Piscina de vinil: baixo custo e design versátil para embelezar seu lar

Escrito por Ana Kordelos
Foto: Reprodução / Northstone Landscaping

Foto: Reprodução / Northstone Landscaping



Sol, piscina e família reunida: este é o cenário desejado por muitas pessoas para se aliviarem nos dias de calor intenso. Para aqueles não têm a oportunidade de morar em uma região com praias, ou não possuem acesso a clubes, ter uma piscina em casa pode ser a opção de lazer ideal para reuniões, além de proporcionar momentos relaxantes e refrescar até os dias mais quentes do ano.

Diversas opções vêm surgindo no mercado, todas com suas vantagens e desvantagens. Fatores como tipo de ambiente, valor disponível para ser gasto, durabilidade e design desejado devem ser levados em consideração na hora de escolher qual o tipo de piscina a ser instalado.

Com projetos arquitetônicos atuais, cada vez mais visando o aproveitamento de espaço, é possível instalar uma piscina mesmo em locais pequenos. A fase de planejamento é essencial, visto que, ao ser implementada, a piscina já deve contar com todos os acessórios escolhidos pelo cliente, como iluminação, aquecimento e jatos d’água.

As piscinas de vinil, muito utilizadas nos Estados Unidos e Europa, estão ganhando cada vez mais espaço no Brasil, já que são mais acessíveis e o tempo de instalação é baixo em relação aos outros tipos.

Características da piscina de vinil

Foto: Reprodução / Brown’s Pools & Spas

Foto: Reprodução / Brown’s Pools & Spas

Englobando preço baixo se comparado com outros tipos de piscina, tempo de instalação de cerca de 20 dias, fácil manutenção e versatilidade quanto ao design e modelo escolhido, as piscinas de vinil vêm se mostrando uma boa opção.

Segundo a arquiteta Luciana Voso, da Básico Arquitetura, para o processo de instalação, após a escolha do local é feita a demarcação do solo definindo a profundidade. A seguir ocorre a escavação, a construção de tubulões e colunas e o levantamento das paredes com blocos de concreto. A impermeabilização, assim como revestimentos ou rejuntes, não são necessários, o que acaba diminuindo o seu preço final. O design escolhido é feito pelo cliente, com estampas que imitam pastilhas ou mesmo desenhos como peixes e outros seres marinhos.

Assim como os outros tipos de piscinas, as de vinil possuem vantagens e desvantagens que podem ser decisivas quando se opta por esse material. Para isso, a arquiteta Luciana lista os principais pontos para facilitar a decisão:

Vantagens

  1. Liberdade no design escolhido: o vinil é comprado na empresa especializada com o desenho escolhido. Imitação de pastilhas é o modelo mais utilizado, porém você pode fazer seu desenho personalizado ou escolher dentre as variantes disponíveis como cores, degradês, desenhos geométricos ou desenhos de animais. Tudo de acordo com a disponibilidade da empresa contratada.
  2. Versatilidade no formato: “Por ser um material maleável e feito industrialmente, você pode desenhar sua piscina no formato desejado, pois o vinil acompanha curvas e ângulos nos mais variados tipos de projetos”, informa Luciana.
  3. Instalação rápida: “Diferente da piscina de concreto, sua instalação é mais ágil, desde a estrutura até a não necessidade de assentar pastilhas em toda a sua extensão”, descreve.
  4. Fácil manutenção: para a arquiteta, o vinil tem a vantagem de poder ser consertado com a piscina cheia se o mesmo apresentar trincas ou vazamento. Para isso, basta utilizar um dos kits de vinil que empresas especializadas em piscina possuem à disposição.
  5. Fácil limpeza: Luciana informa que devido à superfície lisa, o acúmulo de sujeiras como algas e fungos é menos comum do que em piscinas de concreto. Utilizando-se de produtos químicos para tratar a água, a piscina não tem a necessidade de ser esvaziada para a realização da limpeza.
  6. Não necessita de impermeabilização: “Como o vinil ou manta vinílica é o próprio agente impermeabilizante, esse tipo de piscina dispensa a utilização de impermeabilizante como ocorreria se o modelo escolhido fosse feito de concreto”, esclarece a arquiteta.

