitos arquitetos por aí. Use os tijolinhos na parede e para construir um forno a lenha.

29. Cozinha digna de novela

Foto: Reprodução / Elena Eller

Uma cozinha charmosa, que consegue equilibrar o moderno e o rústico. A ilha, de mármore e madeira, chama a atenção para o cômodo, que ainda tem fogão e geladeira dupla de inox. O toque especial fica a cargo das panelas de cobre penduradas sobre a bancada.

30. Qualquer pedaço de madeira, conta!

Foto: iStock

Se a inspiração – ou a grana – estiver curta, você pode arriscar a fabricar os próprios móveis. Tente reutilizar madeira. Uma ideia são os pallets, fáceis de serem encontrados e de baixo custo. Se tiver pedaços pequenos, não jogue fora! Eles podem servir para criar detalhes na decoração.

31. Madeira e cinza

Foto: Reprodução / Wood Countertop

Sabe aquele tom cinza amadeirado? Não é difícil achar móveis nessa cor, e também é possível reproduzir a tonalidade em casa. Ambientes com essa cor dão amplitude e sensação de modernidade.

32. Madeira e pedra

Foto: Reprodução / Felipe Scheffel Bell

Uma parede de pedra é um charme único. Para deixar o cômodo ainda mais com aquela carinha rústica, invista em móveis de madeiras, adornos de ferro e itens de decoração charmosos. Até uma simples cesta, para ir até o pomar colher frutas, ajuda no décor.

33. Madeira para todos os gostos

Foto: Reprodução / Bianka Mugnatto

Madeira branca no armário e nos pés da mesa, em tom natural na parede e nas portas, numa cor mais escura para as cadeiras e envernizadas para as vigas do teto e umbrais das janelas. Uma graça de cozinha!

34. Cores claras para um ambiente clean

Foto: Reprodução / Casa y Diseño

Uma cozinha rústica pode sair do comum e usar cores claras, e em vários tons. Por exemplo: uma porta em um verde clarinho, quase menta, móveis brancos ou acinzentados, piso mesclado na tonalidade creme e objetos de decoração que conferem um ar bucólico ao ambiente.

35. A cozinha é lá fora

Foto: Reprodução / Jamile Lima Arquitetura

Algumas casas tem a cozinha no fundo, já na divisa com o quintal. Isso permite a instalação de churrasqueiras e permite um ambiente aberto, privilegiado com a entrada de luz natural. Em cômodos assim, invista em pequenos toques de cor.

36. Vermelho-sangue na parede

Foto: Reprodução / Casa de Valentina

Se inovação é seu sobrenome, escolha uma cor bem forte e aplique em uma parede. Para equilibrar, use móveis em tons claros e opacos, e eletrodomésticos com cores clássicas, como branco ou inox. O armário sob a pia fica aberto, perfeito para ter tudo à mão.

37. Casa de bonecas

Foto: Reprodução / Decorist

Uma casa com charme e tudo no lugar sempre é classificada como “casa de bonecas”. Para ambientes rústicos, também é possível criar esse clima de organização, basta escolher com cuidado os itens que irão compor o cômodo.

38. Janelas para o quintal

Se você tem a sorte grande de ter um espaço que possibilita a vista para um espaço verde, invista em grandes janelões! Além de economia a longo prazo – já que você vai usar bem mais a luz natural –, outro benefício é poder brincar com as cores do cômodo, que pode ser desde uma só, ou várias, já que a luz permite o mix.

39. Cor aqui e ali

Foto: Reprodução / Tikkanen Arquitetura

Não abre mão da madeira, mas adora itens coloridos? Sem problemas! As lojas de decoração têm cada vez mais opções de produtos em uma gama extensa de cores, que fogem das básicas branca e preta. Azulejos coloridos também são uma ótima pedida para renovar o visual de um cômodo sem fazer muita sujeira.

40. Cozinha aberta

Foto: Reprodução / Fábio Madueño Arquitetura

Esse ambiente é tão lindo, aconchegante e versátil, que pode ser adaptado muito bem para casa de campo, cidade ou até mesmo praia! O uso do bambu cria uma atmosfera aconchegante, e até a fruteira recheada de cerâmica fica bonita!

