Boiserie: requinte e beleza para transformar qualquer ambiente

Escrito por Ana Kordelos

Foto: Reprodução / Piloni Arquitetura

Clássica técnica francesa de decoração, o boiserie (ou, em sua denominação abrasileirada, “apainelamento”) consiste em ornamentar paredes com o auxílio de molduras elaboradas a partir de madeira, gesso, cimento ou até mesmo isopor. Muito utilizada na França por volta do século XVIII, demonstrava a preferência da alta realeza em utilizar elementos decorativos cheios de pompa e elegância, além de colaborar para um maior isolamento térmico do cômodo.

Apesar de possuir estética clássica, é possível harmonizar estas “molduras de paredes” com tipos variados de decoração, devendo tomar especial cuidado para que o visual do ambiente não fique sobrecarregado, sempre primando pela sofisticação e beleza do local.

Pode destacar outros objetos decorativos ou emoldurar composições com quadros decorativos, ou ainda atuar isoladamente, brilhando como único elemento na parede, o boiserie pode ser a técnica que faltava para deixar o seu lar mais requintado e elegante. Confira a seguir uma seleção de belos ambientes utilizando este item e inspire-se:

1. Fica lindo se utilizado com tons neutros

Foto: Reprodução / Marlon Gama

Se a parede possuir cor de destaque, procure pintar as molduras no mesmo tom, evitando que o visual fique sobrecarregado. Aqui, dois quadros ganham ainda mais destaque graças ao boiserie.

2. Tons vibrantes também são bem-vindos

Foto: Reprodução / NP Arquitetura

No caso desta sala, o tom de azul turquesa colore as paredes do cômodo, criando um belo contraste com o sofá e o quadro na cor branca. A opção por objetos decorativos em tons parecidos garante harmonia no ambiente.

3. Deixa mais bela até as menores paredes

Foto: Reprodução / BG Arquitetura

Não é necessário ter uma parede muito grande para aplicar a técnica. Se a parede tiver tamanho reduzido, basta adaptar o tamanho das molduras do boiserie, apostando em dimensões menores.

4. Ideal para decorar paredes brancas

Foto: Reprodução / Studio GPPA

Ao optar por paredes brancas em um ambiente, o minimalista ganha novo encanto ao receber as molduras do boiserie para trazer mais graça à decoração do ambiente, além de destacar os objetos decorativos com cores vibrantes.

5. Criando sensação de continuidade

Foto: Reprodução / Marlon Gama

Como a estante embutida possui nichos de formatos e cores variadas, a parede com boiserie garante uma sensação de continuidade, simulando os mesmos formatos encontrados no móvel.

6. Que tal aplicar somente em parte da parede?

Foto: Reprodução / Nicolle do Vale

Buscando um efeito de divisão da parede, é possível aplicar as molduras tanto na metade inferior ou superior das paredes, causando um efeito discreto, porém cheio de estilo no ambiente.

7. Destacando a parede da cabeceira

Foto: Reprodução / Codecorar

Se a cabeceira possuir design e tom neutro, nada melhor do que uma parede trabalhada para dar destaque ao leito do casal. Aqui, a mesma técnica aplicada na parede também é utilizada na lateral.

8. Presente até no home office

Por menor que seja o cômodo, aplicar boiserie em uma ou mais paredes garante um charme a mais para os mais pequenos espaços. Neste exemplo, a composição de quadros ganha destaque com o item.

9. Harmonizando com os móveis do ambiente

Foto: Reprodução / Migs Arquitetura

Com pequenos detalhes, estilo clássico e madeira escura, tanto a mesa de cabeceira quanto as camas harmonizam-se com o visual resultante da utilização do boiserie na parede que acomoda as cabeceiras das camas.

10. Diferentes níveis e molduras

Foto: Reprodução / Dayane Moreschi

Apesar de o estilo mais tradicional de boiserie ser uma moldura fina em formato quadrado ou retangular, nada impede em ousar e adicionar mais de um item, até mesmo utilizando-se de níveis diferentes, criado um efeito em alto relevo.

11. Uma aplicação cheia de estilo

Foto: Reprodução / D2N Arquitetura

Apesar de ser mais comumente aplicado em paredes planas, é possível utilizar esta técnica em paredes vazadas, garantindo destaque para elementos pontuais.

12. Riqueza nos detalhes

Foto: Reprodução / Dayane Moreschi

Esta técnica ainda permite utilizar molduras mais incrementadas, com adornos e trabalhados diferenciados, resultando em um visual de tirar o fôlego. Neste exemplo, o boiserie ainda é utilizado para destacar as arandelas.