Desvantagens

  1. Cloro em excesso: para a arquiteta, o maior problema no visual da piscina é por uso indevido de produtos químicos. Cloro em excesso pode desbotar o desenho impresso no material e provocar ressecamento nas bordas, sendo necessário a troca do vinil em cerca de 10 anos. Para que isso não ocorra, há no mercado produtos com a dosagem correta para este tipo de material.
  2. Fragilidade: Objetos pontiagudos devem ser evitados durante o uso da piscina. Como o material é maleável, estes tipos de objetos podem rasgar sua estrutura.
  3. Rápido enchimento: “Como necessita de rápido enchimento, muitas vezes é necessário um caminhão pipa para finalizar a instalação”, orienta Luciana.

Outros tipos de piscina

Foto: Reprodução / Sterling Custom Construction

Foto: Reprodução / Sterling Custom Construction



As possibilidades são grandes, porém, ao escolher o tipo de piscina para instalar no seu lar, devem ser levadas em conta as seguintes variantes: tempo de construção e instalação, durabilidade, manutenção, limpeza, revestimento e valor a ser gasto com o empreendimento. Para isso, vale a pena conhecer os outros tipos de piscinas disponíveis antes de tomar a decisão de qual ter em sua casa:

Piscina de concreto

Conhecida como a piscina mais duradoura, a piscina de concreto é indicada para aqueles que desejam garantir vida longa à área. Possui uma estrutura de ferro e fundo concretado, podendo ser construída em terrenos variados, com grandes desníveis, solos de baixa resistência e lençóis freáticos. Algumas de suas vantagens e desvantagens, de acordo com a arquiteta Luciana, são:

Vantagens

  1. Durabilidade: quando bem executada, sua durabilidade é longa, sendo que a previsão é de mais de 50 anos sem a necessidade de grandes reparos.
  2. Variedade de terreno: não precisa de terreno específico para ser implantada, tendo a possibilidade nos mais variados terrenos.
  3. Versatilidade de design: aceita vários tipos de revestimentos como pastilhas e azulejos, possibilitando desenhos de acordo com o cliente e formatos variados.
  4. Manutenção: por seu revestimento não desbotar, possibilita a utilização de qualquer tipo de produto químico para piscinas na sua manutenção.

Desvantagens

  1. Alto custo: “Pode chegar a custar até 3x mais do que os outros tipos de piscinas devido sua fundação, revestimento e tamanho desejado”, informa a arquiteta.
  2. Impermeabilização: a profissional enfatiza a necessidade de produtos específicos para a impermeabilização da piscina.
  3. Tempo de construção: “Tempo de construção prevista de 2 a 4 meses em média, podendo variar conforme tamanho e design escolhidos”, pontua.
  4. Limpeza: “Deve ser feita com frequência, já que os rejuntes podem acumular sujeira como fungos e algas” diz a arquiteta.

Fibra de vidro

Se a intenção é instalar sua piscina no menor tempo possível, esta pode ser a melhor opção. As piscinas de fibra de vidro são pré-fabricadas, o que facilita a instalação, já que vêm prontas para serem aplicadas ao terreno escolhido, após a construção de uma fundação com malha de ferro e alvenaria com blocos de concreto. Luciana descreve suas vantagens e desvantagens:

Vantagens

  1. Valor: “Varia de acordo com o tamanho e modelo escolhido, porém é cerca de 50% mais barata que a de concreto”, esclarece Luciana.
  2. Rápida construção e instalação: “Devido a serem pré-fabricadas, sua instalação é rápida, em cerca de 40 dias a piscina já estará pronta para uso”, afirma a profissional.
  3. Impermeabilização: a arquiteta explica que não é necessária impermeabilização devido ao seu material (fibra de vidro) já cumprir esta função.
  4. Fácil limpeza: “Por possuir superfície lisa, não há acúmulo de sujeira, assim como na piscina de vinil, só sendo necessário tratamento da água”, aponta Luciana.

Desvantagens

  1. Produtos químicos: “Assim como a piscina de vinil, se utilizado produtos químicos com alta percentagem de cloro, sua estrutura pode desbotar ou ressecar, sendo mais suscetível a rachaduras”, explica a arquiteta.
  2. Desbotamento: mesmo com os cuidados com produtos químicos, a piscina pode desbotar, sendo necessário uma pintura especial a cada 3 anos.
  3. Design pré-definido: como são pré-fabricadas, o design vem definido pela fábrica, com poucas opções de formatos, variando somente as cores disponíveis.

Comparativo entre os tipos de piscinas

Imagem: Tua Casa

Imagem: Tua Casa

Para facilitar a decisão na hora da escolha da piscina ideal para o seu lar, confira acima as informações da arquiteta de forma mais simples, em uma tabela comparativa dos tipos de piscinas e fatores decisivos na hora da escolha, como preço, durabilidade e manutenção.

Inspirações

Agora que já analisou as vantagens e desvantagens de cada tipo de piscina disponível no mercado, fica mais fácil escolher sua preferida de acordo com seus objetivos. Se a sua opção for a piscina de vinil, aproveite a galeria a seguir e se inspire nos mais variados formatos, desenhos e tamanhos disponíveis para quem decide pela versatilidade e baixo preço que este tipo de piscina oferece:

Foto: Reprodução / <a href="http://www.studiodonizelli.it/" target="_blank">Studio Donizelli</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.millimeter.com.hk/" target="_blank">Millimiter Interior Design Limited</a>



Foto: Reprodução / <a href="http://www.bettybirger.com.br" target="_blank">Betty Bigger Arquitetura e Design</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://fgarquitectes.com/" target="_blank">FG Arquitectes</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.arq-jiliberto.com/" target="_blank">Málaga Arquitectura</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://kv-buro.ru/" target="_blank">Andrew Kartseva</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://7formasarquitetura.com.br/index.php" target="_blank">7 Formas Arquitetura</a>



Foto: Reprodução / <a href="http://carladadazio.com.br/" target="_blank">Carla Dadazio</a>

Foto: Reprodução / <a href="https://www.facebook.com/anaflavia.teixeira.58" target="_blank">Arquiteta Ana Flávia Teixeira</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.dstudio-anu.com/" target="_blank">D Studio</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.heritagestone.ca/" target="_blank">Heritage Stoneworks</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.wheats.com/" target="_blank">Wheat’s </a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.lesliesaul.com/" target="_blank">Leslie Saul & Associates, Inc.</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.bellawoodbuilders.com/" target="_blank">BellaWood Builders</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.hampsteadpool.com/" target="_blank">Hampstead Pool, Spa & Patio, Inc.</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://yardscapesinc.com/" target="_blank">Yardscapes Inc.</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.bahlerbrothers.com/" target="_blank">Bahler Brothers</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://stacypaulson.com/" target="_blank">Stacy Paulson Design & Build</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://deckandpatio.com/" target="_blank">Deck and Patio Company</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.neavegroup.com/" target="_blank">Neave Group Outdoor Solutions</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.colleys.com/" target="_blank">Colley’s Polls & Spas</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.taylorindustries.com/" target="_blank">Taylor Industries Backyard Center</a>

Foto: Reprodução / <a href="http://www.pooldesignandbuild.ca/" target="_blank">Gib-San Poll & Landscape Creations</a>

Após escolher o modelo preferido, vale buscar um profissional para que o projeto seja bem feito e executado sem falhas. Se a sua já estiver instalada, vale ficar atento para alguns cuidados específicos para este tipo de piscina.

