Forro de gesso: 40+ inspirações para utilizá-lo na construção

Escrito por
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Publicidade



O gesso é um tipo de mineral produzido a partir do aquecimento da gipsita, ou sulfato de cálcio hidratado. Uma vez umedecido, condensa-se em uma massa, podendo ser utilizado na construção de moldes, acabamentos de reboco e em forros.

A utilização do forro de gesso nas construções e reformas vem se tornando cada vez mais frequente. Devido a sua praticidade, beleza e a possibilidade de ser associado a um projeto de iluminação, proteção térmica ou acústica, escolher o forro de gesso como acabamento tem se tornado uma ótima opção.

Muito utilizado para esconder imperfeições no teto, passar tubulações de ar, esgoto ou ar condicionado, pode ainda esconder ferragens, disfarçar vigas ou embutir iluminação diferenciada, o forro de gesso ainda possui aplicação rápida e fácil.

Segundo Iago Patucci, designer de interiores, o gesso pode ser separado em dois tipos: gesso em placa ou acartonado e o drywall. “O gesso em placa comum tem como maior vantagem o preço que pode ser até 50% mais barato em relação ao drywall, as desvantagens do uso deste material é o tempo de execução que é maior, pois é necessário se atentar ao alinhamento e prumada, e o mesmo não é tão resistente ao peso como o drywall, além de poder apresentar mofo”, explica.

“Já o drywall conta com uma estrutura de aço que garante mais resistência e sua instalação é rápida. Suas placas são maiores e o acabamento após a instalação é menor. Recomendo o uso do gesso tradicional somente quando o orçamento total da obra estiver apertado”, esclarece.

Vantagens de desvantagens do forro de gesso

Como um material de construção com seu uso em ascensão, na hora de optar pelo forro de gesso alguns fatores podem ser decisivos para sua obra. Por isso, confira a listagem de vantagens e desvantagens do seu uso elaborada pelo profissional Iago:

Vantagens

  • Versatilidade: “o gesso proporciona flexibilidade no projeto de iluminação, tornando o ambiente ainda mais bonito”.
  • Influência na arquitetura do ambiente: “ele confere simetria e linearidade ao espaço”.
  • Praticidade: “o material possui uma montagem rápida e prática”.
  • Possibilidade de usos diferentes: “o uso de sancas e nichos é possível através da aplicação do gesso”.
  • Espessura: “a cada 100m² conseguimos ganhar 5m² de área útil devido a este material possuir menor espessura”, afirma.
  • Manutenção: “esse material possui fácil manutenção, podendo-se inclusive, recortar uma parte para manutenção e emendar posteriormente se necessário”.
  • Aplicação em laje: “pode ser aplicado em casa de laje sem problemas, basta não chumbar o forro de gesso na parede. Inclusive, a laje será útil para fixar a estrutura que irá receber a placa”, desmitifica o designer de interiores.

Desvantagens

  • Permeável: “o contato com água pode danificar a placa, portanto, não pode ser utilizado em áreas externas”, orienta.
  • Fragilidade: “há um limite máximo de carga/peso por m² quando o gesso não é reforçado para áreas especificas”, alerta.
  • Materiais especiais: “ao ser modificado, há a necessidade de compra de complementos específicos para gesso, como argamassa, buchas e parafusos”, esclarece.

Como instalar um forro de gesso em casa

O designer de interiores Iago alerta que o ideal é contar com um profissional para a elaboração do projeto para o ambiente, além dos detalhes complementares do forro, como iluminação, elétrica e acústica. “Os profissionais que irão executar devem estar devidamente equipados com ferramentas específicas, como laser multifuncional, trena, esquadro, nível, fio traçante, estilete etc, assim como de equipamentos de segurança: óculos, máscara e luva”, ressalta.

Confira o passo-a-passo do processo de instalação orientado pelo profissional:

Publicidade



    • 1º passo: inicia-se a execução verificando os níveis.
    • 2º passo: depois, segue-se com a montagem da estrutura, fixando as guias e fazendo reforços quando necessário.
    • 3º passo: verifica-se o prumo e na sequência é iniciada a instalação das placas na estrutura.
    • 5º passo: então deve-se fitar as juntas, emassar, lixar e verificar se o mesmo está liso.
    • 6º passo: por fim, pode-se seguir com a finalização da pintura.

O vídeo a seguir, elaborado pelo Sebrae, ilustra desde a preparação das placas até a aplicação das mesmas no forro da casa:

Usos criativos do forro de gesso

A versatilidade do gesso vai muito além da sua utilização em forros. Como o profissional indica, também pode ser utilizado “como divisórias, substituindo a alvenaria, e ainda podemos brincar com nichos, substituindo a marcenaria”.

Além dessas opções, o gesso pode substituir o chapisco, o emboço e o reboco de um revestimento interno, economizando dessa forma com a utilização de menos mão-de-obra e materiais. Confira na galeria abaixo a versatilidade do material, figurando as mais criativas aplicações:

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Anna Maya & Anderson Schussler

Foto: Reprodução / Anna Maya & Anderson Schussler

Foto: Reprodução / Project Arquitetura

Foto: Reprodução / Project Arquitetura

Foto: Reprodução / Archdesign Studio

Foto: Reprodução / Archdesign Studio

forro-de-gesso-05

Foto: Reprodução / Esse Arquitetura e Interiores

Foto: Reprodução / Marcy Ricciardi

Foto: Reprodução / Marcy Ricciardi

Publicidade



Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Leila Dionizio

Foto: Reprodução / Leila Dionizio

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Johnny Thomsen

Foto: Reprodução / Johnny Thomsen

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Bloom Arquitetura

Foto: Reprodução / Bloom Arquitetura

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kílaris

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Karla Cruz

Foto: Reprodução / Karla Cruz

Publicidade



Foto: Reprodução / Evviva Bertolini

Foto: Reprodução / Evviva Bertolini

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Traço Arquitetura

Foto: Reprodução / Traço Arquitetura

Foto: Reprodução / LM Arquitetura

Foto: Reprodução / LM Arquitetura

Foto: Reprodução / Casulo Arquitetura e Design

Foto: Reprodução / Casulo Arquitetura e Design

Foto: Reprodução / Al11 Arquitetura

Foto: Reprodução / Al11 Arquitetura

Foto: Reprodução / Estúdio HL Arquitetura

Foto: Reprodução / Estúdio HL Arquitetura

Foto: Reprodução / Juliana Litwinski

Foto: Reprodução / Juliana Litwinski

Foto: Reprodução / E3 Arquitetura

Foto: Reprodução / E3 Arquitetura

Foto: Reprodução / LM Arquitetura

Foto: Reprodução / LM Arquitetura

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Carlos Otávio Arquitetura

Foto: Reprodução / Carlos Otávio Arquitetura

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Juliana Litwinski

Foto: Reprodução / Juliana Litwinski

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

Foto: Reprodução / Kali Arquitetura

Foto: Reprodução / Kali Arquitetura

Foto: Reprodução / Atelier Par Deux

Foto: Reprodução / Atelier Par Deux

Foto: Reprodução / América Arquitetura

Foto: Reprodução / América Arquitetura

Foto: Reprodução / Spada Durante

Foto: Reprodução / Spada Durante

Foto: Reprodução / Arquitetura 3

Foto: Reprodução / Arquitetura 3

Foto: Reprodução / Mariana Dornelles

Foto: Reprodução / Mariana Dornelles

Foto: Reprodução / Arquitetura Inn

Foto: Reprodução / Arquitetura Inn

Foto: Reprodução / Ana Levy

Foto: Reprodução / Ana Levy

Foto: Reprodução / Élcio Bianchini

Foto: Reprodução / Élcio Bianchini

Foto: Reprodução / Mônica Savi Arquitetura

Foto: Reprodução / Mônica Savi Arquitetura

Foto: Reprodução / Tria Arquitetura

Foto: Reprodução / Tria Arquitetura

Foto: Reprodução / Heloisa Bocorny

Foto: Reprodução / Heloisa Bocorny

Foto: Reprodução / Mônica Savi Arquitetura

Foto: Reprodução / Mônica Savi Arquitetura

Foto: Reprodução / Sheila Mundim

Foto: Reprodução / Sheila Mundim

Foto: Reprodução / Marli Lima

Foto: Reprodução / Marli Lima

Foto: Reprodução / Cristina Menezes

Foto: Reprodução / Cristina Menezes

Foto: Reprodução / Ana Trevisan

Foto: Reprodução / Ana Trevisan

Possibilitando inúmeros aplicações, utilizar o forro de gesso na sua construção e reforma, seja ele na forma de placas para forro, drywall ou nichos, garante mais beleza e funcionalidade ao seu ambiente.