Pátina: passo a passo para aprender a fazer em casa e 36 inspirações

Escrito por Mariana Keller

Foto: Reprodução /Marina Linhares

A pátina é uma forma de acabamento muito usada na decoração, principalmente para as pessoas que curtem o estilo retrô. Ela é responsável por proporcionar uma aparência mais antiga para os móveis. Esse efeito acontece devido a uma técnica de pintura, que é responsável por envelhecer as superfícies, valorizando o aspecto desgastado e imperfeito. A pintura pátina pode ser aplicada sobre diversos tipos de superfícies, como madeira, metal ou até mesmo em paredes e chão. Porém, os móveis de madeira são os mais usados para essa técnica, pois causam aquele efeito mais rústico, fazendo uma linda combinação com a pintura envelhecida. Ela pode ser aplicada em qualquer tipo de madeira, desde as maciças até o MDF.

A pátina é uma ótima solução para renovar e dar uma outra cara para aquele móvel ou objeto que está meio esquecido em casa. É possível restaurar camas, mesas, cômodas, penteadeiras, armários, caixinhas e o que mais você desejar. Esse trabalho artesanal é bem fácil de colocar em prática e ajuda a reaproveitar até mesmo aqueles móveis que já estão fora de moda. A regra básica para fazer uma pátina é pintar seu móvel de uma cor qualquer e, com base nesta cor, escolher um outro tom mais claro ou mais escuro para misturar. As cores mais usadas nesta técnica são o branco e o bege, mas você também pode mesclar cores mais alegres e deixar a peça restaurada ainda mais original. A partir daí, o segredo do efeito envelhecido, característico dessa pintura, pode ser feito de várias formas: com pincéis de cerdas duras, palha de aço, ceras, parafinas, velas ou até mesmo com pedaços de vidro.

Existe uma grande variedade de formas de se fazer essa técnica, e o mais interessante é que cada pátina é única, e cada pessoa faz de uma forma. Gostou da ideia e quer aprender a fazer? Confira abaixo nossas dicas e o passo a passo para aplicar a pátina e transformar os móveis da sua casa.

Passo a passo: como fazer pátina provençal

A pátina provençal é um dos tipos de pátina mais usados em artesanato, e também um dos mais simples de fazer. A característica principal deste estilo é que a superfície do móvel fica toda pintada, enquanto as quinas e bordas ficam com a aparência desgastada. Além disso, na pátina provençal tradicional o fundo é sempre marrom escuro, porque seria a cor original da madeira, e a cobertura é normalmente branca ou de alguma cor bem clarinha. O estilo provençal ajuda a redecorar seus móveis, dando aquele ar envelhecido e romântico.

Material necessário:

  • Três tipos de lixa: grossa, média e fina
  • Um pincel redondo, um pincel achatado pequeno e um achatado largo
  • Uma esponja áspera, um tecido macio, palha de aço nº00 e nº 000
  • Tinta PVA branca
  • Duas tintas em dois tons, um mais claro (de preferência o branco) e outro um pouco mais escuro, na cor desejada

Passo 1 : Lixe a peça e limpe bem

Foto: iStock

Lixe toda a peça com a lixa mais grossa para tirar todo o verniz e outros tipos de produtos possíveis. Esse processo serve também para deixar a madeira bem porosa para receber a nova pintura. Lixe cada cantinho e não esqueça das frestas, dobras e relevos. Limpe a poeira e lixe uma segunda vez com a lixa média. Limpe bem novamente e lixe pela terceira vez com a lixa mais fina. Procure lixar sempre no mesmo sentido, para que o resultado final seja ainda mais satisfatório. Após lixar, limpe bem a peça com um pano úmido e remova todo o pó.

Dicas:

  • Para fazer qualquer tipo de pátina, é imprescindível ter uma superfície bem limpa. Se você pensa em trabalhar em um móvel que já tenha uma cobertura (de tinta, verniz ou cera), lembre-se de que terá que retirar tudo antes de começar a pintar. Use o removedor adequado para o produto que quer retirar e deixe sua peça bem limpinha, pode ser um soprador ou um removedor de tintas líquido ou em gel.
  • Antes de começar a pintar definitivamente, faça um teste numa pequena superfície escondida do seu móvel, para evitar qualquer problema.

Passo 2: Prepare o fundo para a pintura

Foto: iStock

Esta etapa é muito importante, pois se você não preparar o móvel devidamente antes de fazer a pintura final, a tinta pode descascar muito fácil. Então, fique atento às orientações:

Com o pincel redondo passe a base PVA branca em toda a peça, você pode usar também uma trincha média, se preferir. Essa pintura não precisa ficar perfeita, mas não deve ficar nenhuma fresta em madeira. Pinte também os relevos e os buracos. Espere secar de 3 a 5 horas na sombra.

Depois de seco, use a palha de aço para lixar novamente. Ela é muito fina e vai retirar qualquer marca de pincel, deixando a superfície lisa para receber a tinta. Após o processo, limpe bem com um pano úmido.

Passo 3: Pintura

Foto: iStock


Depois da aplicação da tinta PVA branca, é hora de começar a pintura definitiva. Com o pincel achatado largo, pinte todo o objeto com a tinta mais clara – normalmente a cor branca, no caso da pátina provençal tradicional. Nas frestas e relevos use o pincel achatado estreito. Deixe secar por até dois dias se for preciso. Após a primeira demão de pintura, pode até parecer que a peça está mal pintada, mas não se assuste! Isso acontece porque a tinta é mais absorvida em algumas partes, e em outras, menos.

Depois de seco, com o pincel estreito, pinte com a tinta mais escura de sua preferência os relevos e os pontos onde quer dar o destaque do desgastado. Mais uma vez espere secar muito bem.

Dicas:

  • Tinta esmalte à base de água é uma ótima opção para esse tipo de pintura. Ela não tem cheiro forte e tem secagem rápida. Se você gosta de um efeito mais brilhoso, pode optar pelo esmalte acetinado, que proporciona um acabamento com semi brilho.
  • Você também pode usar tintas para artesanato, mas em peças maiores é mais recomendável as tintas comuns, pois elas rendem mais. Os preços são mais acessíveis e elas são vendidas em quantidades maiores.
  • É possível usar qualquer cor, mas o estilo provençal usa obrigatoriamente o branco como cor predominante. A combinação com tons pastéis fica linda nesse estilo de pátina.
  • Evite pincelar muitas vezes no mesmo local, pois o pincel começa a tirar a tinta fresca que já foi aplicada. Faça movimentos de vai e vem, cobrindo uma parte, e depois passe logo para a outra superfície, ainda sem pintura.

Passo 4: Desgastando a peça

Foto: iStock

É aqui que fazemos propriamente o efeito da pátina. Depois que a tinta secar bem, lixe mais uma vez com a palha de aço e vá retirando as camadas de tinta, com menos força onde deseja que o branco permaneça, e com mais força onde deseja que a madeira venha à tona. É isso que dará o efeito de desgaste para o seu objeto. Alguns lugares ficarão mais certinhos do que outros, e é justamente essa diferença que dá o charme da pátina.

Se você quiser dar um ar ainda mais envelhecido para a peça, dilua um pouco da sua tinta mais clara em água. Com o pincel largo, dê pinceladas no objeto ou no móvel e imediatamente limpe o excesso com um pano seco. Vai parecer que está manchando, mas é exatamente esse o efeito que deve ter. Depois de bem seco, use a lixa fina para desgastar bem os relevos, bordas e quinas da sua peça, deixando a madeira bem à vista. Esse é o charme da pátina! Depois de finalizado, você vai ver diferentes nuances de cores, da madeira até a cor mais clara, e o efeito antigo ficará bem mais aparente.

Dicas:

  • Não é necessário passar verniz, pois a pátina provençal não usa esse acabamento, mas se você fizer questão, use verniz à base de água.
  • Para quem quiser mais opções para a raspagem além da palha de aço e das lixas, pode usar também ceras, parafinas, velas e pedaços de vidro. O efeito que cada um desses itens proporciona é diferente e único. O vidro é uma opção bastante interessante, principalmente para raspar as quinas e as divisórias do móvel, pois a tinta sai super fácil. Porém, não esqueça de usar luvas para não correr o risco de se cortar.

Tipos de pátina

A pátina tem muitas variações de estilo, cores e técnicas, podendo, inclusive, misturá-las até conseguir o efeito desejado no móvel ou no objeto que você deseja trabalhar. Conheça agora alguns dos estilos de pátina mais utilizados:

Pátina colorida

Foto: Reprodução /Além Da Rua Atelier

Na pátina colorida, você pode combinar toda a sorte de cores que desejar ou até mesmo escolher apenas uma cor viva e vibrante. Assim, você causa um efeito envelhecido, mas ao mesmo tempo, cheio de vida. Essa estante serviu como um cantinho para bebidas com espaço reservado para adega e tudo. As cores deram um toque criativo para o móvel e ainda fez uma ótima combinação com a cadeira também colorida.

