55 formas para usar os tipos de cortina na sua casa

Escrito por
Em 28.12.21

istock

Por                                
Em 28.12.21

Os tipos de cortina são os mais variados possíveis. Inclusive, existem ambientes da casa que podem receber apenas um deles. Por isso, é muito importante conhecer bem cada um deles. Dessa forma, com a cortina certa, é possível ter uma decoração impecável. Nesse post você vai ver quais os principais tipos, dicas e formas de usar na decoração. Confira!

Publicidade

Índice do conteúdo:

Principais tipos de cortina

Existem diversos tipos de cortina. Seus usos dependem do ambiente que ele será usado e do que se espera dele. Ou seja, as escolhas vão depender do efeito estético e da quantidade de luz que se deseja. Dessa maneira, veja mais sobre os principais tipos de cortina.

Cortina de voil

Quattrino Arquitetura

Publicidade

A cortina de voil é um dos tipos mais tradicionais. Por ser fina e delicada, seu visual é clean e elegante. Elas são compridas, indo do teto até o chão. Além disso, essa cortina é indicada para ambientes os quais se deseja bloquear parcialmente a luz, como a sala de estar, jantar e até escritório.

Persianas

Quem quer uma cortina que controla a entrada de luz, deve apostar nas persianas. Elas são uma alternativa às cortinas de tecido e as vantagens desse tipo de cortina são os vários estilos. Ou seja, podem ser horizontais, verticais, duofold, de rolo, etc. Ela é indicada para ambientes que se deseja controlar a luz ao longo do dia. Por exemplo, quartos e salas. Além disso, essa cortina deixa os ambientes mais modernos.

Blecaute

Bianchi & Lima Arquitetura

Publicidade

O nome blecaute é um aportuguesamento do termo blackout. Essa cortina é capaz de bloquear totalmente a luz que entra no ambiente. Por isso, ela é indicada para os quartos e para as salas de TV. Como elas bloqueiam a luz solar, consequentemente, a temperatura também pode ser controlada. Os ambientes com essa cortina costumam ficar mais sóbrios.

Cortina romana

istock

Essa cortina também é conhecida como persiana romana. Seu uso é indicado para ambientes onde se deseja controlar a entrada da luz. Contudo, diferentemente das persianas tradicionais, a romana abre e fecha parcialmente. Afinal, seu tecido é formado por seções, as quais se dobram uma sobre a outra. Essa cortina deixa qualquer ambiente mais sofisticado e moderno.

Cortina de vidro

Essa cortina é voltada para quem quer ter iluminação e visibilidade. Ela costuma ser usada em sacadas ou varandas. A cortina de vidro não altera muito a estética dos ambientes, mas protege a casa de ações externas. Por exemplo, a chuva, o frio, os ruídos, a poeira etc.

Cortina rolô

istock

Existem pessoas que não gostam de cortinas aparecendo nos ambientes. Para elas, a mais indicada é a cortina rolô. A qual é um tipo de persiana. Por isso, ela controla a entrada de luz no ambiente. Além disso, se for feita de um material opaco, pode bloquear totalmente a entrada da luz, assim como a cortina blecaute. Essa cortina deixa qualquer cômodo mais clean e pode ser usada em sacadas.

Cortina painel

Se o espaço a ser coberto é muito grande, deve-se apostar em uma cortina painel. Ela é muito usada em portas ou janelas grandes. Ela desliza horizontalmente sobre um trilho. Dessa maneira, é preciso que haja espaço lateral para que os painéis se acomodem corretamente. Elas deixam os ambientes muito sofisticados.

Publicidade

Agora você sabe um pouco mais sobre os tipos de cortina. Porém, é preciso entender o que olhar na hora de escolher entre eles. Por isso, que tal algumas dicas?

Dicas incríveis para escolher entre os tipos de cortina

Na hora de escolher uma cortina, muitas coisas devem ser levadas em consideração. Nesse momento, toda dica é muito bem-vinda. Dessa maneira, veja as cinco dicas mais importantes para não errar na escolha da cortina.

  • Trilho: ele pode ser discreto ou ficar a mostra. Além disso é o responsável por fazer a cortina correr. Então, depois de decidir a quantidade de tecido usada, veja qual será o tipo de trilho usado. Além disso, considere a frequência de uso para decidir qual trilho usar.
  • Ambientes: o visual é importante. Contudo, é preciso saber qual será a finalidade da cortina no ambiente. Por exemplo, para controlar a luminosidade é preciso usar uma cortina blecaute ou uma persiana.
  • Cores: se a janela é muito exposta ao sol, deve-se optar por cortinas claras. Isso acontece porque cores escuras retém o calor e aumentam a temperatura do ambiente.
  • Sol: quando os tecidos são escuros ou de cores vivas, preste atenção à luz do Sol. Afinal, com o tempo, as cores podem desbotar devido à ação da luminosidade.
  • Comprimento: as cortinas curtas são recomendadas em quartos infantis, para evitar acidentes, ou se há um móvel embaixo da janela. Caso contrário, aposte em cortinas longas.

Essas dicas vão te ajudar muito na hora de decidir entre os tipos de cortina. Elas valem para qualquer ambiente e tamanho. Contudo, é possível facilitar ainda mais a sua escolha. Assim, que tal ver algumas ideias de como usar diferentes tipos de cortina pela casa?

55 fotos de tipos de cortina que têm estilo de sobra

As cortinas têm muitas funções em um cômodo, pois existem muitas coisas que devem ser consideradas na hora de usar esse elemento decorativo. Dessa forma, veja 55 formas de fazer isso. Confira!

1. Existem diversos tipos de cortina diferentes

2. Cada um deles é indicado para um cômodo

3. Elas ajudam a completar a decoração

4. E dão outro aspecto para o ambiente

5. As finalidades das cortinas são as mais variadas

Belotto Scopel Tanaka

Publicidade

6. Por exemplo, elas podem controlar a luminosidade que entra

7. Isso é feito com tecidos mais grossos

8. Os quais são perfeitos para boas horas de sono

9. Isso acontece independente da hora do dia

10. Porque nenhuma luz vai entrar

11. Essas dicas vão te ajudar nessa escolha

12. Principalmente quando se trata da cortina para quarto

13. O ambiente ficará mais aconchegante

14. Principalmente, para um quarto infantil

15. Nesse caso, a privacidade das crianças é importante

16. Afinal, a cortina também tem a ver com a segurança

17. A posição dela no quarto também

18. Por isso, coloque-a de um jeito que evite acidentes

19. Escolha uma que evita entrada da luz

20. E garante a tranquilidade dos pequenos

21. Cortinas ajudam a dar requinte ao quarto

22. Isso traz muito luxo à decoração

23. O que faz tudo ficar harmônico

24. E o sono será digno da realeza

25. Não se esqueça de combiná-la com a paleta de cores

26. Assim, a cortina para quarto será harmonizada

27. Contudo, a cortina pode ir em qualquer cômodo da casa

28. Para isso, basta ter uma janela

29. Então, que tal ver ideias da cortina em outro cômodo?

30. Por exemplo, é o caso da cortina para sala

31. Assim, atenção ao comprimento da cortina

32. Que deve ir do teto ao chão

33. Isso vai melhorar a sensação de espaço

34. Por exemplo, dar uma sensação de pé direito alto

35. Consequentemente, parece que a sala é maior

36. Nesse cômodo, a luminosidade faz diferença

37. Então, escolha uma cortina para isso

38. Em certos casos, ela pode permitir a passagem de luz

39. O que ajuda durante o dia

40. Afinal, um ambiente iluminado é tudo de bom

41. A cortina serve como divisória de ambientes

42. E ajuda a dar um clima de cinema na sala de TV

43. Por isso, esse objeto é necessário

44. Afinal, a sala é a alma da casa

45. Sua decoração merece muita atenção

46. É nela que os convidados ficam

47. A decoração para sala deve ser impecável

48. Isso começará pela cortina escolhida

49. A qual pode ter cores neutras

50. Ou tonalidades mais fortes

51. A escolha da cortina é muito pessoal

52. Mas as dicas sempre são bem-vindas

53. Porque com elas a vida fica mais fácil

54. Decorar fica menos complicado

55. E os tipos de cortina escolhidos são perfeitos

Com todas essas dicas fica fácil decidir qual será o tipo da cortina escolhida. Os elementos da decoração devem ser harmônicos com os demais objetos. Nesse caso, em uma decoração com um estilo específico, você deve apostar em uma cortina preta.

Este conteúdo foi útil para você?
SimNão