30 cozinhas com ilha central que valorizam o espaço mais querido de casa

Escrito por Gabriella Afonso

Foto: Reprodução / Kim Cornelison



Como tudo no mundo, a arquitetura e o design também se modificam em reação às necessidades e estilo de vida das pessoas. A cozinha antigamente, por exemplo, era um cômodo reservado e frequentado apenas por aqueles que iriam preparar as refeições, que eram servidas em outro cômodo: a sala de jantar.

Com o passar o tempo, além de as residências em sua maioria não disporem mais de tanto espaço, a refeição passou a ser sinônimo de socialização e integração.

Em resposta a isso, surgiu a tendência de integrar a cozinha com a sala de estar e, de coadjuvante, a cozinha passou a ter papel de âncora na decoração. Além das conhecidas bancadas (cozinha americana), as ilhas também são responsáveis por esta integração e protagonistas no ambiente chamado de “coração da casa”. Mas o que diferencia uma bancada de uma ilha? A resposta é: a bancada é sempre acoplada a uma parede ou coluna, enquanto a ilha não tem nenhuma ligação lateral.

O uso de ilhas em sua cozinha pode trazer muitos benefícios, como:

  • Amplitude: menos parede, mais espaço e circulação;
  • Integração: unifica os espaços;
  • Praticidade e organização: mais espaço para preparação de refeições e para armazenar utensílios – que estarão sempre à mão;
  • Criar mais assentos: pode-se unir a mesa à ilha ou apenas acrescentar banquetas para refeições rápidas.

Porém, existem fatores importantes a serem considerados para a escolha da ilha adequada: procure pensar na circulação e na distância entre os móveis, além de incluir coifa ou depurador caso opte por cooktop em sua ilha. Também é importante pensar na iluminação, que deve ser preferencialmente direta.

Segundo o arquiteto José Claudio Falchi, para um bom projeto de cozinha, é necessário explorar a distribuição de acordo com o espaço disponível, tornando o ambiente funcional e proporcionando circulação.

O que você precisa saber antes de montar uma cozinha com ilha central

Foto: Reprodução / InglisHall&Co

Antes de começar a colocar o sonho de ter uma ilha em sua cozinha, você deve ficar atenta a algumas questões, como o tamanho mínimo necessário no cômodo. O ideal é priorizar a circulação levando em consideração a distância entre os móveis, além de adequar o tamanho da sua ilha proporcionalmente à sua cozinha. Para um corredor, o mínimo ideal é 0,70cm, e no caso de ser próxima a armários que abram e geladeira, este mínimo aumenta sempre visando a ergonomia do ambiente.

Em relação à altura das bancadas, existem variações específicas para cada uso, porém a altura varia entre 0,80cm e 1,10m. Quando utilizada para cozinhar e para apoio, a altura ideal da bancada varia entre 0,80cm e 0,95cm; quando é utilizada como mesa para refeições, a altura ideal é 0,80cm. Caso o uso seja destinado a refeições rápidas com banquetas, a altura varia entre 0,90cm e 1,10m.



Caso tenha cooktop em sua ilha central, a coifa ou depurador deve ser posicionado a 0,65cm de altura em relação à superfície do cooktop, para o funcionamento adequado. Também é importante lembrar que estes aparelhos devem ser 10% maiores que o cooktop.

Existem muitas opções de materiais destinados a serem usados nas ilhas nas cozinhas. A sua escolha será determinada pelo efeito desejado e o preço entre os materiais. Os mais comuns são ardósia, aço inoxidável, concreto, epóxi, granito, laminado, madeira, mármore, pedra-sabão, porcelanato e resina plástica.

30 modelos de cozinhas com ilha que você vai adorar

Após informações sobre a evolução das cozinhas, e dicas importantes para planejar sua ilha, venha espiar as ideias criativas que separamos para você se inspirar:

1. Com mesa em desnível

Foto: Reprodução / Jorge Siemsen

Neste projeto do arquiteto Jorge Siemsen, a ilha é utilizada para cozinhar — por isto a necessidade da coifa. O visual fica unificado entre os materiais da geladeira, da coifa e da ilha, trazendo um ar moderno e fugindo do branco. A mesa integrada em desnível agrega lugares e aproveitamento de espaço.

2. Com equipamentos embutidos

Foto: Reprodução / Juliana Pippi

Aqui vemos o aproveitamento de espaço proporcionado pelas gavetas, pela utilização de equipamentos embutidos como o cooktop e a adega, e a utilização da bancada para refeições rápidas acoplada destacando os materiais utilizados. Os pendentes proporcionam iluminação direta para a bancada, além de agregar design ao projeto.

3. Cores fortes

Foto: Reprodução / Maricy Borges

Nesta cozinha, o destaque da ilha fica por conta do cooktop embutido no centro da mesa, que além de ser utilizada para cozinhar, também serve para refeições. As cores fortes contrastam com os elementos como espelho, inox e madeira.

4. Mescla de materiais

Foto: Reprodução / InglisHall&Co



Nesta cozinha, além da mescla de materiais (madeira e aço, destacados pelo colorido), vemos também o aproveitamento de espaço determinado por portas, prateleiras e gavetas que funcionam como elementos chave.

5. Formas geométricas

Foto: Reprodução / Thiago Passos

O ar tradicional trazido pelo branco é dissipado pela forma geométrica em que a ilha é projetada, além de utilizar esta forma para melhor aproveitamento do espaço, garantindo a circulação necessária. Observem que a geometria se completa com o piso, unificando o visual.

6. Ousadia e puro luxo

Foto: Reprodução / Robert Kolenik

Projetada pelo designer Robert Kolenik, esta ilha agrega um aquário abaixo de seu tampo, tornando-a protagonista do ambiente. Neste caso, o tampo é produzido com um material específico, devido à necessidade de conter a temperatura. Além disso, ele também levanta de forma que possibilite a limpeza do aquário.

7. Praticidade para cozinhar

Foto: Reprodução / A.A. de Araújo

Neste projeto podemos observar que a ilha é utilizada para cozinhar e para apoio. A parte lateral em desnível facilita a organização dos utensílios e aproveita o espaço embaixo do tampo para armazenamento.

8. Uniformidade material

Foto: Reprodução / Ana Mahler

Este projeto é marcado pela uniformidade visual, de cor e material. A cozinha moderna traz a ilha com o cooktop embutido que é complementada pela bancada vazada, utilizada com banquetas.

9. Branco como protagonista

Foto: Reprodução / Allgram



Neste projeto, a ilha de forma mais maciça e em branco é o destaque do ambiente, que além de ser destinado a cozinhar, também compõe de dois bancos em acrílico que trazem cor ao ambiente, tanto como pode apoiar refeições rápidas.

10. Tradicional com mármore

Foto: Reprodução / Anna Maya & Anderson Schussler

Neste projeto podemos observar a comunicação da cozinha com a sala de estar. As cores, a iluminação, os assentos à ilha e os materiais como o mármore tornam a cozinha mais aconchegante.

11. Moderna e bem iluminada

Foto: Reprodução / Cosentino

Nesta cozinha, o foco principal está nas linhas leves e retas da ilha, onde foi trabalhado o contraste de materiais de acordo com a iluminação natural que favorece o ambiente.

12. Aproveitamento de espaço interno

Foto: Reprodução / Ornato

Esta ilha é totalmente multiuso, utilizada tanto para cozinhar, como para refeições em sua continuidade da mesa em desnível. O destaque neste projeto fica por conta do total aproveitamento de espaço, preenchido com gavetas de todos os tamanhos.

13. Destaque para a mesa

Foto: Reprodução / Maricy Borges

A ilha é quase discreta em sua função, tendo o cooktop embutido, mas em sua maior parte destinada como mesa para refeições. As linhas retas e cores sóbrias são compostas com a base e tampo da ilha em cor forte e com a iluminação direta proporcionada pelos pendentes.

14. Cores sóbrias

Foto: Reprodução / Studio Tucah Campos

Neste projeto de cores sóbrias, o contraste de materiais chama a atenção juntamente com a mesa disposta em sentido diferente da ilha, porém acoplada a ela.

15. Espelho e madeira

Foto: Reprodução / MSANCHEZ

Nesta ilha de madeira, quem ganha o destaque é o balcão para rápidas refeições em espelho. A combinação intercalada de materiais deixa o ambiente mais moderno e claro.

16. Aço em destaque

Foto: Reprodução / Fernanda Marques

Essa cozinha luxuosa traz um ar de cozinha gourmet e profissional devido à utilização de aço inoxidável tanto na ilha como nos utensílios. O restante do ambiente é composto por materiais diferentes, dando o destaque total para a ilha, porém harmonizando com o restante.

17. Clean e bem iluminado

Foto: Reprodução / Lidia Maciel

A iluminação natural aparece mais uma vez favorecendo o ambiente, que também é claro.  Monocromáticas, a ilha e as cadeiras formam quase um elemento só.

18. Bronze como ponto de observação

Foto: Reprodução / Cosentino

As linhas retas, os materiais tradicionais e sem firulas, fazem um composé com o bronze presente no tampo da ilha, e no pendente, tornando o projeto moderno e único.

19. Ilha para cozinhas estreitas

Este projeto pode ser adequado para ambientes pequenos, devido à ilha ser estreita e comprida, vazada para abrigar banquetas. A ilha é utilizada para cozinhar, para apoio e refeições rápidas.

20. Laranja e branco

Foto: Reprodução / Scavoloni

A cozinha projetada em cor forte por sua vez é o próprio design da cozinha. A composição de materiais conversa bem e a ilha é multiuso.

21. Rústica

Foto: Reprodução / Ci Barry Dixon

A ilha desta cozinha rústica tem forma orgânica, com pontos mais altos para utilização com banquetas, e pontos mais baixos para utilização de apoio. Os utensílios pendurados completam o ambiente.

22. Azul e branco

Foto: Reprodução / Susan Manrao

Esta ilha funciona como um móvel, não tem equipamentos embutidos e nem pia. É utilizada com o auxílio de banquetas para refeições rápidas, e de apoio para o preparo das refeições.  O modelo retrô, ganha outra cara com a cor forte predominante.

23. Com nichos

Foto: Reprodução / Harvey Jones

Esta ilha feita com ripas de madeira, abriga nichos para organização e exposição de livros de receitas e louças. Também serve de apoio para utensílios e preparo das refeições.

24. Priorizando a circulação

Foto: Reprodução / Kerrie Kelly

A forma como a ilha é projetada deixa claro que a circulação foi priorizada. Também foi projetado um desnível entre a parte de apoio a cozinha e a parte destinada a refeições.

25. Formas diferentes

Foto: Reprodução / Peter Feinmann

A ilha destinada a apoio da cozinha traz formas retas e materiais sóbrios, o que contrasta com a madeira da bancada em forma de trapézio, utilizada para refeições rápidas.

26. Sobriedade chique

Foto: Reprodução / La Cornue

A ilha vazada traz um cooktop com base frontal apoiada harmonizando com os pés da ilha, que é vazada para abrigar bancos utilizados nas refeições. Os materiais, as formas e as cores escolhidas tornam o ambiente sóbrio, no entanto moderno e muito elegante.

27. Duas ilhas

Foto: Reprodução / Peter Salerno

Esta cozinha possui duas ilhas, uma profissional destinada a cozinhar, com dois fornos e equipamentos profissionais em aço inoxidável, e a outra em madeira com tampo de pedra, para apoio e refeições com auxílio de banquetas.

28. Antigo e com bossa

Foto: Reprodução / Tobi Fairley

Esta ilha é ideal para cozinhas rústicas ou tradicionais, é pequena e abriga equipamentos embutidos além de servir como apoio para cozinhar e para refeições.

29. Total white

Foto: Reprodução / Yuko Matsumoto

Esta ilha ampla, tem tripla função: servir de apoio para cozinhar, para armazenamento e para refeições rápidas. A iluminação do ambiente foi considerada como foco do projeto todo monocromático e de unidade material.

30. Madeira e ferro

Foto: Reprodução / Sarah Richardson

Os materiais comuns, porém misturados neste projeto são a âncora da decoração na cozinha. O contorno estrutural em ferro, preenchido com ripas de madeira, quando inseridos a pedra branca do tampo, trazem um efeito visual muito interessante à cozinha até então tradicional.

Aposto que você já escolheu sua ilha! Ou agora está ainda mais em dúvida com tantas opções bacanas.
Vamos apenas relembrar as dicas que vimos na prática:

  • Devemos escolher a ilha de acordo com o tamanho disponível no ambiente;
  • A circulação e funcionalidade são aspectos essenciais, assim como a iluminação;
  • As cores e materiais devem conversar com o restante do ambiente, principalmente devido à integração;
  • O bom uso do espaço é a chave para uma cozinha prática, bonita e funcional!

Aproveite nossas dicas e comece agora mesmo a planejar a cozinha com ilha central dos seus sonhos!