Pátina de demolição

Foto: Reprodução /Ateliê da Lulu

A pátina de demolição é bem desgastada e não tem brilho. Ela combina principalmente com o acabamento de móveis de fazenda e casas com estilo mais campestre, já que a mistura desse estilo de pintura com a madeira de demolição deixa o ambiente ainda mais rústico. Como é possível ver neste conjunto de banco e mesinha de centro, neste tipo de pátina, a pintura é bem marcada e ainda mais imperfeita.

Pátina envelhecida

Foto: Reprodução /Patrícia Vaz

Como já vimos anteriormente, todos os tipos de pátina causam o efeito de envelhecimento nas peças. Porém, a técnica da pátina envelhecida realça ainda mais esse desgaste, como se ele fosse natural devido ao tempo de uso. Essa pátina também permite a combinação de muitas variações de cores e tons, mas o ideal é que se use o tom sobre tom justamente para realçar o efeito do desgaste natural. Esse estilo é perfeito para oratórios, imagens sacras, arcas, relicários, molduras de quadros, etc.

Pátina lavada

Foto: Reprodução /Sarah Rayala

A pátina lavada, normalmente, também é feita no tom sobre tom ou com tons complementares com uma diferença suave entre eles. Escolha uma tonalidade diferente da cor já pintada e vá diluindo lentamente em água, até que fique uma tinta bem aguada. Aplique-a sobre a base pintada e limpe o excesso com um pano seco. É esse processo que dará o efeito de lavado. Essa cômoda vintage ficou ainda mais charmosa com essa pátina azul clarinha.

Pátina mexicana

Foto: Reprodução /Além Da Rua Atelier

A pátina mexicana também é cheia de cores. A diferença dela para a a pátina colorida, é que aqui as cores são todas mescladas e misturadas de uma vez só, o fundo é bem colorido e a cobertura mais clara. É uma ótima opção para quem deseja evidenciar as características de um móvel bem desgastado. Normalmente as cores mais usadas são o vermelho, o laranja e o amarelo, mas todos os tipos de cores são bem-vindos.

Pátina provençal

Foto: Reprodução /Restaurarte

A pátina provençal, como já explicamos, leva a cor branca como como base principal e é inspirada no charme e na elegância dos móveis antigos da região de Provença, no Sul da França. O estilo provençal mistura elementos românticos e rústicos. Neste exemplo, vemos que além da pátina, as cadeiras também fazem parte do mesmo estilo e o conjunto fez uma linda composição.

36 ideias de móveis e objetos com pátina para você se apaixonar

Confira agora algumas peças com pátina para você se inspirar e começar a fazer em casa.

1. Mesas e cadeiras renovadas

Foto: Reprodução /Virgínia Rodrigues

Esse lindo conjunto de mesa e cadeiras ganhou um toque especial com a pátina colorida. Um detalhe interessante é a combinação de dois tipos de designs diferentes das cadeiras, que também receberam estilos de pinturas diferentes, dando um ar ainda mais despojado para o ambiente. Além disso, a escolha das cores ficou bem brasileira, não é mesmo?

2. Cantinho especial para as plantas

Foto: Reprodução /Caladium artes

Esse vasinho de planta ganhou um cantinho mais do que especial. O caixote de feira foi pintado com pátina, preso na parede como se fosse um quadro e ainda ganhou uma linda mensagem motivadora. Além disso, a pintura com diferentes tons de verde combinou perfeitamente com a planta.

3. Linda combinação de mosaico e pátina

Foto: Reprodução /Além Da Rua Atelier

Esse banco de madeira de demolição foi restaurado com mosaico e pátina. Como já foi explicado, a pátina na madeira de demolição tem esse aspecto mais fosco e deixa o estilo rústico ainda mais charmoso. Além do visual renovado, a peça deixou o ambiente com mais expressão, bom gosto e exclusividade.

4. A varanda ficou mais charmosa

Foto: Reprodução /Renata Romeiro

Esse móvel antigo ganhou mais vida depois da pintura com pátina envelhecida. Na varanda, ele ficou com a função de suporte para vasos de plantas e outros adereços decorativos. Deixe os seus móveis antigos com um acabamento envelhecido, charmoso e autêntico através dessa técnica.

5. A escolha das cores faz toda a diferença

Foto: Reprodução /Histórias de Casa

Você pode escolher as cores que quiser para aplicar a pátina, mas lembre-se sempre de levar em consideração o restante da decoração da sua casa, para que faça uma combinação harmoniosa. Aqui, o pequeno aparador ganhou a cor azul esverdeada, fazendo uma linda combinação com os objetos decorativos que repousam em sua superfície.

6. Uma bandeja cheia de estilo

Foto: Reprodução /Tanarte

Essa bandeja foi pintada com a técnica da pátina provençal. Repare como as bordas estão bem desgastadas. No interior, podemos ver mais uma vez a combinação com mosaicos e também com azulejos decorados, dando ainda mais autenticidade para a peça.

7. Crie peças originais e cheias de personalidade

Foto: Reprodução /Veronica Ratto

Essa moldura não ficou super autêntica com a combinação de pátina e colheres decorativas? Ela pode ser usada como uma espécie de quadro na parede da copa ou até mesmo ser usada na cozinha, como suporte para pano de prato.

8. A pátina deixou a caixinha ainda mais delicada

Foto: Reprodução /Dayana Cardoso

Aqui, o destaque vai para a linda combinação de cores do azul turquesa com o dourado, fazendo um belo efeito de ouro velho. Essas caixinhas também são super fáceis de pintar e ficam lindas com pátina. Além disso, elas tem diversas utilidades e podem decorar diferentes tipos de ambientes e cômodos. Essa da foto é usada para guardar chá.

9. A coleção de canecas merece um móvel especial

Foto: Reprodução /Dona Dorcas Atelier

Canecas são úteis e também são ótimos acessórios decorativos, não é à toa que muita gente faz coleção delas. Porém, toda boa coleção merece um lugar especial para que os objetos fiquem bem organizadinhos e expostos. E que tal esse lindo móvel com pátina assumindo o cantinho do café? A cor clara deu ainda mais destaque para as canecas.

10. Um mimo para os santinhos

Foto: Reprodução /Além Da Rua Atelier

Oratórios e mini capelas são objetos que ficam lindos com pátina, pois nos remetem a épocas antigas. Neste exemplo, as portinhas do oratório também ganharam uma linda e delicada pintura de flores e acima, na cruz, um acabamento em mosaico espelhado. O espaço para as orações ficou bonito e charmoso.

11. O chão também pode ser pintado com pátina

Foto: Reprodução /Parador Parke

Uma ótima forma de restaurar aquele chão de madeira que já está todo descascado e sem vida é aplicando a pátina. Assim, ele vai continuar com aquela cara de envelhecido, mas com muito mais charme e beleza. Essa tábua corrida com pátina de tons claros combinou perfeitamente com a decoração da sala e ainda aumentou a sensação de conforto.

12. Conjunto de móveis para deixar a sala ainda mais bonita

Foto: Reprodução /Harley & Lola

Nesta sala, todos os móveis de madeira receberam a mesma pátina, formando um conjunto muito harmonioso. A combinação com o chão de madeira deixou o ambiente ainda mais rústico, porém, ao mesmo tempo, os detalhes em ferro preto dos móveis deram um ar mais moderno para o local.

13. Mesinha clássica e romântica

Foto: Reprodução /A1 Lofts and Extensions

A pátina pode ser feita em qualquer superfície, mas a técnica fica ainda mais bonita em móveis antigos e com ar mais clássico, como cômodas de estilo colonial, penteadeiras, criados-mudos, escrivaninhas, ou mesas de estilo provençal, como esta mesinha da foto. O design clássico ficou lindo com a pátina, dando aquele ar de shabby chic para o quarto.

14. Ótima ideia para vasos de plantas

Foto: Reprodução /ArteLivre

Que tal esses vasinhos de madeira patinados? Você pode colocar diferentes tipos de planta e dar mais vida e personalidade para a sua casa. Neste exemplo, foram usadas suculentas e cactos, que contribuem ainda mais para  aquele toque de rusticidade em conjunto com a pátina.

15. Uma ideia criativa

Foto: Reprodução /Tanarte

Se você tem porta-correspondência em casa, pode personalizá-lo deixando o cantinho das cartas super criativo e alegre. Aqui, além da pátina, também foi usada a técnica da decoupage com imagens relacionadas ao tema viagem. Não ficou uma graça?

16. Um charme a mais para o cantinho da máquina de costura

Foto: Reprodução /Além Da Rua Atelier

Costurar é uma verdadeira paixão para muitas pessoas. Então, por que não deixar esse instrumento de trabalho mais bonito e charmoso? Essa base de máquina de costura ganhou um tampo rústico feito com pátina envelhecida. A pintura destacou ainda mais os lindos e desenhados pés da mesa.

17. Porta moderna e elegante

Foto: Reprodução /Trigg-Smith Architects

A pátina costuma dar um ar mais rústico para os ambientes, mas não é por isso que ela não pode combinar com decorações mais modernas e sofisticadas também, tudo depende de como você vai usar. Essa porta, por exemplo, é super elegante e combinou perfeitamente com a pátina. O desenho das grades, que lembra uma folha, fez a escolha da cor verde ser ainda mais assertiva.

18. Um toque especial para o aparador do sofá

Foto: Reprodução /Laly Lezcano

Aparadores atrás do sofá já deixam a decoração com uma cara muito mais moderna e autêntica, quando são pintados com pátina então, o ambiente ganha muito mais personalidade. Aqui, foram usados tons de bege e branco, uma das combinações mais populares da pátina.

19. Um banho de banheira com estilo

Foto: Reprodução /Restylexl

Quem não gosta de relaxar em um delicioso banho de banheira após um dia estressante e conturbado? Nesse banheiro, o banho se torna ainda mais gostoso por conta da linda decoração. A pátina do armário da bancada e da moldura do espelho deixou o ambiente mais acolhedor.

20. Delicado oratório de pátina lavada

Foto: Reprodução /Studio Sócrates Rezende

Temos aqui um lindo trabalho artesanal. A Nossa Senhora de Fátima em terracota recebeu uma pintura especial de pátina lavada e o interior do oratório, feito com madeira ecológica, tem acabamento nos tons pastéis de azul e verde. A peça ficou linda enfeitando a parede.

21. Um banco versátil e alegre

Foto: Reprodução /Cheiro de Quintal

A pátina é excelente para dar uma nova aparência aos móveis e disfarçar imperfeições. Esse banco estilo veneziana foi feito com madeira de reaproveitamento e ficou muito mais alegre e vívido com a cor amarela. Destaque para as bordas e quinas bem desgastadinhas, uma das características principais da pátina.

22. Pátina envelhecida em um lindo cantinho para o café

Foto: Reprodução /Sopatina

A pátina pode ser feita em diferentes superfícies, mas a madeira ainda é o tipo de material que mais recebe essa técnica. E quando se trata da pátina envelhecida, a madeira é ainda mais cotada. Esse cantinho do café ficou uma graça com a combinação da pátina com os outros elementos decorativos.

23. Cachepot com pátina provençal

Foto: Reprodução /Empório da Arte

Os cachepots são recipientes com inúmeras utilidades, modelos, cores e tamanhos diferentes. Normalmente, eles são usados como vasos de plantas e ficam lindos em qualquer ambiente da casa. Neste exemplo, ele foi pintado com a técnica da pátina provençal, com as bordas bem definidas em madeira e a cor branquinha.

24. Armário rústico e marcante

Foto: Reprodução /Magnolia Homes

O sucesso da pátina é a prova de que as marcas do tempo são muito charmosas e bonitas. A técnica pressupõe idade, tempo passado e desgaste. Esse armário parece que foi bastante maltratado pelo tempo, mas na verdade, o segredo para esse lindo efeito foi causado pela técnica da pátina.

25. Com a pátina é possível dar uma nova cara para móveis usados

Foto: Reprodução /Além Da Rua Atelier

Se você curte decorações com um ar mais retrô, a pátina é uma solução perfeita para renovar o ambiente mantendo a pegada vintage proposta por esse método de pintura. Tem um móvel usado e sem graça e não sabe o que fazer com ele? Faça uma linda pátina e aproveite para decorar aquele cantinho meio sem vida da casa.

26. Um oratório cheio de flores

Foto: Reprodução /Tanarte

Aqui, podemos ver mais um exemplo de combinação de pátina com decoupage. Neste caso, a pátina é bem sutil e quase não é perceptível, está presente apenas nos detalhes. Esse estilo mais discreto de pátina também faz bastante sucesso e é usado por muitas pessoas.

27. Um espelho que se destaca

Foto: Reprodução /Jane Kim Design

Esse espelho é o grande destaque da decoração deste lavabo, não só pelo tamanho, mas também pela linda parede de pátina verde que o acompanha. Esse tom fez uma combinação incrível com a bancada e o chão de madeira. Por falar na bancada, ela também recebeu uma pátina suave com tons de verde e cores escuras, que causam o efeito de madeira manchada.

28. Cômoda antiga renovada pela pátina

Foto: Reprodução /Perfectly Imperfect

Além de embelezar e dar uma cara diferente na decoração dos móveis, a pátina também serve para proteger a superfície que foi pintada, criando um visual atraente e agradável. O efeito desbotado e riscado consegue inovar o acabamento de uma peça, deixando-a com um charmoso aspecto provençal e envelhecido.

29. Mais um lindo suporte para as plantinhas

Foto: Reprodução /Sopatina

Usar vasos de flores suspensos é uma forma muito charmosa de decorar os ambientes e está cada vez mais popular, principalmente em áreas externas e que recebem muita luz. Aqui, o suporte ficou por conta desta moldura de janela antiga que ficou ainda mais bonita com a pátina colorida. Perceba que a janela ao lado também foi pintada com a mesma técnica.

30. Cozinha ampla e harmoniosa

Esta linda cozinha ampla e iluminada ficou um charme com a pátina nos armários, gavetas e janelas. Aqui, o efeito da pátina ficou bem suave, mas ainda assim chama a atenção. O azul utilizado é belo e vívido e combinou muito bem com o restante da decoração.

31. Suporte para ferro com pátina e stêncil

Foto: Reprodução /Tanarte

Como vimos na maioria dos exemplos, a pátina é muito usada em móveis e objetos de madeira, mas ela também pode ser feita em peças de metal e ferro. Essa portinha recebeu a popular pátina branca e ainda ganhou detalhes em stêncil floral. A combinação ficou linda, né?

32. Pátina branquinha na parede do quartinho de bebê

Foto: Reprodução /Juliette Doces e Decor

O quartinho da bebê ganhou um toque especial com essa pátina na parede bem suave e sutil. A cor branca é predominante e fez uma linda combinação com os diferentes tons de rosa. Este exemplo mostra que esta técnica também cai muito bem para a decoração infantil.

33. Uma casa de campo mais do que estilosa

Foto: Reprodução /Ferraro Habitat

A decoração desta casa de campo é de extremo bom gosto e super aconchegante. A escolha das cores da pátina do aparador de madeira combinou perfeitamente com a paleta de cores do ambiente. Sério, não dá vontade de largar tudo e ir para lá?

34. Mais um exemplo de pátina na porta

Foto: Reprodução /Priscila Boldrini

Aqui, vemos mais um exemplo de pátina na porta. A rusticidade da pátina e da mesa de centro faz um balanço na medida certa com os móveis de couro já existentes no espaço. Sua porta de casa está precisando de uma boa reforma? Considere dar uma recauchutada com a pátina, o efeito fica incrível!

35. Sustentabilidade e beleza

Foto: Reprodução /Artesãna

Caixotes de feira podem ser reaproveitados e ganhar diversas funções em casa. Além disso, também se tornam ótimos elementos decorativos. Neste exemplo, o caixote virou criado-mudo e ganhou uma bela pintura em pátina branca. Assim, você contribui com o meio ambiente e ainda deixa sua casa mais bonita e autêntica.

36. Sala confortável e convidativa

Foto: Reprodução /Home Deco Decoración

A pátina pode ser feita de várias cores, mas os tons clarinhos são os mais usados, pois combinam com diferentes tipos de ambientes. Vale destacar que as combinações de cores mais utilizadas são o branco com bege, o branco com marrom e o branco com preto.

E aí? Que tal experimentar a pátina na sua casa? Com o tempo os móveis vão ficando com um aspeto gasto e feio e precisam de uma reforma. Esta é uma ótima técnica para renová-los e deixá-los com um estilo romântico e rústico ao mesmo tempo. Comece com aquela peça velhinha que estava para ser descartada e surpreenda-se! Nada melhor do que a prática para conseguir alcançar resultados cada vez melhores. Uma maneira simples e econômica de renovar a sua decoração!

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS