Dicas profissionais para escolher a decoração de quarto de bebê perfeita

Escrito por
Atualizado em 05.08.22

Gabi Marques

Por
Atualizado em 05.08.22

Planejar o quarto de bebê é um momento único para os pais, pois é um prelúdio de todo cuidado, carinho e atenção que será dedicado ao novo membro da família. Escolher cada detalhe deste cantinho não só garantirá conforto e praticidade, mas também criará uma identidade única ao espaço, que aumentará a ternura dos momentos divididos por ali. Para facilitar esta missão, a arquiteta Vanessa Sant’Anna dá dicas profissionais de como criar a decoração do quarto de bebê dentro do seu orçamento e expectativas.

Publicidade

Índice do conteúdo:

Dicas essenciais para fazer a decoração de quarto de bebê

Pensar na decoração do quarto de bebê pode parecer uma tarefa complicada, principalmente para pais de primeira viagem. Na verdade, tudo é questão de planejamento, até mesmo para escolher a decoração perfeita. Por isso, atente-se as sugestões da arquiteta na hora de se organizar:

Planeje o quarto do bebê logo no começo da gravidez

Fernanda Pessoa Arquitetura

Publicidade

Para Sant’Anna, quanto antes o planejamento do quarto do bebê for iniciado, melhor. “Minha sugestão é planejar o quartinho ou contratar o projeto do ambiente logo no início da gravidez, pois dessa forma é possível ter um panorama de tudo o que será necessário para a decoração. Com isso, é possível montar um cronograma mais assertivo, organizar-se financeiramente e curtir todo o processo com calma e sem estresse e atropelos”, explicou.

Para os pais que desejam uma marcenaria personalizada ou sob medida, o cronograma deve ser ainda mais elaborado. Segundo a arquiteta, “o ideal é começar a reforma e compra dos itens do quarto com no máximo 5 meses de antecedência do parto, já que os móveis planejados demandam um tempo considerável para produção. Se a intenção for investir apenas em móveis soltos e comprados já prontos, normalmente esse prazo pode ser bastante reduzido”.

Siga um cronograma

Para quem não abre mão de se organizar antes mesmo de iniciar o projetos, Sant’Anna sugere a criação de um cronograma. “Este passo é apenas uma sugestão e pode sofrer variações em função dos prazos dos arquitetos, projetistas e demais fornecedores dos itens que farão parte do quarto do bebê”. O passo a passo a seguir é uma cortesia da arquiteta:

Publicidade

  • Primeiro e segundo mês: pesquisa de estilos de quartos de bebê e separação de fotos de referência;
  • Terceiro mês: planejamento e/ou contratação de profissional para o projeto do quarto;
  • Quarto mês: finalização do projeto/planejamento, contratação da marcenaria e início de pesquisa dos móveis soltos e dos itens de decoração;
  • Quinto mês: produção dos móveis planejados, compra dos demais itens e reforma geral do quarto (quando necessário);
  • Sexto e sétimo mês: Produção e instalação dos móveis planejados, montagem dos móveis soltos e instalação dos itens de decoração;
  • Oitavo mês: ajustes gerais, colocação do enxoval e itens pessoais do bebê.

Escolha itens que facilitarão a rotina

Além de bonito e aconchegante, o quarto do bebê precisa ser funcional. Para isso, pense em itens que facilitarão a rotina, principalmente na hora da mamada da madrugada. “Um berço de qualidade, trocador, poltrona confortável para amamentação, uma mesinha de apoio ao lado da poltrona, armário ou cômoda para armazenamento das roupas/acessórios do bebê e, se possível, um espaço destinado ao armazenamento das fraldas são imprescindíveis”, garante Sant’Anna.

Pesquise preços

Com tantas opções no mercado, é possível montar um quarto de bebê independentemente do orçamento e espaço do cômodo. Para Sant’Anna, “fica difícil estabelecer um valor específico de preço devido à variedade, e tudo depende das necessidades específicas e possibilidades financeiras de cada um”. É nessas horas que um projeto criado antecipadamente oferece a liberdade de pesquisar preços com calma, fazer mudanças nas escolhas caso o orçamento aperte e ainda adequar itens importantes no espaço para garantir um ambiente funcional e aconchegante. “O importante é pesquisar bastante e soltar a criatividade”, revela a profissional.

Atenção especial na escolha do berço

Decorar o quarto de bebê pede atenção dobrada nas medidas de segurança por motivos óbvios, e neste quesito, o berço é um dos itens que não pode falhar em hipótese alguma. Sant’Anna explica que é necessário pesquisar bastante antes de comprar este item. Assim, “é fundamental averiguar se o berço é certificado pelo Inmetro. Esse selo estabelece normas para padronizar a qualidade dos berços e garantir a segurança dos bebês, ele comprova que a peça foi produzida seguindo as normas e medidas adequadas para prevenir acidentes. Mesmo se a marcenaria for personalizada, o ideal é que o berço seja comprado pronto e que tenha recebido este selo”, explica.

Outro ponto que deve ser considerado é o tamanho do berço, pois ele precisa ser compatível com as medidas do ambiente. Segundo a especialista, “um berço muito grande pode atrapalhar a passagem em um ambiente pequeno, o que não é nada funcional. Caso não consiga fazer o projeto do quartinho, faça uma simulação dos móveis no ambiente antes da compra. Para isso, use uma trena e uma fita crepe no piso, demarcando o espaço que será ocupado pelo móvel no chão”.

Quanto ao estilo, a arquiteta sugere um design básico, para não carregar o ambiente de informações, e que também possa ser ajustado conforme o crescimento do bebê. “Um modelo branco e sem muitos detalhes é uma escolha clássica e democrática. Já os ajustes podem ser feitos em modelos que oferecem diversas configurações, como estrado regulável”, sugere.

Decorando as paredes

Studio Farfalla

Publicidade

Um item que garante um charme especial ao quarto do bebê é o adesivo ou papel de parede. Eles são encontrados nos mais diversos modelos e imprimem uma identidade diferenciada ao espaço. “Além de ter uma instalação rápida, sem fazer sujeira, o adesivo de parede consegue transformar o ambiente em um curto espaço de tempo. Alguns modelos não exigem mão de obra especializada para instalação”, acrescenta a profissional. Na hora de escolher um modelo, opte por uma estampa ou cores que destaquem ou que conversem com os móveis já escolhidos.

Decorando quarto de bebê pequeno

Para cômodos com metragem reduzida, é importante planejar ainda mais a decoração do quarto de bebê para não comprometer a circulação e também não correr o risco de adicionar muita informação no projeto. Neste quesito, é fundamental avaliar quais os itens que de fato não podem faltar e, se preciso, remanejar alguns deles para outros cômodos. Para essa questão, “considere a possibilidade de instalar a poltrona de amamentação no quarto dos pais ou na sala, sempre combinando com o espaço em que ela será mantida. Há também berços multifuncionais que, na maioria das vezes, possuem uma cômoda ou trocador acoplado, contribuindo para a otimização do espaço já limitado. Mas a melhor solução para aproveitar cada cantinho, sem dúvidas, é investir em módulos suspensos e marcenaria sob medida”, explica a arquiteta.

Decorando com simplicidade

Se o orçamento está apertado para grandes elaborações ou a ideia é reformar o espaço quando o bebê crescer o suficiente para não dormir mais no berço, a fórmula para esta decoração é investir no básico. Sant’Anna diz que “um quarto pintado em tom neutro e clarinho somado com um papel de parede ou adesivos, móveis neutros e itens de artesanato ou com “apelo afetivo” posicionados estrategicamente resultam em um quartinho acolhedor, criativo e montado de forma simples é uma configuração estratégica”.

Para isso, a profissional sugere o investimento em móveis neutros, que podem ser destacados com um papel de parede, adesivos avulsos e pintura diferenciada. Outra ideia econômica de Sant’Anna é utilizar uma poltrona já existente para a amamentação, que pode ser inclusive parte do acervo da família. Se o visual precisa de uma repaginada, basta trocar o tecido para dar uma vida nova ao móvel. Outras mobílias também podem ser reformadas, como uma cômoda antiga, que pode mudar de cara com uma pintura e/ou trocando os puxadores. E para dar um toque familiar, aposte em itens decorativos de memória afetiva, como um quadrinho pintado por alguém querido, itens artesanais e até mesmo DIY de bandeirinhas de tecido ou tapete de crochê.

Trabalhando as cores na decoração

Sant’Anna garante que não existem regras na hora de escolher as cores para o quarto do bebê, pois isso deve ser alinhado de acordo com o estilo abordado e até mesmo o estilo de vida dos moradores. “O ideal é sempre equilibrar as partes. Por exemplo, se uma parede é muito colorida, deixe o restante em tons mais neutros ou claros; já se os móveis são mais chamativos, deixe as paredes mais discretas”. Dessa forma, você criará uma harmonia interessante em seu projeto, garantindo sempre que o conforto prevaleça.

A decoração de quarto de bebê começa durante a gravidez, mas projetar algumas funções básicas pode ser considerada logo quando o casal adquire o imóvel. Sant’Anna explica que muitas de suas solicitações de projetos são adaptáveis para ambientes que inicialmente servirão como home office ou quarto de hóspedes, mas que futuramente serão transformados em dormitório do pequeno morador. “Este tipo de projeto requer poucos ajustes, pois a bancada do home office pode se transformar em trocador e as prateleiras podem receber complementos futuramente para ficarem mais lúdicas”, finaliza a arquiteta.

Publicidade

Tutorias para decorar o quarto do bebê

Colocar a mão na massa na decoração do quarto de bebê é uma das dicas da Sant’Anna para incluir um toque afetivo e pessoal ao espaço. Os tutoriais a seguir além de darem ideias geniais para este projeto DIY, te ensina a executar artes lindas que vão deixar o dormitório ainda mais fofo. Acompanhe:

Parede boiserie

A parede boiserie nada mais é do que criar molduras nas paredes utilizando gesso ou cimento. Para facilitar o processo, Luly sugere utilizar ripas de madeira. Assim, aprenda a executar um projeto de meia parede com boiserie feito com madeira e pintados ao seu gosto. O resultado é delicado, sofisticado e de muito bom gosto.

4 dicas para decorar a parede de quarto de bebê

Aqui, a designer de interiores comenta sobre quatro ideias para decorar as paredes do quartinho do bebê, que apesar de serem tendência no momento, prometem acompanhar várias fases do pequeno morador. Dentre elas, a profissional comenta sobre o boiserie, painel de papel de parede, meia parede e mistura de padrões. Assista ao vídeo e aprenda como aplicar essas técnicas.

Como fazer parede de nuvens

O tema nuvem é um clássico que nunca sai da moda. Para a execução deste projeto, você vai precisar de fita e molde de nuvem. Assista ao vídeo que, de forma didática, te explica como calcular a proporção do desenho na parede para que as nuvens fiquem harmônicas na parede. Além do planejamento, você também vai aprender a fazer o molde e a maneira simplificada de realizar a pintura.

DIY do quarto do bebê

O móbile de berço é um detalhe que não pode faltar no quartinho do bebê. Este vídeo é para quem deseja incluir sua própria arte na decoração do quartinho do bebê. Dessa forma, aprenda a fazer um móbile de berço geométrico de papel cartão e uma cabeça de raposa modelada com massa fimo, que vai criar uma harmonia entre os elementos decorativos do quarto.

Gostou das ideias para decorar o quartinho? Para complementar o seu projeto, veja algumas sugestões de lojas para comprar itens de decoração. Analise com calma os elementos que estão faltando e selecione os que mais combinam com o seu projeto.

Onde você pode comprar itens de decoração de quarto de bebê na internet

Comprar pela internet já se tornou um hábito cultural que vai além da praticidade de sequer precisar sair de casa, e com a decoração do quarto de bebê não seria diferente. Os produtos são dos mais variáveis, desde itens decorativos até toda a mobília do dormitório. Passeie pelos sites e verifique se o frete é compatível com suas expectativas:

  1. Tricae
  2. Camicado
  3. Mobly
  4. Mappin
  5. Aliexpress

Dos quadros ao berço, a lista de opções atendem todos os estilos e propostas de decoração, além de caberem nos mais variados orçamentos.

35 fotos de decoração de quarto de bebê para inspirar o seu projeto

Para finalizar, a sua pesquisa, a melhor forma de começar um planejamento é se inspirando em boas referências. Seja uma decoração enriquecida de detalhes ou um ambiente simples e acolhedor, a decoração do quarto de bebê também pode ter personalidade, assim como todos os outros cômodos da casa. Inspire-se em cada projeto e seus cantinhos mais especiais:

1. Um cesto com pelúcias também pode acomodar uma mantinha para a hora de amamentar

2. Pequenos acessórios decorativos dão graça à decoração

3. A marcenaria decorativa ainda contou com uma luz de led aconchegante

4. Essa luz acolhedora também pode ser incluída com uma luminária lúdica

5. Um toque pessoal garantido pelo artesanato

6. Tudo fica mais divertido com o mix de estampas dos papéis de parede

7. Uma composição clássica com um toque de romantismo

8. Quadrinhos divertidos e um móbile ajudam a distrair o bebê

9. Os adesivos acompanharão o pequeno morador em diferentes fases

10. Assim como este delicado papel de parede em painel

11. Os nichos são perfeitos para verticalizar a decoração do quarto

12. Aqui a cama de solteiro pode acomodar a mamãe na hora da amamentação

13. Uma composição de pequenos tapetes para garantir aconchego

14. Cada detalhe deste quarto é de arrancar suspiros

15. A elegância da louça combinada com o enxoval

16. Você pode adicionar personalidade no cantinho do trocador

17. Uma poltrona da sala + pintura criativa renovam o espaço de maneira simples

18. O papel de parede e a meia parede de marcenaria é uma grande tendência

19. Repare como o móbile e os adesivos de parede se complementam

20. Uma temática toda trabalhada na natureza de forma delicada

21. Você pode investir em cores alegres para o quarto de bebê

22. Ou apostar nos charmosos tons neutros e terrosos

23. Este trocador pode ser adaptado para outras funções com o passar do tempo

24. Não se esqueça daquele rico detalhe na porta do quarto

25. O minimalismo também marca presença no quartinho do bebê

26. E se diferencia nos pequenos detalhes decorativos

27. A decoração neutra é uma opção altamente democrática

28. Mas há quem prefira colorir o espaço com almofadas e quadros divertidos

29. Quando todas as estampas e acessórios se conversam pelas cores

30. O dossel é um adicional a delicadeza deste quarto

31. Um quarto de menino no tradicional tom de azul

32. E para quem prefere fugir do clássico, vale apostar em diversas cores

33. Falando em clássicos, o provençal é uma tendência atemporal

34. E também pode ser criado em tons neutros

35. Que tal a temática safari?

Para finalizar, lembre que é preciso pensar em otimização de espaço e praticidade. Para deixar o espaço ainda mais organizado, que tal incluir prateleiras no quarto de bebê?