41. Pé direito alto

Foto: Reprodução / Architectural Digest

Uma cozinha com pé direito alto já é bonita por si só. Numa versão rústica, é possível caprichar na escolha das madeiras para o teto – fazendo, inclusive, uso da famosa “tesoura” de madeira – e usar janelas em alturas diferentes, como se fossem dois andares.

42. Pequenos toques de rusticidade

Foto: Reprodução / Patrícia Azoni Arquitetura

Se você não abre mão de uma cozinha moderna, mas ama o estilo rústico, pode incorporar pequenos detalhes na decoração, como o uso tijolinhos em uma parede isolada ou uma bancada de madeira.

43. Cores diferentes

Foto: Reprodução / Cabana Arquitetura

Para inovar na decoração rústica, use pequenos objetos ou móveis com cores bem diferenciadas. Aqui, uma geladeira retrô candy color, e as cadeiras com o ciano que chamam a atenção!

44. Armários para encher os olhos

Foto: Reprodução / Canadian Log Homes

Um bom espaço na cozinha, tanto em altura como em largura, permite uma infinidade de ideias, como, por exemplo, armários no estilo colonial, por toda a extensão do cômodo. No chão, se a conta ficar mais cara do que o esperado, em vez de usar madeira, use cerâmica que imite os veios naturais, ou piso vinílico – ambos são fáceis de limpar e “enganam” os olhos. A mesma ideia pode ser aplicada nos revestimentos das paredes.

45. Tijolinho e banquetas

Foto: Reprodução / Pedra Paulista

Essa cozinha mostra que a estrutura do cômodo pode ser dividida e ajustada conforme o gosto do morador, com eletrodomésticos modernos, o mix retrô da parede de tijolinhos aparente e das banquetas de ferro e madeira, os armários pintados e o piso de madeira natural.

46. Chalé dos sonhos

Foto: Reprodução / Decorist

Esse chalé super acolhedor pode ser perfeito para inúmeras situações: férias da família, feriado com os amigos, final de semana romântico ou até mesmo aquela escapada da cidade só para desestressar. A combinação de madeira e pedra é quase um convite para o relaxamento. Um refúgio equipado com o necessário. Só pegar uma taça de vinho e curtir o momento!

47. Refúgio encantado

Foto: Reprodução / Fábio Madueño Arquitetura

Para dar ainda mais a sensação de casa de campo, use um jogo de jantar com cadeiras e banco em “L”. A ideia do banco faz com que o ambiente pareça mais convidativo, e é perfeito para cômodos que não dispõem de muito espaço. Chamados de “canto alemão”, esses bancos são encontrados em várias versões e tamanhos, e alguns deles tem ainda o plus de ser baú! Complete a decoração com um pequeno bar e pratos na parede.

48. Look branco total

Foto: Reprodução / Paul Massey

O branco total pode ser aplicado para cozinhas rústicas também. Se possível, use variações ou tons aproximados. A inspiração para esse cômodo é a decoração escandinava. O uso de cores claras, como cinza, tom de madeira e o creme (da geladeira) fica em equilíbrio com os móveis e o rejunte do azulejo – até ele faz a diferença!

49. Espaços abertos

Foto: Reprodução / Rachel Nakata

Ambientes que são interligados precisam estar com tudo no lugar para não dar a impressão de bagunça. Aqui, a cozinha, copa e sala de jantar são integrados. A ideia é explorar os itens do dia a dia para compor a decoração, por isso o uso sem dó de prateleiras, em todas as paredes.

50. Forno de pizza no espaço rústico

Foto: Reprodução / Liliana Zenaro Interiores

A cozinha rústica fica mais bonita com um forno a lenha para as refeições do dia a dia. Mas, se possível, adicione ao projeto um forno de pizza também – e, de preferência, de tijolinho aparente, para dar todo aquele charme. Além das redondas, o forno ainda pode assar pães deliciosos, que vai perfumar todo o ambiente.

51. Cinza do campo

Foto: Reprodução / Thompson Custom Homes

As flores do campo têm cores vivas e encantadoras, que ficam lindas usadas na decoração. Mas há também o “cinza do campo”, que é um cinza claro, meio pálido, muito usado em casas de campo. Nas cidades, os arquitetos costumam explorar a cor mais forte, um cinza escuro, que beira ao industrial. A versão mais clara cria um clima ameno e bucólico, perfeito para ambientes rústicos.

52. Toque de Midas

Foto: Reprodução / Laura U Interior Design

Segundo a mitologia grega, Midas transformava tudo o que tocava em ouro. O dourado é lindo e encanta nas decorações. Mas, para uma décor mais rústica, o tom metálico que combina mais é o cobre. Invista em pequenos detalhes acobreados no cômodo, e dê o toque de Midas à sua maneira.

53. Use o espaço a seu favor

Foto: Reprodução / Westwing

Não é por um ambiente ser rústico que ele precisa ser escuro e pequeno, ou com tanta coisa que o faça parecer menor. Use madeira clara para compor a cozinha. No chão, para dar maior sensação de amplitude, invista em ripas ou folhas de madeira em uma só direção.

54. Madeira escura e mármore

Foto: Reprodução / Cybball

Armários de madeira escura são imponentes, e ficam mais bonitos se usados em ambientes com bastante espaço. No mesmo ambiente, use mármore e peças de inox, a combinação deixa a cozinha com ar refinado.

55. Overdose de detalhes

Foto: Reprodução / BeDe Design

Quem ama cozinhar e também é detalhista sabe o martírio que é ter tudo sempre à mão para cozinhar sem medo de falta de utensílios e, ao mesmo tempo, ter tudo organizado. Com calma, é possível dar uma casa para cada item da cozinha. Até mesmo uma plantinha! Faltou lugar? Que nada! O lustre está aí para ser usado… Também como suporte para trepadeiras (opte por uma versão falsa, artificial, para não sobrecarregar os fios).

56. Capuccino, a cor da vez

Foto: Reprodução / Thomas Home Center

Cappucino virou cor de desejo entre os decoradores, e fica um charme tanto na parte interna quanto externa da casa. Use uma cor como base, e variações dela nos detalhes. Por exemplo: a cor aplicada na parede, e tons na mesma escala (ou paleta) nos móveis e objetos de decoração.

57. E o couro?

Foto: Reprodução / Baixo Impacto Arquitetura

Se você é daquelas pessoas que tem várias preferências e não consegue se decidir por usar apenas uma delas ao decorar, essa é uma ótima ideia para montar um espaço rústico: invista em madeira e couro (aqui, nas banquetas, em volta da mesa). Se o ambiente permitir, use revestimento que imita madeira ou tijolinho.

58. Use o branco como base

Foto: Reprodução / Belinda Braithwaite

Não há necessidade de atravessar a rua para não entrar num antiquário! Entre e compre tudo o que gostar! Para não errar na hora de juntar tudo, opte por usar paredes brancas e objetos ou moveis de madeira. Assim, é possível misturar alguns toques de cor e uma coisa ou outra de um estilo diferente, sem criar confusão visual.

59. Azulejo de metrô

Foto: Reprodução / Essência Móveis

Os famosos azulejos de metrô também têm vez em ambientes rústicos. Para deixar o ambiente visualmente maior, o rejunte pode ser branco, para criar a sensação de amplitude junto com a bancada maravilhosa em “u”.

60. Vigas e colunas como aliadas

Foto: Reprodução / Venegas and Company

Algumas construções não permitem camuflar ou tirar vigas e colunas. E, como diz o ditado, “se não pode com eles… junte-se a eles”. A ideia, então, é usar o problema como parte da decoração. As vigas de madeira ficaram lindas combinadas com o teto branco, a mesa e a coifa.

61. Lousa na porta

Foto: Reprodução / Decorist

A porta de celeiro pode ser um charme sozinha, mas fica ainda mais encantadora quando ganha mais uma função. Use tinta específica e crie uma lousa na porta, perfeita para anotar recadinhos para a família, lista de compras e até o menu da semana.

62. Muito amor pelos porta-pratos

Foto: Reprodução / Diy Fun World

Os armários de madeira estão disponíveis em várias versões: modernas, antigas, estilo vintage… Mas nenhuma opção supera o charme dos porta-pratos de madeira! Essa cozinha ainda apresenta outros pontos charmosos, como a pia com cuba diferenciada, a cortina bordada sob a pia e puxadores dos armários e mãos-francesas das prateleiras em ferro.

63. Uma cozinha na varanda

Foto: Reprodução / Baixo Impacto Arquitetura

Algumas casas têm duas cozinhas, uma dentro e outra fora de casa, como se fosse no quintal, varanda ou mesmo uma “continuação” da casa, na parte externa. Se esse for o seu caso, opte por uma cozinha mais moderninha na parte interna da casa, e solte a imaginação do lado de fora.

64. O charme do inox

Foto: Reprodução / FabCab

Madeira no piso, armários, parede, janela e teto! Cada uma das escolhas feita com muita atenção, para que as madeiras fossem diferentes e não brigassem entre si. O uso dos eletros e pastilhas em inox dá um toque de modernidade.

65. MDF também serve!

Foto: Reprodução / Márcio Sarmento Arquitetura

Não existe comparação para a praticidade dos móveis planejados! Mesmo eles não sendo de madeira maciça – com aquela robustez linda! – (geralmente são de MDF ou MDP) podem sim servir para criar ambientes com estilo rústico. Escolha com atenção a cor do acabamento dos móveis e, se possível, use uma que tenha algum tipo de textura.

66. Quando a cozinha é o coração da casa

Casas com salas e cozinhas espaçosas são perfeitas para famílias grandes. Imagine seus amigos e familiares em volta dessa ilha enorme, ou ao redor da mesa de madeira. A cozinha é aconchegante, e perfeita para cozinhar enquanto rola um bate-papo gostoso.

67. Portas de celeiro

Foto: Reprodução / Dawn Hearn Interior Design

Portas de celeiro são charmosas e chamam a atenção em qualquer ambiente! Em um espaço rústico, pode muito bem combinar com ilha de madeira, piso de tijolinho antigo e utensílios pendurados!

68. Aproveite a fase do projeto

Foto: Reprodução / Marina Donato

Se você estiver construindo uma casa, aproveite a etapa do projeto para colocar no papel tudo o que sempre imaginou para seu cantinho rústico. As ideias tomam forma e a criatividade vai ficar ainda mais aflorada!

69. Torre de eletrodomésticos

Foto: Reprodução / TEA2 Architects

As cozinhas mais modernas da atualidade sempre têm uma torre de eletrodomésticos, com forno elétrico, microondas, entre outras opções. Aqui a ideia é a mesma, só que com pequenas substituições (ou adaptações) para o estilo rústico, com forno a lenha e estilo de deixar qualquer apaixonado por cozinhas babando!

70. Rústico shabby chic

Foto: Reprodução / Chendal Design

O shabby chic é um estilo de decoração que mescla elementos antigos (e fofos), semi-rústicos (com inspirações nas casas de campo) e modernos. A combinação é sempre um quadro encantador. As cortininhas, que fazem as vezes de porta nos armários, é marca registrada do estilo e não podem faltar!

Não existe 100% certo ou errado na decoração, o que vale é a combinação ficar linda no resultado final. Portanto, se a ideia de uma cozinha rústica lhe encanta, mas sua casa não é como uma tradicional casa de fazenda, não tem problema. É possível, inclusive, criar uma cozinha rústica integrada com outros cômodos com visual moderno, como a sala de estar ou de jantar.

Se for optar por uma cozinha rústica integrada, os outros cômodos devem ter uma decoração mais leve, com móveis de linhas mais retas e cores mais neutras. O encontro de ambientes e choques de estilos podem gerar soluções muito agradáveis e bonitas, mas é sempre bom planejar com muito cuidado para não obter resultados inesperados.