Tijolo ecológico: saiba mais sobre essa tendência construtiva sustentável

Escrito por Andreia Miranda

As construções sustentáveis estão cada vez mais ganhando espaço no mercado. Assim como o telhado verde, o tijolo ecológico é um produto muito procurado por quem busca projetos que sejam menos prejudiciais à natureza. É a partir dele que diversos projetos arquitetônicos vêm tomando forma no mundo.



Com vantagens desde o seu material até à fácil instalação, esse produto torna a sua obra mais barata e simples. Porém, utilizar essa matéria-prima pode ter seus prós e contras, o que é preciso estar atento. Então, descubra mais a seguir sobre as vantagens, desvantagens e mais informações sobre o tijolo ecológico!

O que é tijolo ecológico?

O material leva esse nome por se destacar como sustentável. Isso porque não há queima ou combustão de madeira no processo da sua fabricação. Ao contrário da maioria dos tipos de tijolos convencionais, ele é feito principalmente através do solo e cimento. Além disso, pode ser produzido também com resíduos siderúrgicos ou até bagaço de cana.

Produzido de forma inteligente, ele é resultado de técnicas de umidade após a mistura da sua matéria-prima. Ainda, as peças desse tijolo possuem um design personalizado e estratégico. Dessa forma, ele foi pensado justamente para otimizar as construções e exercer menor impacto negativo no meio ambiente.

Vantagens e desvantagens do tijolo ecológico

Mesmo sendo um produto sustentável, o tijolo ecológico nem sempre pode ser a melhor opção em uma obra. Isso porque apesar de ser mais econômico, ele também pode ter menos resistência a impactos. O melhor a se fazer é considerar a estrutura que se deseja construir e balancear os prós e contras. Para isso, confira a seguir as principais vantagens e desvantagens desse tijolo:

Vantagens

  • Design de fácil encaixe;
  • Otimiza o tempo da construção;
  • Possui isolamento termoacústico;
  • Mais econômico para a construção;
  • Não necessita de vigas de apoio;
  • Formato permite passar instalações elétricas e hidráulicas durante a obra sem quebra de parede;
  • Recebe todo tipo de acabamento;
  • Maior durabilidade.

Desvantagens

  • Necessita de mão-de-obra especializada na etapa de assentamento;
  • Exige mais atenção à impermeabilização;
  • Limita possíveis expansões futuras da obra;
  • Possui baixa resistência a esquinas de obras ou impactos em cantos;
  • Possui maior espessura.

É preciso considerar que cada obra pode exigir um material específico. Por isso, apesar das vantagens, o tijolo ecológico pode não ser o ideal sempre. De qualquer forma, considere que nem toda as suas desvantagens podem ser um fator realmente negativo. A mão-de-obra especializada no assentamento, por exemplo, não é exatamente algo prejudicial. Por isso, pondere bem cada um dos pontos!

Como fazer tijolo ecológico

Você vai precisar de:

  • Prensa manual 12×25 cm;
  • Triturador JAG ou peneira;
  • Solo (70% areia e 30% argila);
  • Cimento;
  • Água.

Prepare o solo

Nesse vídeo você confere as etapas iniciais da confecção de tijolo ecológico com prensa manual. Além disso, você também fica por dentro do ponto da massa e ciente sobre a importância de peneirar bem o material.



Traço

Na sequência, são passadas instruções sobre o a quantidade de solo e cimento a serem utilizados na confecção do tijolo ecológico, também chamado de traço do tijolo. Além disso, são passadas algumas opções possíveis para fazer a mistura do material e também o ponto de umidade do mesmo.

Regulando a prensa manual

Este vídeo aborda como fabricar o tijolo ecológico a partir da prensa manual, regulagens adequadas para cada tamanho de tijolo e como retirar a peça da prensa sem danificá-los.

Respeite as etapas!

Além de todas as dicas técnicas acima, essa pode ser considerada a mais importante, como o próprio vídeo salienta. É importante respeitar cada etapa do processo e também o tempo que ela demanda. Não tente apressar a produção, principalmente porque a umidade é um grande fator dela. Fazer isso pode ocasionar em um produto de má qualidade. Por isso, você ou a sua equipe devem levar cada passo a sério e sem adaptações que não tenham fundamento.

Perguntas frequentes

As dúvidas quanto ao uso do tijolo ecológico e as suas reais vantagens e desvantagens ainda são muitas. Desde o custo-benefício até curiosidades da sua estrutura são as questões mais frequentes. A seguir você poderá esclarecer algumas delas para entender melhor sobre o produto:

1. É necessário ter mão-de-obra especializada para utilizar o tijolo ecológico?

O processo de produção e assentamento do tijolo ecológico é mais fácil comparado ao do tijolo comum, mas isso não significa que leigos possam fazer sem nenhum tipo de aprofundamento no assunto. Indica-se maior cuidado principalmente na etapa de assentamento, porque os tijolos devem ser muito bem alinhados pelo fato de ficarem aparentes. Entretanto, no geral, ele é de fácil manuseio.

2. O valor do tijolo ecológico vale a pena?



É preciso considerar que há diferentes tipos de tijolos ecológicos. Assim, eles variam desde as dimensões até o material com que foram produzidos. Essas variáveis influenciam no seu preço final, é claro. Entretanto, ele é geralmente mais caro do que o tijolo tradicional.

3. Como fazer o revestimento em obras feitas com tijolo ecológico?

Você pode optar pelo estilo com tijolos aparentes, que possui um design mais rústico e dispensa revestimento e pintura. Contudo, esse método exige impermeabilização e rejunte. Você pode unir esse revestimento a materiais como granito e ainda elementos de vegetação para dar um tom de sofisticação à obra.

4. Por que ele possui furos?

Os furos no material são curiosos, mas saiba que possuem funções específicas e importantes. Eles são úteis para as colunas de sustentação e também instalações elétricas. Além disso, são eles que garantem a sua função termoacústica.

As dúvidas surgem principalmente porque esse é um material que pode gerar desconfiança. Afinal, todo material sustentável ainda é difícil de ser compreendido por muitas pessoas. Entretanto, apostar no tijolo ecológico não é um risco, já que a sua qualidade é comprovada!

10 projetos com tijolo ecológico

Unir sofisticação ao estilo rústico não é para qualquer pessoa. Esse bom gosto é facilitado com projetos que utilizam o tijolo ecológico. Ele vem sendo protagonista de casas e estabelecimentos com decoração moderna e combina perfeitamente em ambientes como sala de estar e jantar. Também nos quartos é possível combinar as paredes ao restante com toques sutis. Confira a seguir 10 dicas para o seu projeto!

1. Bancada de cozinha com tijolo ecológico

2. Combinação rústica e sofisticada

3. Casa moderna com tijolo ecológico

Gloria Cabo Arquitetura



4. Cantinho harmonizado com tijolo ecológico

5. Tijolo ecológico pode ser combinado com vidro

6. Pintar o tijolo ecológico pode ser um grande diferencial no seu projeto decorativo

7. O ambiente também pode ser jovem e descontraído

8. Proposta pode variar entre todos os tijolos aparentes ou não

9. Banheiro simples ganha novo ar com tijolos ecológicos

10. Banheiro sustentável revestido com tijolos ecológicos

O tijolo ecológico, como você viu acima, não se destaca apenas pelo lado sustentável, mas também pelo design. Hoje em dia, deixar os tijolos aparentes é sinônimo de modernidade e beleza. Novamente, é importante ressaltar que o ideal é você contar com o auxílio de especialistas sempre que pensar na sua obra. Assim, ela fica não apenas mais econômica, mas também sustentável e mais bonita.