Cuidados com a piscina de vinil

Foto: Reprodução / Estate Pools & Landscapes

Foto: Reprodução / Estate Pools & Landscapes

A arquiteta Luciana orienta pequenos cuidados para que sua piscina tenha o máximo de durabilidade possível: como sua superfície é lisa, não deixando espaço para acúmulo de sujeira ou proliferação de algas, fungos ou bactérias, produtos químicos específicos bastam para manterem a água limpa.

Sua manutenção pode ser feita com a piscina cheia se o reparo for para pequenos vazamentos ou pequenas rachaduras, apenas utilizando um kit de reparos. O vinil pode ser trocado por sofrer desgaste pela ação do tempo, danos por mal-uso ou por mudança no visual. Esta troca ocorre em média a cada 10 anos. Pode também ser trocado por revestimento cerâmico ou por outro modelo de vinil, sempre por equipe especializada.

Perguntas e respostas sobre a piscina de vinil

Foto: Reprodução / Ledge Loungers

Foto: Reprodução / Ledge Loungers

Para esclarecer qualquer tipo de dúvida que a escolha por uma piscina de vinil possa trazer, a arquiteta respondeu algumas das perguntas mais frequentes na hora de decidir por este tipo de piscina:

Tua Casa: É possível trocar o vinil por azulejo?

Luciana Voso: Sim. Para isso é preciso retirar o vinil, fazer a correção do fundo e paredes, aplicar a impermeabilização e depois o revestimento escolhido.

TC: Qual a durabilidade da piscina de vinil?

LV: Variável, dependendo apenas do uso e manutenção corretos. A troca do vinil ocorre numa média de 10 anos por desbotamento ou ressecamento das bordas.

TC: A piscina de vinil pode ser feita em qualquer tipo de solo, como, por exemplo, arenoso ou recém aterrado?

LV: Sim, a piscina de vinil deve sempre ter a execução de elementos estruturais, dependendo de cada tipo de terreno.

TC: Por que o custo do vinil é mais baixo que o de concreto?

LV: Porque os modelos de vinil não precisam de impermeabilização, revestimentos ou rejuntes, como é necessário na piscina de concreto.

TC: Por que a piscina de vinil vaza água quando fura e uma de concreto não vaza quando solta um azulejo?

LV: Porque a piscina de vinil não tem a camada de impermeabilização que as piscinas de concreto têm.

TC: É possível colocar aquecimento na piscina de vinil?

LV: Sim, isso deve ser levado em consideração no momento do projeto.

TC: Como consertar um furo na piscina de vinil?

LV: Geralmente, utiliza-se um kit para remendos ou reparos de vinil feito especificamente para piscinas. O reparo pode ser feito com a piscina cheia se for pequeno, de vazamento ou rachadura.

TC: Piscina de vinil ou fibra: qual a mais durável?

LV: As piscinas de vinil podem ter o forro suscetível a cortes e rasgos, e a sua substituição ocorre numa média de 10 anos. As piscinas de fibra têm boa durabilidade quando bem cuidadas. A durabilidade é de, em média, 10 anos.

TC: Devo trocar a água da piscina? Se sim, de quanto em quanto tempo?

LV: A água da piscina sendo bem cuidada não precisará ser trocada. Mesmo ficando com o PH desajustado ou bem suja, limpando seguindo as orientações do fabricante não haverá necessidade de troca de água.

TC: Qual o tamanho mínimo para se ter uma piscina em casa?

LV: Não há tamanho mínimo para uma piscina residencial. A profundidade usada varia de 0.60 a 1.40m de profundidade. Vale alertar a preservação de recursos naturais, então deve ser construída uma piscina de acordo com o uso que a mesma terá.

TC: Existe alguma restrição quanto ao formato ou tamanho?

LV: Para piscinas de vinil não existe nenhuma restrição quanto ao formato ou tamanho. Como é um material maleável, ajusta-se aos mais diversos projetos, acompanhando diferentes ângulos e curvas.

Na hora da decisão, as dicas apresentadas pela arquiteta, fatores como a rapidez na instalação e o ótimo custo benefício fazem com que a piscina de vinil seja uma ótima opção de escolha para complementar a área de lazer do seu lar.