Como vasos decorativos podem fazer a diferença nos ambientes da sua casa

Escrito por Amanda Akemi
Atualizado em 22.03.17
Reprodução / Cathy Pyle

Reprodução / Cathy Pyle

Continua após o anúncio



Na hora de decorar o seu lar, adicionar vasos — utilitários ou decorativos — pode fazer toda a diferença. A diversidade de modelos permite criar desde um ambiente moderno até uma aparência mais retrô. Antes utilizados apenas como um meio de manter plantas e flores dentro de casa, os vasos passaram a ganhar maior destaque na composição. Adaptáveis a todos os cômodos, podem ser encontrados sozinhos, ocupando estantes inteiras e locais centrais na sala de estar. Portanto, a escolha de um modelo ideal que traga harmonia ao ambiente é muito importante.

As vantagens de se optar por este ornamento são muitas. De acordo com o paisagista Rafael Faro, responsável pela empresa Germinar Paisagismo, os vasos decorativos, quando bem escolhidos, trazem um toque adicional de elegância e beleza à casa. Além disso, podem ser utilizados como definidores de espaço ao adicionar, por exemplo, um palete em madeira delimitando um espaço verde, ou até mesmo para separar ambientes distintos, entre uma sala de estar e uma sala de jantar, sendo capazes de diminuir sons entre os dois ambientes e criar um espaço muito mais aconchegante.

O uso de plantas e flores tende a trazer mais detalhes à composição, muitas vezes complementando e destacando ainda mais a beleza dos vasos. Um ambiente pode se tornar muito mais alegre ao adicionar vasos coloridos que contrastem com a cor da parede sóbria, ou mais elegante e refinado ao utilizar vasos com texturas e cores mais neutras. Quando se trata deste ornamento, é possível ousar na criatividade. Mas para que você não se perca dentre tantas opções, nada melhor do que um pequeno guia de como escolher o vaso ideal e suas combinações.

Como escolher vasos para a decoração

Reprodução / Arete Culture

Reprodução / Arete Culture

Diante de uma gama tão grande de estilos, tamanhos e cores, optar pelo vaso ideal pode não ser uma tarefa tão fácil. Para Faro é importante, antes de tudo, ter em mente qual o propósito desejado. Ele explica que em geral existem duas possibilidades: “a primeira opção é harmonizar com o restante da decoração criando um ambiente homogêneo. A segunda é destoar, chocar, criar algo que seja diferente da arquitetura do local”. Além disso, o arquiteto Roberto Borja alerta que antes de tomar a decisão de compra, é necessário levar em consideração onde o vaso ficará, “caso seja em ambientes externos, por exemplo, é indispensável prestar atenção na escolha do material. Os efeitos decorativos também podem influenciar na escolha, uma vez que o vaso precisa ‘conversar’ com os outros objetos da decoração’’, afirma.

Borja explica que os diversos tipos de vasos requerem um contexto para serem inseridos, portanto a escolha de cores e texturas variam de acordo com a arquitetura do local. O espaço disponível em um cômodo também pode ajudar na sua decisão, ambientes com pouco espaço parecem menores quando ornamentados com vasos de porte grande, por isso a dica é optar por pequenos vasos espalhados em mesas de apoio ou centro, estantes e bancadas, trazendo mais delicadeza ao ambiente. Já espaços amplos são perfeitos para receber vasos grandes, com ou sem plantas, que normalmente são inseridos próximos a cantos de parede e corredores.

Vale ressaltar que a grande tendência é utilizar a criatividade na hora de escolher ou fazer o seu vaso. Usar materiais como latas de alumínio customizadas, regadores, caixinhas em madeira e mini baldes são algumas opções que trazem um ar inusitado ao seu ambiente.

Como combinar vasos com plantas

Reprodução / Kristofer Johnsson Photography

Reprodução / Kristofer Johnsson Photography

Continua após o anúncio



A combinação de vasos com plantas também é uma etapa que exige atenção. Faro explica que a decisão deve se iniciar na escolha do vaso de acordo com o ambiente, “decidido o modelo do vaso, a escolha da espécie vegetal se torna mais simples, pois a planta não pode destoar do vaso. Por exemplo, um terrário/vaso mais alto do que largo requer uma espécie mais alta e o contrário também acontece. Quando se trata de um terrário (modelo aquário) as melhores opções são espécies mais estruturadas e que abrangem um espaço horizontal maior. É uma parceria planta-vaso que deve ser respeitada e apreciada”, completa. Caso você já tenha uma planta preferida em mente, o processo acontece ao contrário, partindo da escolha da planta para o tipo de vaso certo, que permita tanto o seu crescimento quanto uma estética agradável.

Para Borja, não há uma regra tão específica e direta para a combinação correta, mas ele afirma que é importante manter uma proporção entre o vaso e a planta. “Devido a suas raízes, uma das combinações a ser seguida é a de que vasos com 50x50cm são bons para o desenvolvimento de plantas como licuala. Já vasos compridos e estreitos com 100x40cm ficam bem com plantas baixas e volumosas, e os vasos pequenos combinam com plantas menores como antúrio e lírios-da-paz”, explica. Portanto, a combinação não acontece apenas esteticamente, é importante conferir o tamanho do seu vaso e se a sua planta poderá se desenvolver e crescer de forma saudável.

Vasos e cachepots

Reprodução / Love Coming Home

Reprodução / Love Coming Home

Na hora da compra, muitas pessoas confundem vasos com cachepots e acabam adquirindo-os por engano. Os cachepots são recipientes que, assim como os vasos, são encontrados nos mais variados materiais e tamanhos, mas que não são utilizados da mesma maneira. Na verdade, eles servem para alocar vasos, por exemplo, se você possui um vaso simples e desgastado que já não combina mais com a sua decoração, mas você não deseja mudar sua planta para outro recipiente, você pode adquirir um cachepot e colocá-lo dentro dele, dando ao seu antigo vaso uma nova aparência.

Já o processo de escolha dos cachepots é muito parecido com o dos vasos decorativos. Eles também devem harmonizar com o ambiente e se adaptar a planta e contexto. A única diferença, é que o cachepot deve seguir o tamanho do seu vaso, para que caiba e possa escondê-lo perfeitamente. A vantagem do cachepot é que ele não entra em contato direto com o conteúdo do vaso, portanto ele pode ser trocado facilmente.

Ambientes com vasos para se inspirar

Reprodução / We Present

Reprodução / We Present

Cada parte da casa tem as suas especificidades que se estendem muitas vezes aos objetos decorativos. Ao procurar pelo ornamento certo para cada ambiente, é muito importante pensar no material usado e suas limitações, pois esse é um fator que influencia a durabilidade da sua peça.

Tanto para o arquiteto Borja quanto para o paisagista Faro, os vasos são itens muito versáteis, adaptam-se a qualquer ambiente e dificilmente apresentam alguma restrição. “Todos os ambientes conseguem receber um vaso personalizado, desde que não atrapalhe a função e circulação no local’’, afirma Faro. É claro que além disso, deve-se pensar em quem estará em constante contato com as plantas e vasos, como crianças e animais, dependendo da situação talvez seja melhor optar por locais altos, fora de alcance, materiais de plástico e plantas não tóxicas, explica.

Salas

Para salas, principalmente as bem iluminadas, vasos de cores fortes são uma boa opção. Amarelo, vermelho, azul turquesa, verde, trazem mais alegria e cor à sua sala de estar. Procure por vasos feitos de cerâmica esmaltada, são os mais populares, com uma cartela de cores muito diversa. Inclusive, para quem deseja algo mais elegante, existem inúmeros vasos de cerâmica com pintura metalizada e cobertos com materiais espelhados, substitutos para os vasos feitos em inox, que possuem um preço mais elevado. A sala é um cômodo que aceita diversos tipos de materiais e cores, portanto, é possível adquirir também vasos em vidro, que se adequam bem a centros de mesas de jantar.

Continua após o anúncio



Reprodução / Now Arquitetura

Reprodução / Now Arquitetura

Reprodução / Renata Amado

Reprodução / Renata Amado

Reprodução / Bianka Mugnatto

Reprodução / Bianka Mugnatto

Reprodução / Love Coming Home

Reprodução / Love Coming Home

Reprodução / Ann Lowengart

Reprodução / Ann Lowengart

Reprodução / Arquitetura MM

Reprodução / Arquitetura MM

Reprodução / Ouriço Arquitetura e Design

Reprodução / Ouriço Arquitetura e Design

Continua após o anúncio



Reprodução / Carmen Domit

Reprodução / Carmen Domit

Reprodução / Interior Decoração

Reprodução / Interior Decoração

Quartos

Nos quartos, principalmente os menores, os vasos são normalmente encontrados sobre criados-mudos e prateleiras e o tamanho costuma variar entre pequeno e médio. Caso seu quarto seja grande e bem iluminado, vasos maiores são perfeitos para compor sua decoração. Para criar uma atmosfera mais clean, adicione vasos de vidro ou de cerâmica com cores claras. Para um ambiente mais rústico, procure por modelos de vasos que possam ser pendurados no teto ou na parede do seu quarto, os mais comuns são os feitos de barro e cerâmica.

Reprodução / Ina Arquitetura

Reprodução / Ina Arquitetura

Reprodução / Maxma Studio

Reprodução / Maxma Studio

Reprodução / We Present

Reprodução / We Present

Reprodução / Avenue B. Development

Reprodução / Avenue B. Development

Reprodução / Bethany Nauert

Reprodução / Bethany Nauert

Reprodução / Liana Hayles

Reprodução / Liana Hayles

Cozinhas

A junção de vasos e plantas na cozinha é muito comum, pois trazem a sensação de cuidado e vivacidade ao local. Ficam bem localizados quando sobre bancadas e próximos a janelas. O tamanho mais usado é o médio, que pode trazer um equilíbrio com os outros objetos domésticos. Também é possível utilizar pequenos vasos decorativos em grupos e espalhados pelas prateleiras. Você ainda pode unir o útil ao estético e cultivar plantas comestíveis.

Reprodução / Ina Arquitetura

Reprodução / Ina Arquitetura

Reprodução / Raphael Design

Reprodução / Raphael Design

Reprodução / Fiorella Design

Reprodução / Fiorella Design

Reprodução / We Present

Reprodução / We Present

Reprodução / Design Sponge

Reprodução / Design Sponge

Banheiros/Lavabos

Banheiros são ideais para vasos em vidro, que por não ser um material poroso, resiste bem à umidade e é de fácil limpeza, além de possuir um aspecto mais clean que remete a pureza. A sugestão é optar por vasos mais longos e compridos ou achatados e menores, para serem colocados em cima da bancada, próximos a torneira. É muito comum a combinação de vasos em cores neutras junto a plantas e flores de cores mais alegres. Opções em plástico também são bem-vindos, pois esse também é um tipo de material mais resistente a alta umidade e de fácil manutenção.

Reprodução / Lincthelen

Reprodução / Lincthelen

Reprodução / Arquitetura MM

Reprodução / Arquitetura MM

Reprodução / David Guerra

Reprodução / David Guerra

Reprodução / Lucas Lage

Reprodução / Lucas Lage

Reprodução / Beth Marquez

Reprodução / Beth Marquez

Reprodução / Carriage Lane

Reprodução / Carriage Lane

Reprodução / We Present

Reprodução / We Present

Reprodução / Elizabeth Roberts

Reprodução / Elizabeth Roberts

Reprodução / Carla Aston

Reprodução / Carla Aston

Exteriores

Caso deseje decorar um espaço externo, vasos em cerâmica, argila, barro ou concreto são boas opções, pois são materiais pesados e mais duradouros, além de trazerem um ar mais rústico e artesanal. Existem modelos de tamanhos variados, inclusive vasos de parede, que podem ser pendurados sob paletes de madeira com plantas que crescem no sentido da gravidade. Uma boa opção é escolher vasos de tamanhos diferentes que possam ser agrupados de 2 a 3, posicionados próximos a paredes ou móveis em locais que não seja necessária uma movimentação constante. Ou, você pode utilizar vasos iguais e posicioná-los simetricamente. Evite vasos de plástico, pois tendem a absorver excessivamente o calor, além disso, a cor poderá desgastar rapidamente quando expostos por longos períodos sob o sol.

Reprodução / Ina Arquitetura

Reprodução / Ina Arquitetura

Reprodução / Rosenbaum

Reprodução / Rosenbaum

Reprodução / Tania Arquitetura

Reprodução / Tania Arquitetura

Reprodução / Rozeman

Reprodução / Rozeman

Reprodução / Arquitetando Ideias

Reprodução / Arquitetando Ideias

Reprodução / Fresh Ideen

Reprodução / Fresh Ideen

Reprodução / 50 Degrees

Reprodução / 50 Degrees

Reprodução / Apartment Therapy

Reprodução / Apartment Therapy

Onde comprar vasos

As opções de valor variam muito quando se trata deste ornamento. Existem inúmeras opções no mercado, principalmente de compras online, desde vasos mais acessíveis, para aqueles que não desejam investir muito, bem como opções de preços mais elevados. Para que não ocorra nenhum engano ou confusão, basta se atentar ao tipo de material e as medidas que geralmente são descritas junto ao produto. Agora que você já conhece algumas possíveis combinações de vasos para cada ambiente, escolha o seu preferido na seleção de vasos decorativos:

De vidro

vasos-de-vidro

1. Compre na Etna por R$69,99.

2. Compre na Tok & Stok por R$41,00.

3. Compre na Mobly por R$45,99.

De inox/aço

vasos-de-inox

1. Compre na Tool Box por R$197,00.

2. Compre na Tok & Stok por R$269,00.

3. Compre na Maria Pia Casa por R$5.250,00.

De cerâmica/concreto

vasos-de-ceramica-concreto

1. Compre na Clic Decore por R$88,50.

2. Compre na Felicita Decor por R$135,90.

3. Compre na Carro de Mola por R$78,60.

De acrílico/plástico

vasos-de-plastico

1. Compre na Lojas Americanas por R$59,99.

2. Compre na Submarino por R$67,49.

3. Compre na Shoptime por R$89,99.

Outras ideias para usar vasos

A combinação de vasos e plantas, apesar de ser a mais tradicional, não é a única opção para o uso de vasos em sua decoração. Algumas pessoas buscam outras opções além dessa combinação, seja pela manutenção que a planta exige ou por simples gosto pessoal. É possível utilizá-los sozinhos ou adicionar objetos decorativos extras em seus conteúdos. “Podem ser usados pedriscos, seixos, pedras, areia, até elementos decorativos temáticos e mais lúdicos, como bonecos ou placas com mensagens nelas, claro que tudo depende da concepção que foi adotada desde o começo do processo de decoração”, diz Faro. E ele também acrescenta que apesar de certas regras estéticas, a imaginação deve estar sempre presente em cada etapa.
Para que você se inspire, confira algumas opções que podem trazer mais estilo ao seu ambiente:

Reprodução / The Nester

Reprodução / The Nester

Reprodução / Blog Moemax

Reprodução / Blog Moemax

Reprodução / Deluxe Catalog

Reprodução / Deluxe Catalog

Reprodução / Love Your Room

Reprodução / Love Your Room

Reprodução / Akasha Accents

Reprodução / Akasha Accents

Reprodução / Focal Point Styling

Reprodução / Focal Point Styling

Reprodução / Shutterstock

Reprodução / Shutterstock

Reprodução / Pottery Barn

Reprodução / Pottery Barn

Reprodução / Jon Day Photography

Reprodução / Jon Day Photography

Todos os tipos de combinações podem transformar o seu ambiente num lugar único. Basta usar a criatividade e escolher o que mais combina com a sua casa.