Laje pré-moldada: conheça os tipos e por que são uma boa opção

Escrito por Ana Fideli

Um dos elementos importantíssimos na estrutura de uma edificação é a laje, que tanto cobre a casa como estrutura o piso. As lajes pré-moldadas surgem como uma excelente solução e de modo geral é um tipo de elemento construtivo bastante difundido atualmente, pois são mais baratas, mais fáceis de instalar, possuem maior precisão em suas dimensões, suportam vários tipos de cargas e vencem variados vãos, adaptando-se a quase todo tipo de construção.



Índice do conteúdo:

O que é laje pré-moldada

As lajes pré-moldadas são elementos estruturais produzidas através de processos industriais, que apresentam uma montagem (já que são pré-fabricadas) unidimensional, constituídas por vigotas de concreto e elementos que ligam-nas, que podem ser de materiais variados, onde a laje distribui as cargas que sofrem para as vigas e pilares.

Vantagens da laje pré-moldada

Como esse tipo de laje é pré-fabricado e o controle de qualidade dos materiais é mais criterioso, garante-se maior resistência e regularidade dimensional, o que as torna excelentes opções para diversos tipos de edificação.

  • Com um processo de montagem simples, o término da obra se torna rápido e fácil;
  • A industrialização dessas peças trazem-nas qualidade, resistência e melhor acabamento;
  • O custo das peças e da manutenção não é alto;
  • O concreto pré-moldado tem vida útil maior e é mais resistentes às intempéries;
  • Esses tipos de laje facilitam a organização no canteiro de obras e dispensam o acúmulo de sujeiras e resíduos gerados quando há a necessidade de produzir o concreto e as formas da montagem das lajes, por exemplo.

Desvantagens da laje pré-moldada

As desvantagens, neste caso das lajes pré-moldadas, variam de acordo com cada tipo:

  • Nas lajes treliças, a desvantagem é que o material utilizado dificulta a necessidade de fazer furos e aberturas, além de não ser um material muito aderente, necessitando a aplicação de chapisco ou gesso para o uso de revestimentos, por exemplo;
  • Já a laje com vigota “T” não suporta sobrecargas que não foram previstas previamente, portanto dificilmente o layout consegue ser mudado drasticamente, evitando assim o risco de fissuras, trincas e outros danos mais sérios;
  • Já a laje alveolar, por causa do peso e tamanho dos painéis, precisa ser transportada até o local da instalação por guindastes.

Tipos de laje pré-moldada

Confira os tipos mais conhecidos e usados das lajes pré-moldadas e descubra qual se encaixa mais na necessidade da sua edificação.

Lajes treliçadas com lajotas

Esse tipo de laje possui vigotas de concreto armado que servem de apoio para a lajota de fechamento, que pode ser de concreto ou cerâmica.

Após essa montagem, o sistema deve receber uma cobertura de concreto, a fim de unir as peças. Esse tipo de laje é muito usual, pois funciona bem em vãos relativamente grandes. O que vai determinar as dimensões e o espaçamentos das vigotas é a carga que a laje irá receber.

Lajes com vigota “T”

Solar Arquitetura e Engenharia



Esse tipo de laje é o mais disseminado e conhecido, formados por vigas de concreto no formato, como diz o próprio nome, “T”, facilitando os encaixes das lajotas de concreto ou cerâmica. Assim como no tipo anterior, o sistema recebe uma camada de concreto que une as peças, sendo esse tipo de laje indicado para pequenas construções, já que não suportam muita carga ou grandes vãos.

Lajes treliçadas com EPS

A diferença desse tipo de laje para a laje treliçada com lajotas é exatamente o revestimento, neste caso, as vigotas são conectadas pelo EPS, ou seja, o isopor. Esse tipo de sistema possui a vantagem de ser muito fácil de montar e instalar tubulações e também melhora significativamente o isolamento térmico e acústico da edificação.

Lajes alveolares

Esse tipo de laje é constituído por painéis de concreto protendido vazados pelos alvéolos longitudinais, diminuindo assim o peso da peça e, consequentemente, a carga que descarrega nas vigas e pilares da construção.

Esta laje é muito utilizada em edificações de grande porte, que sustentam diariamente muita carga, por isso o concreto e o aço usado na fabricação desta laje são materiais de elevada resistência.

É importante saber a diferença dos vários tipos de lajes existentes, para que você possa escolher o mais indicado para sua edificação, de acordo com o tamanho e uso.

Lembre-se de que, quando for construir ou modificar, você deve contratar um profissional capacitado, que vai te indicar com precisão qual tipo de laje é o ideal para você. Assim, além de evitar riscos, com a indicação certa, você economiza e faz um investimento certeiro e seguro!