Claraboia: beleza, funcionalidade e economia de energia

Escrito por Ana Kordelos

Foto: Reprodução / João Armentano

Ideal para dar um toque de requinte ao permitir iluminação natural em um ambiente interno, a claraboia torna-se uma boa opção para quem busca um diferencial na hora de construir.

Seu uso se iniciou na Europa antiga, com a função de iluminar grandes construções e aliviar esteticamente o peso de suas cúpulas. Indicada para valorizar ambientes internos, adicionar este recurso garante, inclusive, economia de energia elétrica, já que permite que a iluminação natural invada ambientes internos. Versátil, a claraboia pode ser instalada em qualquer cômodo, sem restrições de tamanho ou função.

De acordo com os profissionais do escritório de arquitetura Studio LK, a claraboia é basicamente um elemento que possui a função de permitir a passagem de luz natural, ventilação e até mesmo pode auxiliar na redução do peso das estruturas, dependendo da ocasião que forem utilizadas e o tipo de edificação.

Como funciona uma claraboia

Foto: Reprodução / Studio MK27

Dentre as vantagens deste elemento, o designer de interiores Avner Posner destaca seu papel decorativo e funcional, possibilitando “o fornecimento de uma iluminação de destaque, de uma ventilação para um cômodo que não pode ter janelas laterais e também a economia de energia, descartando a necessidade de luzes ligadas durante o dia”, complementa.

Já em relação às desvantagens, o profissional salienta a questão da incidência da iluminação natural contínua, havendo a necessidade de se instalarem cortinas apropriadas no caso de quartos e salas, “para que a entrada de luz natural não atrapalhe as funções e usos que necessitem ausência de luz”, revela.

Assim como a luz, o calor também é um ponto que deve ser analisado com cautela. “Atenção à privacidade: antes de instalar uma claraboia, observe o entorno da residência para que construções mais altas não consigam ter visibilidade de seu interior”, alerta Avner.

Quais as opções disponíveis

Dentre os modelos disponíveis de claraboias, é possível destacar a claraboia em forma de cúpula, a comum, o modelo tubular, o shed, o lanternin e o átrio.

De acordo com Avner, a claraboia comum é constituída de um material semitransparente, que é instalado no teto, permitindo a entrada direta de luz. “Já a claraboia de modelo tubular é um sistema que através da reflexão da luz, permite que ela seja levada até 50m do seu ponto de instalação através de dutos apropriados”, ensina.

Anda de acordo com o profissional, as claraboias em modelo shed são “dentes” no telhado, os quais permitem não somente a entrada de luz, como também a circulação de ar. Esses tipos pedem uma estruturação mais detalhada da cobertura e uma orientação correta para que se aproveite a luz do sol.

“A claraboia com modelo lanternim pode ser definida como trechos mais altos que a cobertura, ou seja: a luz entra e o ar é constantemente trocado através do princípio de termossifão ou circulação forçada, em que o ar quente sobe e o ar frio desce”, esclarece o designer.

Os modelos em cúpula ou domo são seções esféricas, de formato abobadado, em material translúcido que permite a entrada de luz natural. Por fim, os átrios são aberturas na cobertura, podendo ser cobertas ou não, principalmente quando usadas em projetos comerciais ou no centro de construções residenciais, permitindo a entrada de luz e economia de energia.

Em relação aos materiais para sua confecção, o profissional destaca a diversidade de possibilidades, desde que permitam a entrada de luz. Dentre eles é possível citar o vidro, acrílico, policarbonato-aerogel e lexan, um material semelhante ao acrílico. “Este item pode ter inúmeros formatos e tamanhos, contando que sejam estruturados e confeccionados adequadamente para que sejam bem instalados e isolados para evitar entrada de água da chuva, por exemplo” aconselha o designer.

Estrutura

Foto: Reprodução / Ecco! Archi Studio

Para a instalação correta de uma claraboia, é necessário que a cobertura do telhado tenha sido projetada para esta função, sendo que não é recomendável o corte posterior de lajes elaboradas em concreto, salvo ocasiões em que ela possua suporte estrutural para tal feito.