13. Com visual discreto, porém cheio de estilo

Foto: Reprodução / Maurício Karam

Literalmente emoldurando a parede que abriga a cabeceira da cama, aqui o boiserie possui visual diferenciado, com largura maior e aplicação nas extremidades da parede em questão.

14. Utilizando o mesmo princípio para repartir a parede

Foto: Reprodução / Dayane Moreschi

Como a metade inferior recebe um papel de parede, nada mais justo do que utilizar o mesmo princípio da técnica e aplicar uma moldura contínua para separar as duas metades.

15. Criando desenhos com formas geométricas

Foto: Reprodução / Dayane Moreschi

Com o intuito de deixar a parede com um visual mais interessante, solte a imaginação e crie composições com formas geométricas variadas. Apostar em um tom contrastante de boiserie também é uma boa pedida para conferir mais destaque ao item.

16. Adicionando charme ao ambiente integrado

Foto: Reprodução / Maurício Karam

Em um espaço amplo, com o uso de madeiras em tom escuro, nada melhor do que uma parede branca cheia de pompa e elegância. Aqui a composição com boiseries de tamanhos variados chama a atenção.

17. Seu design é versátil, variando tamanhos

Foto: Reprodução / Debora Aguiar Arquitetos

Utilizando-se em sua maioria de boiseries com tamanho avantajado, a parede que recebe a TV ganha um design diferenciado, respeitando a altura do eletrônico. Desta forma, a parede ganha ainda mais destaque.

18. Ambientes amplos ficam ainda mais belos

Foto: Reprodução / Maurício Karam

Com espaço de sobra, esta sala de jantar ficou ainda mais encantadora ao contar com boiseries para trazer elegância e sensação de continuidade ao cômodo. Destaque especial para o design diferenciado para abrigar a arandela.

19. Para destacar-se em um quarto predominantemente neutro

Foto: Reprodução / Espaço do Traço

Apesar de utilizar a mesma cor aplicada na parede toda, este elemento decorativo confere destaque à parede de cabeceira, já que esta é pintada com um tom mais escuro de bege em um quarto decorado com tons neutros.

20. Brinque com as proporções

Foto: Reprodução / Maurício Karam

Enquanto os boiseries aplicados no meio da parede possuem formato mais amplo, quadrado, os laterais foram confeccionados como um retângulo, trazendo mais charme ao ambiente.

21. Quanto mais detalhes, melhor

Foto: Reprodução / Gisele Taranto

Apesar da moldura tradicional possuir visual liso, nada impede em apostar em molduras trabalhadas, com desenhos esculpidos para garantir um visual ainda mais elegante e requintado.

22. Na cor branca, para deixar que os objetos brilhem na decoração

Foto: Reprodução / Maurício Karam

Para quem não abre mão deste item na decoração, mas ainda prefere dar maior destaque para os objetos decorativos, uma boa dica é apostar em uma parede de boiseries na cor branca.

23. A madeira também tem vez

Foto: Reprodução / Roberto Migotto

Se ao invés de parede pintadas o ambiente utilizar-se de painéis de madeira para a decoração, nada mais justo do que lançar mão de boiseries confeccionados no mesmo tom e material para um visual cheio de estilo.

24. Os detalhes fazem a diferença

Foto: Reprodução / Maurício Karam

Novamente a opção por molduras com detalhes esculpidos no próprio material transforma completamente o visual de uma parede branca. A arandela em dourado e branco complementa o conjunto.

25. Marcando estilos

Foto: Reprodução / Melina Romano

Apesar de ser originalmente associado ao estilo de decoração clássico, este projeto é um exemplo de como o boiserie pode ser utilizado também em composições mais contemporâneas.

26. Menor espessura para um visual mais discreto

Foto: Reprodução / Babi Teixeira

Além dos designs diferenciados, outra possibilidade se você não abre mão deste item decorativo, mas busca algo mais discreto, é apostar em molduras mais finas, como nesse exemplo.

27. Cinza e branco, dupla de estilo

Foto: Reprodução / Ronaldo Rizzutti

Como a decoração em tons de cinza nunca sai de moda, nada melhor do que associá-la ao branco para garantir ambientes neutros e cheios de personalidade e estilo.

28. Molduras amplas garantem um toque especial à paredes brancas

Foto: Reprodução / Babi Teixeira

Outra opção que utiliza boiseries com uma espessura mais fina e um tamanho maior para um resultado mais discreto, porém adicionando um diferencial à decoração do ambiente.

29. Destacando o delicado quadro

Foto: Reprodução / Janaina Macedo Interiores

Com o objetivo de conferir destaque e um visual ainda mais belo, aqui um quadro pintado à mão é posicionado bem no meio da moldura, ganhando uma iluminação toda dedicada à arte.

