Brise: o que é e quais são os benefícios desse elemento

Escrito por Mariana Tocci
Em 06.03.20

O brise é um elemento arquitetônico que está bastante presente em edificações, sejam elas comerciais ou residenciais, graças às vantagens que ele traz para o projeto. Se você não sabe o que ele é, para o quê serve e quais são seus benefícios, continue lendo o post, pois vamos esclarecer todas essas questões. Confira!

Continua após o anúncio



Índice do conteúdo:

O que é brise

Também conhecido como brise-soleil (do francês “quebra sol”), ele é um elemento arquitetônico que geralmente é formado por lâminas e pode ser visto tanto na fachada quanto no interior de construções.

O brise é facilmente encontrado em prédios públicos e comerciais, entretanto, cada vez mais ele passa a ser aplicado em projetos residenciais. Existem vários modelos desse elemento, que pode ser feito de diferentes materiais.

Para que serve o brise?

A principal função do brise é diminuir a incidência solar em uma edificação. Ele também melhora a ventilação do local, sendo assim, acaba garantindo o conforto térmico do ambiente.

Outra finalidade importante do brise é fornecer privacidade, já que as lâminas impedem que as pessoas de fora vejam o que acontece do lado de dentro da construção. Além disso, esse elemento ainda tem função estética e, por isso, ele está sendo colocado cada vez mais em projetos residenciais.

Vantagens

  • Reduz a incidência dos raios solares;
  • Fornece privacidade;
  • Diminui a temperatura em ambientes quentes;
  • Aumenta a temperatura em ambientes frios;
  • Reduz gastos com iluminação e ar condicionado;
  • Dá beleza ao projeto arquitetônico.

Desvantagens

  • A manutenção e a limpeza devem ser frequentes;
  • O investimento inicial é alto.

O brise soleil apresenta vários benefícios, então, é interessante colocá-lo em um projeto. Entretanto, é preciso pesquisar sobre os vários tipos disponíveis e verificar os preços de cada um, para descobrir qual é o melhor custo-benefício para a sua construção.

Tipos de brise

Existem dois tipos de brise e eles se diferenciam basicamente pelo posicionamento das lâminas no elemento arquitetônico, que pode ser horizontal ou vertical. É fundamental utilizar o tipo indicado para cada projeto, porque a posição das lâminas influencia na eficiência do brise.

Horizontal

MELLON ARQ

Continua após o anúncio



O brise horizontal é recomendado para locais que recebem luz solar durante todo o dia. Geralmente, no Brasil, isso acontece nas fachadas norte.

Vertical

Já o brise vertical é indicado para as fachadas leste e oeste, em que o sol bate durante a manhã e a tarde. As fachadas sul, normalmente, não recebem muita incidência solar e, por isso, não necessitam de brises.

Ambos os modelos podem ter lâminas fixas ou móveis. É recomendado utilizar o primeiro tipo em prédios comerciais e o segundo é mais indicado para residências. Contudo, um lado negativo do modelo móvel é que a manutenção costuma ser mais difícil, pois as lâminas se deterioram mais rapidamente.

Materiais

Os brises ainda podem ser produzidos com diferentes materiais. Para escolher qual será utilizado em um projeto é preciso analisar as vantagens e desvantagens de cada elemento. Confira materiais que podem ser utilizados para confeccionar o brise-soleil:

Alumínio

Esse é um dos materiais mais utilizados para fazer brises. Sendo assim, a produção desse modelo é em escala industrial. O brise de alumínio é leve, fácil de instalar e a sua manutenção é simples. Uma desvantagem desse material é que o custo dele costuma ser mais elevado quando comparado às outras matérias-primas.

Madeira

A madeira é outro material bastante usado para fabricar brises. É possível utilizar diversos tipos de madeira, inclusive a de demolição, que torna o produto sustentável. As maiores vantagens desse modelo são: o grande conforto térmico que ele proporciona e a sofisticação e beleza que dá à obra. Porém, sua manutenção deve ser constante.

Continua após o anúncio



Concreto

Esse era o material mais utilizado quando os brises começaram a ser utilizados no Brasil, na década de 1930. Por isso, ele é bastante visto, por exemplo, em colégios, universidades e prédios públicos. O brise em concreto tem grande durabilidade e manutenção simples, mas seu conforto térmico é inferior se comparado a outros materiais.

Independentemente do material, é certo dizer que, com um brise, a construção ficará mais bonita e confortável para os seus frequentadores. Agora que você já sabe o que é o brise e como ele pode embelezar a fachada de uma construção, que tal ver tipos de revestimentos para fachadas?