O que pode ocorrer é a substituição de telhas comuns por opções transparentes em policarbonato ou confeccionadas em acrílico. É indispensável que a abertura onde a claraboia será instalada possua um projeto bem elaborado, de modo que não haja futuros imprevistos, como as temidas infiltrações.

Instalação da claraboia

Foto: Reprodução / Casa a Caso

Conforme informa o designer de interiores, a instalação ideal da claraboia depende muito do local em que será instalada, assim como o método construtivo adotado e tipo de cobertura em uso. “Dentre os cuidados para uma instalação funcional, o vão aberto deve ser perfeito para o encaixe da claraboia, sendo necessária atenção especial para vedar o local, evitando que a água da chuva penetre no ambiente”. Vale ficar atento também para o momento ideal para se instalar uma claraboia, que é no início da construção.

Cuidados com a claraboia

Foto: Reprodução / Bureau XII

Em relação aos cuidados e manutenção da claraboia, Avner recomenda verificação constante da vedação contra a água da chuva e atenção especial ao uso do cômodo, para que ele tenha proteção quanto à incidência de luz e o calor gerado, sendo necessária a instalação de uma cortina apropriada, além de cuidados com a temperatura interna, para que não haja desconforto térmico.

Como descobrir o local perfeito para sua instalação?

Foto: Reprodução / Leque Arquitetura

“Geralmente, as claraboias são instaladas em corredores, hall de escadas e cômodos que não possuem janelas, tanto para iluminação natural quanto para a livre ventilação do ar. Áreas centrais da casa, como átrios, corredores e alguns locais de convivência e passagem são excelentes pra claraboias”, indica o profissional.

Para descobrir o local ideal, assim como o posicionamento mais funcional para a claraboia, é essencial o aconselhamento de um profissional capacitado, que fará todas as verificações necessárias para uma instalação de sucesso.

40 ambientes que ganharam um novo visual com a claraboia

1. Quanto maior, mais iluminação natural

Neste projeto, a ampla claraboia garante iluminação natural não somente para o andar superior, mas permite que o térreo também seja banhando pela luz do sol. Uma bela forma de dispensar o uso de iluminação na área da escadaria, necessária para evitar possíveis acidentes.

2. Luxo e elegância em um ambiente clean

Foto: Reprodução / Kiko Salomão

Como o espaço é utilizado para a transição de diferentes níveis da residência, a decoração é minimalista, com detalhes em madeira com recortes geométricos. A claraboia em formato de cúpula arremata o visual com uma estrutura belamente trabalhada, conferindo requinte ao local.

3. Também pode ser utilizada em espaços externos

Foto: Reprodução / Daniella Bulcão

Aqui o fundo da casa ganhou forro elaborado com gesso, garantindo a possibilidade do cômodo ser utilizado independente do clima apresentado. Para garantir melhor uso da luz natural, a claraboia foi instalada na conexão aos ambientes internos da casa, tornando o espaço mais iluminado.

4. Fica linda também na cozinha

Foto: Reprodução / Westiwing Brasil

Como a cozinha é um ambiente que requer uma boa iluminação para o preparo e manipulação dos alimentos, instalar uma claraboia garante ainda mais estilo e economia de energia no cômodo. Nesse projeto, as peças usadas podem ser abertas, possibilitando a entrada de ar no interior da residência.

5. Iluminação garantinda, de dia ou de noite

Foto: Reprodução / INOVE Engenharia e Arquitetura

Este projeto possui um bom planejamento, já que a claraboia posicionada acima da mesa de jantar permite iluminação abundante tanto de dia quanto de noite para o momento das refeições. Se de dia a luz natural preenche o ambiente, à noite os focos de luz mantêm a claridade necessária.

6. Uma claraboia para dois ambientes

Foto: Reprodução / Erick Figueira de Mello

Posicionada no andar superior, garante a iluminação necessária para que o jardim interno permaneça viçoso e saudável. A ampla claraboia ainda possibilitada a entrada de luz natural também no andar térreo, dispensando o uso de lâmpadas durante o dia.

7. Com recortes no gesso

Foto: Reprodução / Armstrong Arquitetura

Formando um lindo e funcional desenho na área gourmet, a claraboia foi instalada de modo a emoldurar um quadrado de gesso posicionado acima do ambiente integrado. Esta disposição garante iluminação abundante e por igual nas diferentes partes do cômodo.

8. Para refeições cheias de estilo

Foto: Reprodução / La Kombina

De decoração singular, a mesa de jantar ganha destaque ao pela iluminação natural dedicada através da instalação de claraboias acima da mesma. Para complementar o charme, vigas de madeira e pendentes em um belo tom de azul arrematam o visual.

9. Claraboia diferenciada

Foto: Reprodução / DB Arquitetos

Conhecidos como brises, estes elementos decorativos ainda contornam o teto, agregando a função de claraboia ao mesmo, além de garantir um ambiente mais belo, com personalidade e abundante iluminação natural. O quarto fica ainda mais belo com o verde do jardim marcando presença.

10. Madeira e vidro, materiais requintados

Foto: Reprodução / A For Architecture

Esta área gourmet cheia de estilo ficou ainda mais bela ao mesclar o uso excessivo de madeira em seu tom natural e com camada de tinta preta com o vidro utilizado na claraboia. Como a madeira possui tons escuros, este recurso garante um ambiente bem iluminado.

11. Para um banho relaxante

Foto: Reprodução / Roberta Devisate

Nada melhor do que tomar um banho de banheira e, de quebra, em contato com a natureza. Aqui, o verde do jardim invade o ambiente interno através de amplas janelas e da claraboia, possibilitando banhos noturnos com um teor místico ao permitir a entrada do luar no recinto.

12. Um bom projeto faz a diferença

Foto: Reprodução / Pedro Ariel Santana

No formato de átrio, esta claraboia foi centralizada de modo a iluminar toda a sala de TV. O modelo de claraboia escolhido foi ideal para garantir a incidência da luz solar apenas nas áreas dos assentos e circulação, não prejudicando a vista direta da telona.

13. Que tal uma boa primeira impressão?

Foto: Reprodução / Greige Design

O hall de entrada é o cartão de visitas da residência, garantindo uma prévia do estilo de decoração escolhido para o seu lar. Aqui a primeira impressão agrada, já que mesmo para este ambiente de metragens limitadas, houve um cuidado especial com a decoração e planejamento.

14. Claraboia também na área de serviço

Foto: Reprodução / Equipe Lamas

Instalada na passagem que dá acesso aos fundos da residência, a claraboia garante a iluminação necessária para a área externa da casa, porém com a vantagem de não sofrer com as intempéries climáticas, possibilitando a utilização do espaço independente das mudanças de clima.

15. Dando as boas-vindas aos visitantes

Foto: Reprodução / Isis Chaulon

Posicionada de forma longitudinal do no hall de entrada da residência, a claraboia garante a iluminação necessária para o espaço, já que o ambiente possui parede com pedras naturais e madeira em abundância, equilibrando e assegurando a personalidade.

16. Dupla função: claraboia e porta de acesso

Foto: Reprodução / Studio MK27

Contando com um visual moderno e bom planejamento, esta claraboia também possui a função de porta de acesso à cobertura da construção, podendo ser aberta ou fechada a qualquer momento. Se fechada, os recortes em formato de círculo possibilitam a entrada moderada de luz ao ambiente interno.

17. Recanto de tranquilidade e beleza

Foto: Reprodução / Carla Juaçaba Arquiteta

A construção posicionada em meio ao verde possibilitou um cômodo perfeito para momentos de relaxamento e tranquilidade, seja lendo um bom livro ou ouvindo as músicas favoritas. Além das paredes em vidro, a claraboia garante a entrada da luz natural, aumentando o contato com a natureza.

18. Um spa cheio de personalidade

Foto: Reprodução / Ouriço Arquitetura e Design

A claraboia posicionada sobre a piscina providencia a iluminação necessária, seja de dia ou de noite, para os momentos de relaxamento e restauração das energias. Detalhe para a escadaria de pedra que dá acesso ao cômodo especial.

19. Para uma cozinha mais iluminada

Apesar da cor branca imperar nesta ampla cozinha, o uso da cor cinza na parede e no teto (a partir da técnica de cimento queimado) proporciona uma diminuição da iluminação no recinto, por isso, o uso da claraboia cai como uma luva para dar a claridade necessária.

20. Posição estratégica e decoração cheia de estilo

Foto: Reprodução / Moderne Arquitetura

A claraboia foi posicionada em cima da banheira, permitindo que a luz natural penetre o cômodo difusamente. Para garantir uma decoração mais harmônica com o restante do ambiente, a peça recebeu uma estrutura semelhante ao revestimento em mosaico visto no local.

21. A beleza dos detalhes

Foto: Reprodução / Apartment Therapy

Instalada com o objetivo de iluminar abundantemente esta cozinha, a claraboia ganhou estrutura metálica na cor preta semelhante à utilizada na porta de vidro ao fundo, garantindo um visual mais harmônico e deixando o cômodo ainda mais belo e com personalidade.

22. Mix de madeira, aço e vidro

Foto: Reprodução / GATTAI Estruturas em Aço

Com o planejamento bem efetuado, essa claraboia foi instalada para possibilitar a iluminação de dois níveis diferentes da residência de uma só vez. A peça recebeu estrutura em aço pintado de branco, contrastando belamente com a madeira abundante no andar superior.

23. Não importa o tamanho, ela faz a diferença

Foto: Reprodução / Arquiteta Paula Roque

Ainda que este banheiro possua banheira, ele possui medidas discretas. Nesse caso, a implementação de uma claraboia em sentido longitudinal neste belo cômodo permite, além de economia de energia e um visual cheio de charme, a sensação de um ambiente mais amplo.

24. O céu faz parte da decoração

Foto: Reprodução / PAAL Arquitetura

Uma das grandes vantagens de optar pela instalação de uma claraboia é a possibilidade de integrar o visual do ambiente externo com o interno. Neste caso, o céu azul com poucas nuvens cria um lindo contraste junto à parede de tijolos, enriquecendo a decoração.

25. Valorizando os ambientes

Foto: Reprodução / Tayná Gonçalves

Com uma decoração simplista, este ambiente não possui muitos recursos: apenas o uso da cor branca em abundância e poucos detalhes em madeira envernizada. Para valorizar ainda mais a decoração minimalista, a claraboia faz belos desenhos ao permitir a entrada da luz do sol.

26. Posicionada ao canto, iluminando a bancada

Foto: Reprodução / Ana Carolina Gazal

O planejamento para a instalação da claraboia nesta cozinha foi essencial para garantir a iluminação necessária para a manipulação e preparo dos alimentos, já que está localizada acima da bancada de madeira. Para um ambiente ainda mais iluminado, branco em abundância.

27. E porque não no closet?

Foto: Reprodução / Eugênio Schitine

Este closet garante o acesso do dormitório até o banheiro, acomodando as peças de roupas e facilitando o acesso à elas após o banho. Como este ambiente normalmente não possui janelas, nada melhor do que uma claraboia com acabamento fosco, que permite a entrada de iluminação natural, mas com moderação.

28. A beleza do duo preto e branco

Foto: Reprodução / Lima Alves Arquitetura

Não existe combinação tão clássica ou elegante quanto mesclar as cores preto e branco em uma decoração. Enquanto o ambiente utilizado predominante a cor branca nas paredes, escadas e piso, o preto figura na estrutura da claraboia, no quadro e na mobília ao fundo.

29. Evidenciando a beleza da madeira

Foto: Reprodução / Studio WE

Com uma mistura de tendências e estilos, este lindo banheiro garante o visual de tirar o fôlego ao ser complementado pelo uso da claraboia, permitindo entrada da luz natural e evidenciando toda a beleza da madeira utilizada em abundância e dos revestimentos em tom branco.

30. Também utilizada no corredor

Foto: Reprodução / Siqueira + Azul Arquitetura

Ambiente de uma residência muitas vezes negligenciado em relação à decoração, o corredor também pode ganhar destaque em uma casa. Neste exemplo, o ambiente amplo conta com portas de vidro integrando o jardim ao interior da casa, além do uso de madeira e da claraboia instalada em toda sua extensão.

31. Economia e estilo

Foto: Reprodução / Juliana Pippi

Apesar de aparentar ser uma área gourmet localizada na parte externa da residência, este cômodo é, na realidade, a cozinha principal, em que a ampla claraboia garante economia de energia, além de integração entre espaço interno e externo, com muito estilo.

32. Funcionalidade independente do seu tamanho

Foto: Reprodução / Studio Bello Design

Como a função principal da claraboia é permitir a entrada da luz natural em um ambiente interno, por menor que seja seu tamanho, ela cumpre sua função. Aqui um belo exemplo de como uma claraboia de medidas discretas pode fazer a diferença em uma cozinha.

33. Versatilidade e beleza

Foto: Reprodução / David Guerra

Posicionada próximo à parede lateral do quarto, esta claraboia permite a entrada abundante de luz, evitando a necessidade do uso de luz artificial. Versátil, pode ser fechada durante a noite, garantindo que o ambiente fique completamente escuro, facilitando o relaxamento para uma boa noite de sono.

34. Ideal para um corredor diferenciado

Foto: Reprodução / Arina Araújo

Como o corredor possui medidas reduzidas e normalmente nenhuma janela, adicionar claraboias garante que o espaço seja inundado de luz natural, possibilitando o destaque orgânico de elementos decorativos, além da economia doméstica.

35. Contraste de tons

Foto: Reprodução / Gálvez & Márton Arquitetura

Instalada acima da escada do jardim de inverno, essa claraboia conta com uma estrutura metálica pintada de marrom, tom semelhante ao natural da madeira envernizada também visualizada em diversos momentos no ambiente. A cor branca das paredes complementa o belo contraste.

36. Iluminação diferenciada para um banheiro cheio de estilo

Foto: Reprodução / Studio MK27

Com as paredes e o piso revestidos de vigas de madeira, esse banheiro cheio de personalidade ganha uma pequena claraboia posicionada acima do cano da ducha, permitindo que a luz caia sobre a parede de pedras naturais, formando desenhos diferenciados.

37. Iluminando todo o cômodo de forma discreta

Foto: Reprodução / Ana Carolina Cardoso

Utilizando uma claraboia instalada ao longo do cômodo integrado, além de proporcionar um aspecto limpo e leve, a iluminação é distribuída uniformemente por todo o forro, contanto, inclusive, também com alta performance acústica e decoração diferenciada.

38. Parede de vidro e claraboia

Foto: Reprodução / La Kombina

Dupla essencial para quem busca integração entre ambiente internos e externos, além de permitir que o verde do jardim contraste com o banco utilizado no mobiliário, o vidro, junto com a claraboia, possibilita a sensação de um cômodo sem paredes, deixando a decoração mais interessante.

39. Mais funcionalidade à piscina

Foto: Reprodução / Tacoa

Além de garantir iluminação natural durante o dia, a claraboia posicionada acima da piscina permite aumentar sua funcionalidade, já que ela poderá ser utilizada independente do clima, mesmo em dias chuvosos.

40. Para uma área de convivência mais bonita

Foto: Reprodução / La Kombina

O ambiente integrado garante espaço para acomodar familiares e amigos, permitindo o contato com quem está em todo o espaço, seja na mesa de jantar ou nos sofás espalhados pelo cômodo. Para um visual mais bonito, claraboia com modelo átrio permitindo que a luz inunde o ambiente.

Independente do cômodo onde a claraboia será instalada, ou das medidas dela, o uso da peça na construção é um recurso funcional e versátil, que abrange os mais variados estilos decorativos, incrementando o visual e garantindo economia doméstica. Aposte!

PARA VOCÊ

COMENTÁRIOS