Tecido para cortina: tipos e 70 ideias graciosas para decorar sua casa

Escrito por Andressa Oliveira

São muitas as possibilidades para escolher um tecido para cortina. Para as aberturas, como portas e janelas, o material escolhido deve garantir charme, privacidade e a passagem de luz solar na medida certa para o espaço. Além disso, outros fatores também influenciam nessa decisão, como o seu gosto pessoal, as exigências do ambiente e o estilo de decoração que se deseja.



Para saber qual o melhor tipo para sua casa, conheça mais sobre alguns tecidos utilizados e descubra qual mais combina com o seu gosto e com as necessidades do seu lar. Depois, inspire-se com diferentes modelos de cortinas em vários ambientes. Confira!

Tecido para cortina: qual o melhor?

Existe uma variedade de tipos de tecidos e conhecer mais sobre eles pode te ajudar na hora de decidir sobre a cortina para sua casa. A seguir, listamos alguns do mais utilizados:

1. Blackout

A cortina feita com esse material é ideal para bloquear totalmente a entrada de luz e garantir a privacidade no ambiente. Por isso, é o melhor tecido para cortina de quarto. Pode ser utilizado sozinho ou como forro para outros tecidos.

2. Voil

É um tecido muito fino, com um visual bastante leve e transparente. Pode ser acompanhado de um forro mais grosso para garantir um ambiente mais privativo. É um dos mais populares e sua neutralidade vai bem para qualquer ambiente, até para a cozinha

3. Linho Rústico

Um material natural, de aparência leve e com uma textura mais encorpada. Normalmente encontrado em tons de areia, bege e marrom. É indicado para criar um ambiente confortável e arejado.

4. Linho

Ouriço Arquitetura



É um tecido delicado, mas que possui grande durabilidade com uma aparência nobre e ótimo caimento. Transmite uma incrível leveza e fluidez. É um dos mais versáteis tipos de tecido resultando em diversas composições elegantes para as cortinas da casa.

5. Jacquard

Com o uso do jacquard tem-se uma cortina prática, elegante e com um visual com formas de desenhos ou estampas. Como possui um complexo entrelaçamento, apresenta uma trama bem fechada e por isso, tem como vantagem a facilidade de limpeza.

6. Oxford

É um tecido suave e misto de algodão e poliéster. Quando utilizado em cortinas, apresenta um visual opaco, mas sem escurecer o ambiente. É encontrado em várias cores e estampas. Pode ser utilizado na sala, quarto ou cozinha.

7. Richelieu

Possui um visual leve e fino com um delicado bordado em sua superfície. É um material fácil de lavar e secar, por isso, é um ótimo tecido de cortina para cozinhas e copas.

Para acertar na hora da escolha, é importante analisar diversos fatores e as suas preferências pessoais, mas também levar em conta a principal função que a cortina terá no ambiente e os cuidados com a limpeza do material. Assim, é possível garantir que o tecido vai se encaixar da melhor maneira no seu espaço.

70 fotos de tecido para cortina que vão te inspirar na decoração

Os diversos tecidos para cortinas são voltados para diferentes necessidades do espaço. Veja uma série de ideias que evidenciam os tipos utilizados e variadas composições para os ambientes da casa.

1. Um tecido leve vai bem para qualquer sala

Bianchi & Lima Arquitetura



2. Escolha o linho para uma cortina elegante

3. Charme com a transparência do voil

4. Para uma sala neutra e atemporal, aposte em um tecido branco

5. Tecidos mais grossos e escuros trazem aconchego para o quarto

6. Cortinas transparentes para um ambiente claro

7. Há também vários tipos para quem deseja uma sala mais escurinha

8. A mistura de tecidos permite controlar o nível de iluminação

9. O uso da cortina enriquece a decoração

10. Para grandes aberturas, o linho é uma opção leve e com fluidez

11. A cor branca na cortina é clássica e curinga

Caroline Andreolli Arquitetura



12. Escolha um tecido delicado para o quarto do bebê

13. Leve mais conforto para sua área de trabalho com uma cortina

14. Um tom rosado para um quarto jovem

15. Para complementar o visual, invista em um cortineiro de gesso

16. Um detalhe no barrado traz ainda mais charme

17. Um modelo com forro blackout é uma boa opção para o quarto

18. Linho rústico para acompanhar uma sala de almoço provençal

19. O estilo da prega faz toda a diferença no caimento da cortina

20. O tom do tecido pode acompanhar as cores do ambiente

21. O voil se destaca com a sua suavidade e transparência

22. Cortinas também complementam a decoração de copas e cozinhas

23. Um item essencial para dosar a iluminação natural dos ambientes

24. O tecido escolhido pode dar um toque sofisticado

25. Você pode combinar cores e estampas

26. Linho com forro blackout, uma combinação funcional e maravilhosa

27. Para o quarto, você pode fazer uma composição com tecidos finos e grossos

28. Valorize a paisagem da janela com a cortina

29. Um tecido suave para uma decoração romântica e delicada

30. Elegância na medida certa para as salas

31. Para alguns ambientes, cortinas curtas podem ser práticas

32. Mas no geral, opte por cortinas longas que vão até o chão

33. Um modelo fluido com pouco volume é ótimo para o closet

34. Tons escuros fazem delas um elemento forte na decoração

35. A cortina não precisa ser neutra, invista nas estampas

36. Um elemento de decoração que também protege móveis e objetos da luz solar

37. Linho com um belíssimo efeito tie dye

38. Deixe a varanda fechada com uma iluminação agradável

39. Padronize os tecidos nas janelas de cada ambiente

40. Caso queira escurecer completamente a área, compre um modelo blackout

41. Tecidos mais finos protegem da luz solar direta sem interferir na claridade

42. Para o quarto, o linho traz um toque acolhedor

43. Use um tecido mais encorpado para explorar um modelo clássico e luxuoso

44. Na cozinha, prefira materiais que sejam fáceis de lavar

45. Para instalar a cortina você pode utilizar um trilho ou varão

46. Listras trazem mais dinamismo e movimento à decoração

47. A cor marrom forma uma composição harmônica com o azul

48. A cortina cinza é discreta e perfeita para ambientes sóbrios

49. O voil é uma opção que embeleza qualquer ambiente

50. Você também pode combinar persianas com as cortinas

51. Se quiser incrementar a decoração trabalhe com estampas

52. A cortina richelieu se destaca com sua manutenção facilitada

53. Crie um clima envolvente com tons escuros na sala de jantar

54. Utilize acessórios no mesmo tecido para a ambientação da cortina

55. O voil é um material leve e fino para janelas altas

56. Surpreenda na decoração com um cortineiro iluminado

57. Mescle diferentes cores e tecidos

58. Use um tecido diferenciado como xale para dar um toque sofisticado

59. Reforce o pé direito elevado com a cortina

60. Detalhes no tecido enriquecem a decoração do espaço

61. A cortina de linho é bem estruturada e se encaixa em todos os estilos

62. No quarto, combine com os tons do enxoval

63. Um modelo simples mas que prioriza delicadeza

64. A cortina é uma excelente forma de controlar a entrada de luz

65. Luxo com um tecido dourado

66. Para quem gosta de dormir até mais tarde, escolha um tipo que evite a luminosidade

67. O richelieu é um tecido ornamentado com um bordado sutil

68. Invista em suportes discretos para a cortina

69. Listras ou estampas para o quarto infantil

70. Sobreposição de cores e tecidos

Existem tecidos para todos os gostos: leves, volumosos, básicos ou requintados. Na hora de escolher o material para sua cortina, lembre-se de levar em conta o local no qual será colocado e a necessidade de privacidade, assim como o controle da luz solar que você deseja para o espaço. Depois de todas essas dicas e inspirações, ideias não vão faltar para você utilizar as cortinas nos ambientes e agregar muito charme e sofisticação para sua casa.