Telhado verde: conheça 60 projetos e veja como funciona esta cobertura

Escrito por Alexandre Poletto

Foto: Reprodução / E3 Arquitetura

O telhado verde pode até parecer um projeto bem distante, algo que envolva um profissional de alto investimento e uma arquitetura especial do imóvel. Mas não é bem assim que funciona. É possível sim construir o chamado ecotelhado e ter acesso aos benefícios de uma construção verde, pensada para um melhor aproveitamento do ciclo da própria natureza, como Sol e chuva.

O telhado verde não é bem uma novidade, mas podemos dizer que ele ganha cada vez mais espaço nas construções novas e mais modernas aqui no Brasil. Aliás, sobre isso, ainda há muito o que se avançar em atitudes mais ecológicas, que respeitam o meio ambiente e aproveitam os próprios recursos sem alterar a ordem natural.

Lá fora, em países como nos Estados Unidos e  Singapura, a construção verde já é uma realidade e muitas empresas e profissionais daqui buscam tecnologias para inovar em projetos residenciais e comerciais.

Como funciona o telhado verde?

O telhado verde é constituído basicamente de 7 camadas diferentes parar compor sua estrutura. Cada fase possui uma função e resulta na sinergia da captação da água da chuva e do calor do Sol no sistema como um todo, mantendo assim a vida da terra e das plantas.

O projeto usa como base o próprio telhado, ou lajota, para aplicar as próximas camadas. Para começar, uma membrana à prova d’água é colocada para que toda a região do teto fique protegida contra a umidade. No passo seguinte é aplicada uma barreira contra as raízes das plantas, que naturalmente crescem.

Acima da placa contensora, é a vez da camada do sistema de drenagem da água. Em cima dela, o tecido permeável permite a colocação da terra, que vai absorver a água da chuva que cai na primeira camada, a da planta ou grama. Falando assim até parece fácil, mas cada detalhe é planejado para se ter um resultado eficiente e bonito.

O engenheiro agrônomo João Manuel Linck Feijó, da Ecotelhado, aponta ainda uma outra vantagem do telhado verde. “Desenvolvemos um sistema semi hidropônico de telhados verdes, que facilitam o desmonte no caso de necessidade, gerando vantagem significativa. Funciona como uma lâmina de água que recolhe e armazena água da chuva para usar como irrigação no tempo seco. O sistema pode também absorver água cinza, reutilizando-a”, explica o profissional.

Manutenção e cuidados

Foto: reprodução / Ecotelhado

Pode-se dizer que a manutenção não demanda tanto tempo como em um telhado convencional. Além da manutenção em si, que é fundamental para proteger a parte interna da casa, o telhado comum precisa ser limpo e até trocado de tempo em tempo. No caso do ecotelhado, a manutenção é bem mais simples.

O projeto do telhado verde envolve o cuidado com as plantas, já que com Sol e chuva elas devem crescer. Fora isso, os outros materiais não estão expostos diretamente ao clima, e foram produzidos para ter uma durabilidade maior. Independentemente disso, o local onde será construído o ecotelhado deve ter fácil acesso.

Como deve ser feita a instalação

foto: reprodução / ecotelhado

O interessado em ter um telhado verde precisa de dois passos extremamente importantes para que todo o procedimento seja um sucesso. O primeiro é buscar um arquiteto que realmente conheça a estrutura do ecotelhado, que saiba sobre seu funcionamento e quais as condições básicas para que ele possa ser instalado.

Feijó lembra que todo telhado pode ser transformado em verde, mas não é todo arquiteto que tem capacidade de avaliar os benefícios ou vantagens deste tipo de projeto. “Muitas nuances da construção sustentável não fazem parte integrante do curso formal de arquitetura. O profissional normalmente sai da escola com uma visão muito limitada, pois a regulamentação arcaica e linear constitui o plano diretor das cidades. Entretanto, os malefícios da poluição dos mananciais de água e ar exigem a quebra de paradigmas”, afirma.

No segundo momento, o projeto do telhado verde se torna real ao escolher a empresa certa para comprar os produtos e realizar a instalação. Nesse passo prático é fundamental a parceria entre os profissionais para que o projeto saia como planejado e transforme a parte superior do imóvel numa área totalmente verde.

Todo imóvel pode ter um telhado verde?

Foto: reprodução / ecotelhado

Depende apenas de detalhes. Existem alguns pontos que devem ser observados para que o projeto seja implantado de forma eficiente. “É preciso analisar a resistência da estrutura do telhado ou da laje em questão, bem como a impermeabilização com membrana resistente a raízes e ao trânsito, a garantia de reserva de água para as plantas e o acesso fácil ao local”, explica Feijó.

Projetos que utilizam telhado verde

Agora que você já sabe como funciona um ecotelhado, confira mais dicas desse tipo de telhado e veja como a adição desse toque verde deixa a arquitetura ainda mais encantadora:

1. Ecotelhado também é sinônimo de lazer

foto: reprodução / BASICHES Arquitetos Associados

O telhado verde normalmente é alinhado com o lazer, o projeto atende não só uma questão ambiental. De acordo com Feijó, a arquitetura sustentável brinca, joga e interage com as necessidades humanas e a ecologia local.

2. O investimento para ter o telhado verde

foto: reprodução / H+F Arquitetos

O projeto sustentável é mais barato e útil a médio ou longo prazo, por fazer a síntese de diversas gestões como águas, energia, resíduos, alimentação ou até atmosférica. Na hora de construir o projeto, certamente haverá um custo, e esse preço será compensado exatamente pelo retorno de se utilizar o próprio sistema da natureza. Em termos de investimento, pode ocorrer uma variação a partir dos detalhes de cada projeto e, por isso, não é possível definir um valor exato da obra.

3. Os benefícios do ecotelhado

foto: reprodução / arthur casas

Vamos conhecer todos os benefícios do telhado verde, mas antes o próprio engenheiro reforça o sistema de vantagens do projeto. “Ao invés de gastar energia para retirar calor de um prédio, evitamos que o calor se acumule no entorno. Ao invés de pintar, temos a renovação espontânea de folhas, entre outros benefícios que equilibram a relação do ser humano com a natureza”.

4. Retenção da água da chuva

foto: reprodução / MPG Arquitetura

O sistema sustentável inclui a retenção da água chuva, que além de regar as plantas na primeira camada, pode ser usada para outros fins. Só aqui já há uma economia interessante a se considerar para um imóvel comercial, por exemplo.

5. Conforto térmico e acústico

foto: reprodução / UNA Arquitetos

O ecotelhado, algumas vezes usados em paredes externas, ajuda a diminuir o barulho externo. As camadas criam uma proteção e evitam que o som de maneira geral invada o ambiente. Essa vantagem é boa para todos os tipos de imóveis.

6. Diminuição da temperatura interna

foto: reprodução / UNA Arquitetura

Um dos objetivos do telhado verde é justamente auxiliar no refrescamento do imóvel, diminuindo assim a sensação de calor no ambiente, sem contar que isso ajuda também a economizar energia com o ar condicionado.

7. Diminuição da temperatura externa

foto: reprodução / AR arquitetura

Assim como o verde ajuda a eliminar a poluição, eles também ajudam a refrescar o ambiente. Quanto mais plantas e árvores, mais ar fresco e, em alguns casos, como serras e montanhas, até frio.

8. Reduz a poluição

foto: reprodução / ar arquitetura

Mais verde, menos poluição. Essa equação é simples e muitas regiões metropolitanas sofrem com o forte calor, a quentura do asfalto e a emissão do gás carbônico. A soma desses fatores, com a ausência do verde, piora a qualidade do ar. Do contrário, com mais árvores e mais plantas, o ar se torna mais limpo, ideal para respiração.

9. Promove a convivência com a natureza

Em muitos projetos o telhado verde se tornou uma espécie de área de lazer. Nesses casos, ou até mesmo em imóveis onde só há espaço para manutenção, o ecotelhado promove esse contato, torna as paisagens mais bonitas e esverdeadas, além de inspirar o cotidiano meio cinza nos grandes centros urbanos.

10. Traz beleza para o cinza do concreto

foto: reprodução / ArchiBlox

Dezenas de lugares ganham outra cara a partir do ecotelhado. O que antes era cinza ganha um verde vasto, bonito. Muitos projetos causam uma mudança visível na paisagem da região onde está o imóvel.

11. Novo ou adaptado?

foto: reprodução / IR arquitectura

Será que vale a pena projetar o telhado verde em um imóvel novo ou adaptá-lo em um imóvel mais antigo? Feijó explica que a grande sacada do projeto é justamente “considerar os recursos existentes e aproveitá-los sempre que forem vantajosos. É fácil para o arquiteto que percebe estas relações e as quantifica. Daí a importância de profissionais informado e com visão ampliada em gestões integradas”.

12. Plantas ideais para o telhado verde

foto: reprodução / Johnsen Schmaling Architects

Alguns fatores são considerados importantes na hora de escolher quais as espécies de plantas serão utilizadas no projeto. É preciso escolher as plantas que atenderão as necessidades do local e se adaptarão a região do imóvel.

13.  Bem-estar para o os moradores

foto: reprodução / Johnsen Schmaling Architects

O verde significa bem-estar. Agora, imagina ter um imóvel com um espaço verde, sendo possível até visitar o ambiente externo em alguns casos, e aproveitar um dia de descanso numa laje toda coberta pela natureza?

14. Ecoparede

foto: reprodução / ecotelhado

Além do ecotelhado, há também o projeto da ecoparede. A ideia da parede com plantas é basicamente a mesma do telhado verde, mudando mesmo apenas a região do imóvel onde se está instalando o sistema.

15. Plantas de baixa manutenção

foto: reprodução / ES Arquitetura

No momento de escolher as plantas, o especialista considera dois pontos importantes: a baixa manutenção, quando não precisa ficar cuidando diariamente, e as espécies da região que podem ser colocadas no jardim numa profundidade baixa, como em lajes com apenas 7 centímetros.

16. Grama amendoim

foto: reprodução / ecotelhado

A grama amendoim é uma das espécies curingas para esses projetos. Além de enfeitar o local com pequenas flores amarelas, a grama forma uma forragem que não necessita de podas periódicas, evitando aquele trabalho extra comum em jardins.

17. Terra especial

foto: reprodução / daniel koh

O que muita gente não imagina é que o ecotelhado precisa ser feito com uma terra mais especial, mais forte. Isso é necessário justamente para suportar o Sol e ainda ficar firme diante das ventanias, evitando assim que as plantas saiam voando.

18. Jardim convencional

foto: reprodução / DG gramas

Em comparação com o jardim convencional, há muitas vantagens em se ter um telhado verde. A primeira vantagem é economizar água e não ter que regar, tendo em vista que o projeto já prevê uma reservatório e distribuição dessa água. Além disso não é preciso ficar sempre podando e nem ainda se preocupar tanto com erva daninha, por exemplo.

19. Telhado convencional

foto: reprodução / nommo

Em algumas partes do imóvel é possível trocar o telhado convencional e optar pelo uso do jardim na parte superior. O valor em si pode sair bem mais em conta se fosse colocar a estrutura de madeira e as telhas.

20. Árvores de até 3 metros

Cada imóvel é uma possibilidade para criar o ecotelhado. Há projetos de jardins com árvores de até 3 metros, permitindo a construção de uma pequena floresta na selva de pedra das grandes cidades.

21. Espaço verde integral

foto: reprodução / Vo Trong Nghia Architects e ICADA

O projeto do telhado verde pode ser ainda mais completo. Para formar realmente um jardim completo, há pessoas que integram a laje com a parede verde. Ou seja, fica um verdeiro espaço de natureza!

22. Queda de temperatura

foto: reprodução / SUCRA Arquitetura + Design

O telhado verde permite uma queda de temperatura de até 18º graus dentro do imóvel em época de calor. No frio, a manta térmica inverte, fazendo com que o calor fique dentro da casa, barrando a temperatura baixa.

23. Espaço para horta

Foto: Reprodução / Inhabitat

Alguns projetos vão além do jardim e optam por fazer uma horta no telhado. A ideia é fantástica, mas também precisa de um arquiteto para evitar qualquer risco. Nem todas verduras, legumes e frutas podem ser plantadas no local, dependendo da profundidade.

24. Terraço verde

foto: reprodução / SUCRA Arquitetura + Design

Dá para ir além e unir espaço de concreto com verdadeiro jardim. Muitas construtoras começam a apostar no terraço verde, um projeto que une lazer completo com um jardim amplo. Dá para imaginar o alto de um prédio com uma área verde linda?

25. Impermeabilização é indispensável

Foto: reprodução / Studio MK27

A questão da impermeabilização é fundamental para que o projeto não cause dores de cabeça no futuro. Por isso é tão importante um projeto bem idealizado e organizado. O ideal é que uma empresa faça isso, pois além de segurança, ainda há garantias.

26. Consulte um especialista

Foto: reprodução / H+F Arquitetos

Fazer um telhado com plantas ou grama envolve a consulta de um especialista para analisar a estrutura da casa, bem como a região onde você pensou em colocar a área verde. Só um laudo pode afirmar se a laje aguenta ou não o peso.

27. Promova a natureza

Foto: Reprodução / Ecotelhado

Se você ainda não pode investir em ecotelhado ou qualquer outra forma de aproveitar os recursos da natureza, aposte em atitudes simples no cotidiano. Tenha mais plantas em casas ou aposte no reaproveitamento da água para lavar o quintal, por exemplo.

28. Tecnologia a favor da natureza

foto: reprodução / brasil arquitetura

As diferentes camadas usadas para construir o ecotelhado são resultados de materiais desenvolvidos a partir da tecnologia, capazes de, por exemplo, impedir a infiltração da água captada pelo sistema.

29. Telhado verde em prédio público

Foto: reprodução / Ecotelhado

O campus de Brasília do Instituto Federal de Brasília (IFB) é um dos primeiros do País a receber o projeto do ecotelhado, se tornando inclusive um prédio modelo em construção ecológica e sustentável entre os órgãos do Governo Federal com sede na cidade.

30. Energia solar não é ecotelhado?

foto: reprodução / Instaladora Solar

Não. A energia solar é outra tecnologia que também pode ser usada em parte do telhado. O objetivo deste tipo de projeto é captar a luz solar e transformá-la em energia, como explica o engenheiro Waldemar de Oliveira Junior, da Instaladora Solar. “As duas soluções são ‘verdes’, no sentido da sustentabilidade, da preservação ambiental e pela economia de energia. A diferença é que o chamado telhado verde busca reduzir a absorção de calor do Sol pelo imóvel e, assim, economizar com o ar condicionado, por exemplo. Já os módulos fotovoltaicos geram energia elétrica, reduzindo essa despesa a menos de 10%. E os painéis solares também refletem o calor, reduzindo o aquecimento da edificação”, explica o profissional.

Confira mais projetos de ecotelhado

Cada imagem dá uma ideia diferente para um projeto em casa, não é mesmo? Então veja mais 30 ideias de telhado verde:

31. Na casa de praia

foto: reprodução / ecotelhado

32. Jardim suspenso com churrasqueira

foto: reprodução / brasil arquitetura

33. Espaço aberto

foto: reprodução / Esquadra|Yi

34. Área externa

foto: reprodução / lucio moura

35. Projeto completo de telhado verde

foto: reprodução / ecotelhado

36. Rodeado pela natureza

foto: reprodução / brasil arquitetura

37. Telhado verde grande

foto: reprodução / ecotelhado

38. Beleza noturna

foto: reprodução / Jacobsen Arquitetura

39. Área projetada para jardim

foto: reprodução / Urbem Arquitetura

40. Casa de campo

foto: reprodução / ecotelhado

41. Laje ampla e com verde

foto: reprodução / brasil arquitetura

42. Ecotelhado para receber amigos e familiares

foto: reprodução / Urbem Arquitetura

43. Toque de elegância na casa

Foto: reprodução / ecotelhado

44. Cobertura com grama

foto: reprodução / galpão 5

45. Telhado verde com árvores

foto: reprodução / ecotelhado

46. Varanda com telhado verde

foto: reprodução / galpão 5

47. Jardim e piscina

foto: reprodução / ecotelhado

48. Passagem coberta com plantas

foto: reprodução / lucio moura

49. Telhado verde completo

foto: reprodução / ecotelhado

50. Vila com casas projetadas com telhado verde

foto: reprodução / T|HOUSE

51. Telhado arborizado

foto: reprodução / ecotelhado

52. Casa de madeira

foto: reprodução / Living Roofs

53. Área verde para circulação

foto: reprodução / ecotelhado

54. Jardim pequeno

foto: reprodução / Arqui Decor Oficial

55. Ecotelhado para relaxar

foto: reprodução / ecotelhado

56. Horta no telhado verde

foto: reprodução / RC Curi Empreiteira

57. Casa sustentável

foto: reprodução / EcoGreen

58. Ecotelhado até na casa do melhor amigo

foto: reprodução / Condomínios Verdes

59. Engenharia verde

foto: reprodução / monteiro engenharia

60. A instalação das plantas sempre deve ser feita por um profissional

foto: reprodução / Eco Eficientes

Gostou? Então pense bem na economia que você e sua família podem ter a longo prazo com o uso de um telhado verde, além de dar uma nova cara para sua casa e, de quebra, ainda colaborar com o meio ambiente. Invista!

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS