Dicas e instruções para fazer o seu jardim suspenso em casa

Foto: Reprodução / The Room Illuminated

Foto: Reprodução / The Room Illuminated

O jardim vertical é uma ótima maneira de resistência às mudanças climáticas. Cada vez mais, a sociedade está engajada na sustentabilidade e no consumo consciente, e com isso intervenções paisagísticas e arquitetônicas que visam o meio ambiente estão ganhando força.

Esse tipo de jardim pode ser feito em paredes internas ou externas das construções e trazem muitas vantagens. De acordo com a paisagista Beatriz Santiago, além de trazerem uma beleza diferenciada para o ambiente, também funcionam como isolantes e reguladores térmicos e proporcionam maior produção e renovação do ar. “São muito indicados para pequenos espaços, sendo uma ótima solução para quem tem, por exemplo, uma pequena área de varanda, um jardim de inverno ou até mesmo uma área de serviço que possa ser transformada em uma área verde”, aponta a especialista.

Como fazer um jardim suspenso

O material mais indicado para fazer o jardim vertical é a bolsaviva, pois segundo Beatriz, assim as plantas ganham um bom espaço para o seu perfeito desenvolvimento. A bolsaviva é composta de duas camadas de tecido, a interna é impermeabilizante e a externa tem função de absorver e fornecer respiração necessária para que o excesso de água evapore, mantendo as plantas sempre saudáveis e bem desenvolvidas. A instalação é muito simples: é só pendurar a bolsa como se fosse um quadro, com bucha e parafuso, e encaixar uma abaixo da outra ou lateralmente.

Para o jardim suspenso com bolsaviva o ideal é utilizar plantas pendentes que possam fechar bem o jardim. Plantas reais trazem boas energias, e, para a paisagista, vale a pena pensar em uma espécie que não dê muito trabalho, como a jiboia e a tradescantia, que são espécies lindas e fáceis de cuidar.

Como montar um jardim vertical decorativo

Vasos pequenos são colocados na parede como quadros, com pregos. Dentro desses vasos, deve-se colocar argila, mas não muito para não ficar pesado e as plantas escolhidas de acordo com o gosto pessoal devem ser espetadas nos vasos. O musgo aqui serve para esconder a argila e dar um ar mais bonito ao arranjo.

Como fazer canteiro suspenso com pneu usado

O foco aqui é a preparação do pneu para um futuro plantio, com demonstração de corte e a maneira como o material deve ser manuseado para se tornar a base do seu jardim.

Jardim vertical de pallet

Passo a passo de como fazer um jardim vertical usando pallet e garrafas pet como vasos.

Jardim suspenso feito de garrafas pet

Passo a passo de como fazer um jardim vertical com garrafas pet e armações de guarda chuva.

Jardim suspenso com garrafa plástica

Passo a passo de como fazer uma horta suspensa com garrafas pet suspensas.

Jardim vertical com Bolsaviva

Demonstração da realização de um jardim suspenso utilizando o material Bolsaviva em uma parede externa.

Inspire-se: ideias de jardim suspenso

O jardim vertical também pode ser montado com prateleiras ou ripas de madeira, com vasinhos de barro ou até mesmo placas penduradas com bromélias e orquídeas. Para aquelas pessoas que podem colocar umas prateleiras e gostam de cozinhar, Beatriz sugere: “é interessante montar uma hortinha para preparo caseiro”. Outra ideia também seria usar suculentas, que são plantas que não gostam muito de água e são de baixa manutenção.

Foto: Reprodução / <a href="http://www.casaaberta.net/dele-e-dela/" target="_blank">Casa Aberta</a>

Foto: Reprodução / <a  href="http://www.casaaberta.net/mikhaela-martin/" target="_blank">Casa Aberta</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://greenecowalls.com/" target="_blank">Eco Walls</a>

Foto: Reprodução / Daniel Nolan for Flora Grubb Gardens

Foto: Reprodução / <a href="http://www.pottedstore.com/" target="_blank">Potted Store</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.myverandah.com.au/" target="_blank">My Verandah</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.brightgreenusa.com/" target="_blank">Bright Green</a>

Foto: Reprodução / <a href=Sustainable Garden Design Perth

Foto: Reprodução / Renee Garner

Foto: Reprodução / Louise de Miranda

Foto: Reprodução / <a href="http://www.singinggardens.com/" target="_blank">Singing Gardens</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://sustainablegardendesignperth.com/" target="_blank">Sustainable Garden Design Perth</a>

Foto: Reprodução / Pennsylvania Landscape & Nursery Association

Foto: Reprodução / <a href="http://www.brightgreenusa.com/" target="_blank">Bright Green</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.danescustomhomes.com/" target="_blank">Danes Custom Homes</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://margothartford.com/interiors" target="_blank">Margot Hartford</a>

Foto: Reprodução / Rum Kihn

Foto: Reprodução / <a href="http://charleshugo.com/" target="_blank">Charles C. Hugo</a>

Foto: Reprodução / Hayes Group Architects

Foto: Reprodução /  <a href="http://www.dyergrimesarchitects.com/" target="_blank">Dyer Grimes Architecture</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://sustainablegardendesignperth.com/" target="_blank">Sustainable Garden Design Perth</a>

Foto: Reprodução / Carolina Katz + Paula Nuñez

8 dicas para cuidar do seu jardim vertical

  1. O jardim pode ser instalado em qualquer local que possua iluminação natural;
  2. Se o jardim for externo, é preciso tomar cuidado com o excesso de insolação, pois a maioria das plantas que prosperam bem em jardim vertical não toleram muito sol;
  3. Nem todas as plantas são adequadas para um jardim vertical. Dê preferencia para plantas pendentes como samambaias, columeias, peperômias, filodendros, aspargos e russelias;
  4. Para fazer seu jardim suspenso não é preciso impermeabilizar a parede;
  5. A bolsaviva, material indicado para fazer o jardim, possui um tecido impermeabilizante em sua parte interna que não deixa a umidade passar para a parede;
  6. A parede que vai sustentar o jardim precisa ser firme;
  7. A irrigação pode ser realizada manualmente, ou no caso de grandes painéis deve ser automatizada. E quando automatizada, a irrigação é feita por gotejamento;
  8. Após a instalação do jardim, coloque um substrato e regue como qualquer outro recipiente com plantas.

É muito importante escolher a espécie certa para cada tipo de ambiente, com menos ou mais luminosidade. E nunca se esquecer de cuidar e regar as plantinhas, pois elas dependem de cuidado e dedicação para se desenvolverem.

PARA VOCÊ