30. Adicionando neutralidade em um quarto com muitos detalhes

Foto: Reprodução / Babi Teixeira

Como este quarto infantil recebeu um papel de parede com presença marcante e a mesma estampa da roupa de cama, nada melhor do que aplicar boiserie na metade inferior da parede para equilibrar o cômodo.

31. Designs diferentes em paredes diferentes

Foto: Reprodução / Maurício Karam

Neste ambiente, como a cabeceira da cama possui design imponente, cheia de detalhes, a parede que a recebe utiliza um modelo de boiserie mais discreto, enquanto a parede lateral elegeu o modelo tradicional para manter a mesma linha de decoração.

32. A poltrona é o destaque

Em um ambiente cheio de referências clássicas, com boiseries esculpidos e lareira de mármore, a poltrona com um design que mescla modernidade e design clássico é o grande destaque.

33. Emoldurando os quadros na parede

Foto: Reprodução / Carol Miluzzi

Como o intuito do boiserie é destacar um item, nada melhor do que utilizar composições variadas com quadros de tamanhos e formatos diferentes para deixar o visual ainda mais interessante.

34. Um cantinho cheio de charme

Foto: Reprodução / Michele Luz

Para o quarto do bebê, o cantinho da amamentação ganha destaque com uma poltrona em estilo clássico e boiseries mais detalhados, com desenhos entalhados na própria madeira para um visual ainda mais rico.

35. Também presente no estilo escandinavo

Foto: Reprodução / Roberta Banqueri

Em um quarto com referências nórdicas, como a cabeceira de ferro preta, o pelego aos pés da cama, o tom de cinza predominante e as almofadas em crochê, o boiserie também tem vez, demonstrando toda sua versatilidade.

36. Tons vibrantes ficam lindos com a técnica

Foto: Reprodução / Cris Schmitz

Este ambiente não possui referências clássicas, mas também conta com este item decorativo para incrementar a decoração. O tom vibrante da parede contrasta com o tom presente nos móveis, enriquecendo o visual da sala.

37. Adicionando uma graça no quarto

Foto: Reprodução / Sesso & Dalanezi Arquitetura

Como o ambiente é pequeno e a cama ocupa grande parte do espaço livre, nada melhor do que adicionar a técnica na parede acima da cabeceira, adicionando um detalhe cheio de estilo ao cômodo.

38. Para um visual mais clean, porém sem perder o estilo

Foto: Reprodução / Fernanda Zanella

Com o intuito de manter o visual sem muito detalhes, mas adicionando uma bossa ao visual, o boiserie foi aplicado na metade inferior da parede em contraste com a cor branca, contrastando-se com a outra metade.

39. Recriando os grandes clássicos

Foto: Reprodução / Atelier Sixto

Este ambiente parece ter saído de um filme que retrata os grandes salões da realeza. Com referências totalmente clássicas e espaço amplo, é a opção ideal para os amantes deste estilo.

40. Misturando estilos decorativos

Foto: Reprodução / Ap Diário por Camila Opieco

Com a técnica aplicada no canto da parede da cabeceira e na parede lateral, aqui novamente o boiserie mistura-se muito bem com o estilo de decoração nórdico, abusando da cor cinza e de pendentes em cobre.

41. Clássico do lustre à cabeceira

Foto: Reprodução / Nosso sobradinho

Um belo exemplo de ambiente utilizando a decoração clássica sem necessariamente parecer que saiu de um filme antigo. Aqui as referências vão desde a cabeceira até a parede com boiseries e ao lustre.

42. Integrando as salas com estilo

Foto: Reprodução / Milena Rágis Arquitetura

Neste espaço integrado de sala de estar e jantar, o boiserie causa aquela sensação de continuidade ideal para o ambiente amplo, sem deixar de lado toda a beleza e estilo proporcionados pelo item.

43. Com o interior em outro tom

Foto: Reprodução / Camila Klein

Enquanto a maior parte da parede possui um tom claro, o interior da moldura do boiserie ganhou tom mais escuro, contrastante com o auxílio do papel de parede, resultando em um visual mais interessante.

44. Uma pequena galeria de fotos

Foto: Reprodução / NIX Design

Com espaço especial para guardar os momentos especiais da família, o centro do boiserie ganhou a função de destacar uma pequena galeria de fotos. Para não pesar o visual, fotografias em preto e branco.

45. O espelho ganha destaque

Foto: Reprodução / Thais Carvalho

Ao ser aplicado em uma moldura praticamente do mesmo tamanho, o imponente espelho dourado ganha destaque, tornando-se o diferencial em um ambiente em tons de branco e verde.

46. Uma parede com pompa e elegância

Foto: Reprodução / Francesco Lopez

O mesmo boiserie aplicado através de painéis de parede também fazem a diferença no móvel embutido, conferindo a impressão de amplitude e unidade ao cômodo.

47. Um belo trabalho em gesso

Foto: Reprodução / Tineke Triggs

Apara adicionar diferentes níveis na parede, resultando em um visual mais belo, o trabalho com boiseries foi feito em gesso branco, seguindo o mesmo tom e desenho em todas as paredes.

48. Visual delicado para a pequena

Foto: Reprodução / Bandeira Barcelos Arquitetura

Muito utilizado também em quartos infantis, o boiserie garante um visual delicado, ideal para ser associado com itens decorativos mais clássicos, como tom pastel e lustres variados.

49. Brinque com composições diferentes

Foto: Reprodução / Nelson Kabarite

Para fugir do óbvio e conquistar um visual mais descontraído, ignore as barreiras das molduras na hora de criar composições com quadros na parede. Solte a imaginação e crie um resultado cheio de personalidade.

50. Com rodapé no mesmo tom

Foto: Reprodução / Escritório Junior Pacheco

Apesar do piso ser de madeira em tom claro, o rodapé escolhido possui cor branca, a mesma utilizada nas molduras do boiserie, destacando-os na parede cinza e embelezando o ambiente.

51. Que tal um trabalho de pintura diferenciado?

Foto: Reprodução / Estúdio Uvva

Para deixar o ambiente mais descontraído e jovem, a parede que recebeu a aplicação de boiserie ganhou a técnica de pintura em ombré, iniciando com um tom mais forte de rosa na extremidade inferior e clareando progressivamente.

52. Destacando objetos decorativos

Foto: Reprodução / AHPH Arquitetura e Interiores

Aplicado na parede que acomoda o berço, as duas molduras proporcionam destaque especial para os itens decorativos fixados à parede. Pintadas em branco, sobressaem-se sobre o papel de parede rosa.

53. Especialmente feito para o criado-mudo

Foto: Reprodução / NaToca Design

Com o formato e largura ideal para abrigar o criado-mudo, o boiserie em tamanho menor garante destaque ao móvel. Já o modelo em maior tamanho possui espaço reservado para a arandela.

54. Presente do banheiro…

Foto: Reprodução / C’era Una Volta Il

Não há restrições de uso para esta técnica, podendo ser aplicada em qualquer cômodo do lar. Aqui um belo exemplo de como um banheiro pode ficar ainda mais interessante com o boiserie.

55. …ao hall de entrada

Foto: Reprodução / Escritório Junior Pacheco

Assim como o exemplo anterior, este projeto reafirma a versatilidade deste item decorativo, podendo contar com designs, tamanhos e materiais diferentes para deixar qualquer ambiente mais encantador.

56. Associando um tom marcante, com preto e branco

Foto: Reprodução / Mariani Design

Sendo aplicado somente na metade inferior do cômodo, recebe o mesmo tom de azul turquesa que a parede, e complementa a composição de itens em preto e branco deste lindo banheiro.

57. Mesclando épocas com estilo

Foto: Reprodução / Simone Villela Arquitetura

Enquanto este item possui estilo datado do século XVIII, o papel de parede de bolinhas se fez muito presente na década de 60, mesclando épocas diferentes e muita personalidade.

58. Varie os formatos das molduras

Foto: Reprodução / Patrícia Ribeiro de Assis

Embora o formato quadrado ou retangular longitudinal sejam os mais comuns, vale apostar em tamanhos e disposições diferenciadas, como neste exemplo, onde o nome da criança é emoldurado pelo boiserie.

59. Aliado a um bom projeto luminotécnico

Foto: Reprodução / Kaline Tomé

Aplicado na parede que recebe a TV, os boiseries ganham disposição vertical nas laterais do painel, garantindo espaço reservado para as amplas arandelas e sendo acompanhados por um nicho que acomoda itens decorativos.

60. Destacando objetos diferentes

Foto: Reprodução / Piloni Arquitetura

Enquanto os boiseries laterais emolduram completamente os espelhos verticais, o central ficou responsável para garantir mais beleza e destaque para a delicada composição com quadrinhos de formato oval.

Com a capacidade de destacar objetos decorativos, transformar o visual de uma parede neutra, ou ainda trazer mais encanto ao utilizar elementos ornamentados e contrastantes, o boiserie é uma ótima opção para incrementar o visual do seu lar, conferindo mais charme e requinte a qualquer ambiente. Aposte!

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS