Quais os tipos de piso mais indicados para usar na cozinha?

Escrito por Mariana Bianchini

Foto: Reprodução / Almadra Planejados

Continua após o anúncio



Os principais fatores que devem ser levados em consideração na hora de escolher o tipo de piso certo para a cozinha são sua resistência e praticidade. “Os pisos para cozinha precisam ter praticidade para a manutenção do dia a dia”, aponta a arquiteta Flávia Medina.

A cozinha é um ambiente da casa que está em constante contato com gordura, fumaça, água e restos de comida, então o revestimento do cômodo deve ser durável e fácil de limpar. Cada detalhe decorativo da cozinha precisa ser prático e funcional, já que essas são características necessárias e quase intrínsecas ao ambiente.

Por outro lado, de acordo com a também arquiteta Inah Mantovani, todo o projeto deve ser pensado ao escolher o melhor piso para a cozinha. “É preciso pensar nas cores predominantes, no estilo desejado para a cozinha e nos detalhes presentes no cômodo”, diz a profissional.

Existem diversos tipos de material, além de diferentes cores, desenhos e modelos de pisos para a cozinha no mercado. Para ajudar em sua escolha, confira dicas e inspirações sobre o assunto.

6 dicas para escolher o piso certo para sua cozinha

Foto: Reprodução / Inah Mantovani

Um cômodo ganha personalidade graças aos detalhes que são pensados com cuidado para compor o ambiente e o piso é um detalhe essencial. É necessário atenção para escolher o piso de um cômodo como a cozinha, que precisa de funcionalidade, então as arquitetas Inah Mantovani e Flávia Medina ajudaram a pontuar dicas importantes para escolher o piso certo para a cozinha.

1. Fuja do branco

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

“De onde veio a ideia de que o piso da cozinha tem que ser branco?”, questiona Flávia Medina. Hoje, existem pisos com diferentes cores e estampas que ficam bem nas cozinhas.

Continua após o anúncio



“O tom do piso deve buscar uma composição com o restante da decoração, seja se destacando através de motivos coloridos ou criando uma base neutra para que outros detalhes sobressaiam”, completa a profissional.

2. Cuidado com pisos escorregadios

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

É muito importante escolher um piso para a cozinha que não seja muito escorregadio porque sempre usamos água, óleo e alimentos gordurosos nesse ambiente. De acordo com Flávia Medina, devemos evitar escolher pisos com acabamento polido.

Inah Mantovani ainda diz que uma boa opção são os pisos antiderrapantes. “Mas é sempre importante ter cuidado, pois alguns são muito porosos e podem manchar com facilidade”, avisa a arquiteta.

3. Piso claro x piso escuro

Foto: Reprodução / Eduarda Corrêa

“Um ambiente com pisos mais escuros se torna mais elegante, sóbrio e às vezes até moderno. Enquanto um ambiente com piso em tons claros nos passa uma ideia de limpeza, organização, equilíbrio”, diz Medina.

A escolha depende dos outros acabamentos e detalhes definidos, da sensação que o morador deseja passar e também do tamanho do espaço, já que pisos escuros podem causar a impressão de um ambiente menor, enquanto pisos claros podem ampliar o cômodo.

4. Escolha pisos duráveis e fáceis de limpar

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

A cozinha é um ambiente que suja com facilidade e que lida com o uso diário de alimentos e produtos. Por esse motivo, o piso da cozinha precisa ser resistente ao contato com água e com gordura. Além disso, precisa também ser prático para limpeza.

Continua após o anúncio



5. Defina o estilo da decoração

Foto: Reprodução / IBD Arquitetura

A escolha tanto do material quanto da cor do piso depende do estilo definido para o ambiente. Ao ter uma decoração em mente é possível pensar qual tipo de piso se encaixa melhor com os outros detalhes.

Pisos de porcelanato podem representar elegância, pisos de madeira trazem um ar rústico e pisos de azulejo e pastilhas realçam aspectos vintage e retrô, por exemplo.

6. Considere as necessidades do espaço

Foto: Reprodução / D2N Arquitetura

É preciso pensar no espaço de sua cozinha como um todo e em quais são suas necessidades. Pisos claros, como já foi dito, podem ampliar ambientes pequenos. Pisos com estampas podem trazer vida a um ambiente simples ou podem trazer exagero quando o espaço já possuir muitos detalhes de decoração diferentes, por exemplo.

Se você for construir, pense no espaço disponível para esse cômodo e em como pretende decorá-lo. Se for apenas mudar o piso da sua cozinha, escolha um piso que entre em harmonia com o espaço que você já possui.

8 tipos de pisos para usar na cozinha

Existem diversos modelos de pisos no mercado, mas nem todos eles são ideais para a cozinha. Alguns materiais são mais indicados que outros para esse ambiente por sua resistência e durabilidade, como os materiais abaixo que estão presentes nas listas dos mais utilizados pelos arquitetos e designers de interiores para cozinhas.

Porcelanato

Foto: Reprodução / Érica Salguero

O porcelanato é um dos tipos de piso mais usado para revestir não só a cozinha, mas vários cômodos da casa. Flávia Medina aponta o porcelanato como um de seus revestimentos favoritos, “eu gosto muito da praticidade e versatilidade do piso de porcelanato. É um produto de alta resistência e baixa absorção e hoje em dia existe uma variedade impressionante de estampas e texturas”.

Continua após o anúncio



Esses pisos são opções duráveis e fáceis de limpar, utilizando água, detergente neutro e um pano úmido. Inah Mantovani alerta para o cuidado necessário com a manutenção do piso, “esses pisos podem manchar com facilidade, dependendo do modelo”, diz ela.

Cerâmica

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

Medina e Mantovani explicam que os pisos de cerâmica são bem menos resistentes do que o porcelanato e de vez em quando precisam de manutenção.

Porém, esse revestimento possui dois pontos positivos. O primeiro deles é preço, a cerâmica possui um custo mais acessível que o porcelanato, por exemplo. O segundo é a variedade de cores, texturas e modelos de pisos encontrados em cerâmica.

Mármore e granito

Foto: Reprodução / Paulinho Peres

Os pisos de mármore e granito “são práticos, fáceis de limpar e disfarçam a sujeira”, de acordo com Mantovani. São extraídos de rochas naturais e isso limita as opções de texturas, cores e estampam desse piso.

O granito é mais resistente a infiltrações que o mármore, e portanto mais recomendado também. Porém, ambos são opções modernas e funcionais.

Cimento queimado

Foto: Reprodução / Movdecor Planejados

Esses pisos são basicamente feitos com água, areia e cimento e por esse motivo possuem um custo mais barato que outros materiais. Eles colaboram para um ambiente rústico e moderno.

Por outro lado, Medina e Mantovani entram em consenso ao apontar a necessidade de atenção e cuidado com a limpeza desse piso. De acordo com Medina, “o cimento queimado pode apresentar trincas e pode se engordurar com facilidade”.

Piso epóxi

Foto: Reprodução / Soluções Industriais

O piso epóxi é muito fácil de limpar, além de ser higiênico e resistente. Quando bem conservado, tem alta durabilidade. As desvantagens desse tipo de revestimento são o alto custo do piso e a falta de empresas disponíveis para fazer a aplicação em ambientes pequenos.

Pastilhas

Foto: Reprodução / Casa Aberta

As pastilhas são um tipo de revestimento bastante resistente, sendo fabricado em diferentes tipos de materiais. A cerâmica, o vidro e a porcelana são os materiais mais indicados para o revestimento de cozinhas com, pastilhas.

Elas podem ser aplicadas todas de uma mesma cor ou pode ser feita uma combinação de cores, dando um ar despojado e alegre ao ambiente.

Ladrilho hidráulico

Foto: Reprodução / Portobello

O ladrilho hidráulico é uma opção vintage e retrô, devido aos desenhos, cores e texturas presentes nas peças. Ele é feito de forma artesanal e por isso pode ser personalizado especialmente para o projeto de acordo com os gostos e necessidades do cliente.

Esses pisos podem demorar a ficar prontos e podem ter um preço mais alto que outras opções de revestimento, já que são feitos artesanalmente.

Piso vinílico

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

Muitos projetos tem usado o piso vinílico para revestir cozinhas, porém as profissionais entrevistadas para essa matéria não costumam indicar essa opção. O piso vinílico é um adesivo de fácil aplicação e também de fácil limpeza, porém não pode estar em contato constante com a água por ser pouco resistente.

Um ponto à favor desse tipo de piso é a grande variedade de estampas que podem ser encontradas em forma de adesivo.

45 pisos para cozinha para encontrar a inspiração que faltava

Muitas vezes precisamos procurar ambientes para nos trazer inspiração e nos ajudar a encontrar exatamente o que procurávamos para definir um detalhe importante da decoração de nossa casa. Pensando nisso, as 45 cozinhas abaixo podem te ajudar na escolha do piso certo para a sua.

1. Ladrilhos hidráulicos do chão ao teto

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

Nesse ambiente, o mesmo revestimento foi utilizado no chão e em uma das paredes. A escolha foi o ladrilho hidráulico, com diferentes estampas em tons de branco e cinza que combinaram com o ar moderno e descolado da cozinha.

2. Pisos claros trazem equilíbrio

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

Os pisos claros são uma escolha certeira quando a intenção é destacar outros detalhes do cômodo. Eles equilibram as informações do espaço, como no cômodo acima em que os detalhes de madeira da mesa e a parede de azulejos se tornam pontos focais.

3. E podem trazer tranquilidade também!

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

Os pisos claros também são uma boa escolha quando o objetivo é criar um ambiente que exale leveza e tranquilidade. Eles são capazes de trazer aconchego, calma e delicadeza quando combinados com detalhes que colaborem para um espaço harmônico. O piso desse ambiente é o Munari branco, da Eliane Revestimentos e no revestimento da parede foi utilizado o Metrô Blue.

4. O piso desse ambiente realça o urbano

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

Nesse ambiente, foi utilizado o piso de porcelanato Flat com aspecto de cimento. Ele vai no chão e na parede, realçando o aspecto urbano e moderno criado no cômodo. A geladeira vermelha é responsável por quebras as cores neutras e se torna um ponto de destaque da cozinha.

5. Porcelanato em tons claros é uma escolha elegante

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

O porcelanato foi usado no ambiente acima e conseguiu trazer elegância e sofisticação ao cômodo. O tom claro do piso colabora com a leveza da cozinha, que é composta por cores neutras tanto nos armários e nas paredes quanto nos equipamentos.

6. A técnica marchetaria foi reproduzida no porcelanato nesse piso

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

A marchetaria é uma técnica que usa materiais como madeira, metais, pedras e outros para ornamentar superfícies planas de móveis, pisos e paredes. O piso da cozinha acima é de porcelanato e imita essa técnica em sua estampa.

7. O porcelanato ajuda a ampliar essa cozinha

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

O espaço dessa cozinha é limitado, por isso os responsáveis pelo projeto precisaram escolher objetos e decorações que funcionassem em uma cozinha pequena. A decisão de usar o piso de porcelanato branco com a superfície polida ajuda a ampliar o ambiente.

8. Os detalhes em marrom ganham destaque com o piso claro

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

O piso branco escolhido para essa cozinha combina com as paredes e móveis claros do cômodo, deixando o destaque do ambiente por conta dos detalhes em marrom presentes nas paredes, no balcão e nas cadeiras.

9. Estampas podem combinar com madeira

Foto: Reprodução / Tria Arquitetura

Nessa cozinha, o adesivo vinílico foi aplicado sobre o piso de madeira. A estampa escolhida brinca com tons de azul e combina com o aspecto rústico e natural da madeira, quebrando o ar sério e clássico causado pelo restante da cozinha.

10. Essa cozinha brinca com tons de nude e preto

Decorações que misturam o preto e branco normalmente criam ambientes elegantes, sofisticados e modernos, como essa cozinha. Além do preto e branco, outros tons de clores claras e de cinza estão presentes nos móveis, armários e equipamentos.

11. Os azulejos hidráulicos são uma ótima opção de piso para a cozinha

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

Os azulejos hidráulicos usados no piso dessa cozinha são o ponto focal do ambiente, pois se destacam em meio aos tons de branco e cinza presentes na maior parte da decoração. O piso é responsável por dar um ar retrô ao cômodo.

12. Eles não precisam ser sempre quadrados, podem ser sextavados

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

Você pode inovar e ousar com os azulejos hidráulicos, que além de possuírem diferentes cores e estampas, também possuem diferentes formas. Nessa cozinha, azulejos sextavados, ou seja, em forma de hexágonos, foram usados para compor o ambiente.

13. Ambientes mais rústicos e despojados podem usar o porcelanato

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

O porcelanato branco é um piso muito versátil, sendo possível combiná-lo com diferentes tipos de cozinhas. Na cozinha acima, ele faz parte de um ambiente despojado e é apenas um complemento diante dos detalhes da decoração.

14. E ambientes contemporâneos e elegantes também

O porcelanato também é muito utilizado para criar ambientes clássicos, abusando da elegância e da sofisticação. A superfície polida tanto do piso quanto da maior parte dos móveis e equipamentos dessa cozinha criaram um ambiente moderno e refinado.

15. Esse piso parece de madeira, mas é um porcelanato retrô

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

Existem diferentes cores, tipos e modelos de pisos de porcelanato. Neste ambiente, o porcelanato imita a madeira, criando um ambiente despojado, sem perder a praticidade e a elegância. O destaque do cômodo fica por conta dos detalhes da parede e dos móveis.

16. O cimento queimado deixa o ambiente mais despojado

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

O cimento queimado foi usado nesse ambiente para colaborar ainda mais com o clima despojado e moderno desse apartamento. O estilo da decoração é ousado e o cimento queimado foi a escolha perfeita para compor essa cozinha.

17. Ladrilhos sem estampas também ficam ótimos na cozinha

Foto: Reprodução / Mariana Orsi Fotografia

Existem diversas estampas diferentes para ladrilhos hidráulicos e por isso ás vezes esquecemos que esse revestimento também pode ser neutro e básico. Nessa cozinha, os ladrilhos hidráulicos escolhidos para o piso são brancos, sem estampas e combinam com a proposta do ambiente.

18. Essa cozinha utiliza o mesmo revestimento no chão e na parede

Foto: Reprodução / M Metello

A madeira é parte importante desta cozinha e para ajudá-la a compor o cômodo, azulejos hidráulicos com uma estampa simples em branco e cinza foram escolhidos. Esse revestimento é usado tanto em parte do piso quanto em uma das paredes.

19. Mix de estampas revestindo a cozinha

Foto: Reprodução / Decore a Casa

Essa cozinha brinca com cores e estampas para criar um ambiente moderno e ousado. Uma parte da parede foi revestida com um papel de parede de estampa geométrica enquanto o piso foi revestido com azulejos em uma estampa mais básica porém utilizando os mesmos tons de cores.

20. Os adesivos vinílicos possuem diferentes estampas

Foto: Reprodução / Suite Arquitetos

Por serem de fácil aplicação e por possuírem um baixo custo de produção, os adesivos de piso vinílico possuem inúmeras estampas e podem compor diversos tipos de ambiente. A estampa escolhida para essa cozinha foi uma estampa levemente geométrica e colorida que ganha destaque diante da neutralidade da decoração

21. Você pode revestir apenas uma parte da cozinha com azulejos

Foto: Reprodução / Inah Mantovani

Fazendo uma combinação harmônica entre cores e estilos, é possível revestir a cozinha com dois tipos de piso diferentes. No ambiente acima o piso de porcelanato em nude foi combinado com azulejos hidráulicos estampados em nude e cinza, criando uma composição moderna e elegante.

22. O porcelanato também aparece em tons escuros

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

O porcelanato é um revestimento que pode ser encontrado em diferentes modelos e cores. Os pisos claros, em tons de branco e nude, são as escolhas mais recorrentes, porém, tons escuros também podem compor ambientes interessantes. O piso do ambiente acima é um porcelanato esmaltado na cor marrom.

23. Essa cozinha combina diferentes revestimentos no piso e na parede

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

Esse espaço utilizou um mix de revestimentos no chão e nas paredes, criando uma combinação interessante. Uma das paredes é revestida com um material que imita madeira, a outra é revestida com azulejos brancos simulando uma parede de tijolinhos e o chão é revestido com porcelanato esmaltado e acetinado.

24. As estampas podem criar ambientes únicos

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

O mais legal de utilizar estampas para revestir pisos e paredes é o fato de que é possível criar ambientes originais e com muita personalidade, como a cozinha acima, que revestiu parte da parede e do chão com azulejos de estampas diferentes.

25. Tons de bege e nude também ficam bem na cozinha

Foto: Reprodução / PortoBello

Utilizar tons de bege e nude também é uma opção interessante para o piso da cozinha, como foi feito no ambiente acima. O destaque desta cozinha fica por conta do papel de parede com diferentes estampas quadradas em forma de azulejo revestido parte da parede.

26. E podem criar ambientes muito legais

Foto: Reprodução / PortoBello

O piso bege escuro desta cozinha criou um contraste agradável com a parede de tijolinhos branca e também com os móveis pretos e equipamentos metálicos presentes na decoração do espaço. É importante destacar também os objetos decorativos que dão um ar moderno e descolado ao ambiente.

27. Apesar de não ser muito indicada, a madeira aparece nessa cozinha

Foto: Reprodução / PortoBello

A madeira não é um material muito indicado para revestir o piso de cozinhas porque não possui uma boa resistência à água e à umidade. Porém, alguns arquitetos acabam ousando na decoração e tentam escolher pisos de madeira com uma maior resistência ou modelos de porcelanato que imita madeira.

28. A madeira é uma escolha arriscada, porém bonita

Foto: Reprodução / Patricia Martinez

Apesar de arriscado, a madeira compõe ambientes belíssimos. A solução para esse cômodo foi revestir com madeira apenas a parte da cozinha dedicada à sala de jantar, enquanto o chão da área com pia, geladeira e fogão foi revestido com um material mais resistente.

29. Esse material pode criar ambientes clássicos

Foto: Reprodução / Studio KZA

A versatilidade da madeira é seu maior atrativo. Ela fica bem em diferentes cômodos e ajuda na composição em ambientes com estilos variados. Nesse ambiente, a madeira foi responsável por compor um ambiente leve, clássico e elegante.

30. Pode também criar contraste em ambientes despojados

Foto: Reprodução / Maurício Arruda

Nesta cozinha, a madeira criou um ponto importante de contraste ao ser inserida em um ambiente despojado e com uma decoração moderna. A madeira aparece em forma de tacos, ou seja, peças pequenas divididas, acopladas e coladas, que costumam ser mais resistentes e duráveis.

31. Ou ainda ser parte de espaços modernos

Foto: Reprodução / Carolina Vilela

A cozinha e a sala são decoradas de forma integrada nesse apartamento e isso já reflete a modernidade presente no espaço, que é ressaltada pelos detalhes decorativos. O piso de madeira é incorporado para contribuir com a harmonia do ambiente, decorado em tons de branco, nude, bege e marrom.

32. Veja mais uma cozinha que fez uso dos tacos de madeira no piso

Foto: Reprodução / Marília Veiga

Os tacos de madeira foram utilizados nessa cozinha em um modelo mais moderno e ousado, combinando com a proposta do ambiente. A pia de metal, os pendentes, a moldura e outros detalhes decorativos apenas realçam o moderno presente no cômodo.

33. Você pode usar pisos que imitem madeira

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kilaris

Se você quer um piso de madeira em sua cozinha, mas tem medo da falta de resistência e da pouca durabilidade do material, uma boa opção é utilizar pisos que imitem a madeira. Diversos materiais tentam imitar a madeira, mas você pode encontrar opções belíssimas e funcionais em porcelanato ou cerâmica, por exemplo.

34. Pisos coloridos ficam bem na cozinha

Foto: Reprodução / Leila Dionizios

É preciso deixar de lado a ideia pré conceituada de que o piso da cozinha precisa ser sempre neutro. É possível compor um ambiente único, com personalidade e muito bonito utilizando pisos coloridos e estampados, como no ambiente acima.

35. O preto e branco pode aparecer no chão

Foto: Reprodução / Angela Pinho

Uma outra opção ousada e diferente é utilizar a combinação de preto e branco no piso da cozinha. Os pisos de azulejos nas cores preto e branco ganham destaque diante de uma decoração comporta em sua maioria por objetos metálicos.

36. O piso de cerâmica também é uma ótima opção para a cozinha

Foto: Reprodução / Cris Paola

O piso de cerâmica possui uma boa durabilidade e uma grande diversidade de modelos, além de ter uma fácil manutenção e por esses motivos é uma boa escolha de revestimento para a cozinha. No espaço acima, esse piso ajuda a manter a leveza e a originalidade do cômodo.

37. Não tenha medo de pisos escuros

Foto: Reprodução / Marcelo Rosset

Outra ideia pré conceituada que precisa ser deixada de lado é a de que as cozinhas sempre pedem por pisos claros. Os pisos escuros também podem criar ambientes elegantes, harmônicos e leves. Nesta cozinha, o piso ganhou um destaque interessante ao entrar em contraste com os tons claros das paredes e dos armários.

38. Aposte na elegância do granito

Foto: Reprodução / Eduarda Corrêa

O granito é um revestimento extremamente bonito e elegante e ele foi utilizado nessa cozinha para revestir não apenas o piso, mas também as bancadas e as paredes de uma forma sofisticada e harmônica.

39. As estampas do azulejo dão vida ao ambiente

Os pisos estampados e coloridos conseguem trazer alegria ao ambiente, criando um espaço com personalidade, como nesta cozinha. Os azulejos hidráulicos possuem uma estampa azul e branca que se torna o destaque do cômodo pois o restante da decoração é neutro.

40. Móveis brancos combinam com piso escuro

Foto: Reprodução / André Lenza

Os pisos escuros podem ser utilizados para criar um contraste visualmente importante no ambiente. Nesta cozinha, um piso de porcelanato preto e polido foi incorporado no ambiente para criar uma contraposição com os móveis brancos.

41. O piso claro deu destaque ao revestimento de madeira

Foto: Reprodução / Eliane Revestimentos

Esse espaço possui parte das paredes revestidas com um material que imita muito bem a madeira e o piso claro foi escolhido para entrar em contraste esse material. O piso utilizado foi um porcelanato esmaltado na cor branca.

42. O concreto ficou muito elegante no piso dessa cozinha

Foto: Reprodução / PortoBello

O material escolhido para revestir o chão dessa cozinha foi o concreto e ele trouxe um aspecto rústico e até mesmo rudimentar que não estava presente no cômodo. Esse aspecto cria um contraste positivo com os móveis modernos da cozinha.

43. Essa cozinha tem muitos pontos de destaque e o piso claro e simples trouxe leveza

Foto: Reprodução / PortoBello

A decoração desta cozinha é muito divertida e ganha destaque no espaço. A simplicidade e o tom claro do piso trazem leveza, permitindo que a decoração continue se sobressaindo no ambiente. O porcelanato de concreto foi o piso escolhido.

44. Os pisos de cerâmica podem criar ambientes modernos

Foto: Reprodução / Jessica Oliveira

Alguns detalhes importantes da decoração dessa cozinha, como os pendentes e o revestimento de tijolinhos na parede, por exemplo, são responsáveis por criar um ambiente super moderno e o piso de cerâmica contribui com a decoração.

45. O epóxi tem se tornado popular nas cozinhas

Foto: Reprodução / Harquitectes

O piso epóxi já é utilizado há muito tempo em ambientes empresariais, como indústrias, hospitais e laboratórios, e está se tornando cada vez mais popular nas cozinhas por sua durabilidade, resistência e fácil manutenção.

Seja azulejo, porcelanato, cimento ou qualquer outro material, você deve escolher um modelo de piso de cozinha que entre em harmonia com o restante da decoração e que facilite a sua vida na hora de realizar a manutenção.