Conheça os tipos de mármore e como usar na sua decoração

Moribe + Valente


Com revisão da
Atualizado em 20.02.24

Existem diversos tipos de mármore, com diferentes tons e texturas. Considerado um dos materiais mais belos e nobres, essa pedra natural pode ser utilizada em pisos, paredes, lareiras, bancadas e até mesmo detalhes de objetos, seja em ambientes internos ou externos. Conhecer as cores mais utilizadas é importante para compor um ambiente harmônico e com o estilo desejado. O arquiteto Pietro Terlizzi explica os principais tipos e suas indicações de uso na decoração.

Tipos de mármore para você conhecer

Foto de tipos de marmore 100 - 1

Segundo o arquiteto, existem mais de 20 tipos de mármores utilizados em projetos. Confira a seguir os tipos mais comuns e suas respectivas características:

Mármore Carrara

É um tipo de mármore branco, também conhecido como Bianco Carrara. Sua aparência é composta de veios cinza-escuros. Essa pedra de origem italiana foi muito utilizada na época renascentista, em trabalhos de Michelangelo. É um material de alta porosidade, com alto valor agregado. Seu uso mais indicado é o interno, como em tampos de mesas e bancadas. O mármore Carrara Gioia é uma variação com maior quantidade de veios cinzas.

Publicidade

Mármore Piguês

Este tipo possui origem grega e também é uma pedra clara. Seus veios são muito sutis e claros, por isso, é uma opção leve e delicada para revestimento de banheiros, pisos e bancadas.

Mármore Travertino

Segundo o profissional, este modelo, originário da Itália, possui coloração bege bem clara com veios longilíneos. É um material poroso, que não absorve calor e possui textura antiderrapante. É considerada uma pedra nobre e de alto valor, que pode compor um visual mais tradicional ou elegante, para áreas internas ou externas. É uma ótima opção para decoração de sala, em pisos e escadas, ou em banheiros, em bancadas.

Mármore Calacatta

O mármore Calacatta possui um fundo branco com veios bem marcados na cor cinza e dourado. É um material luxuoso, muito utilizado na decoração de interiores, como revestimento de mobiliário, paredes, banheiros e espaços que desejam uma elegância atemporal.

Publicidade

Mármore Crema Marfil

É uma pedra originária da Espanha, com a cor bege como tom principal. Possui veios marrons e dourados. É opção suave para bancadas de banheiros e lareiras. Possui alto nível de durabilidade e resistência.

Mármore Marrom Imperial

“Apresentando tons marrom-escuros com veios nas cores marrom-claro e branco, é considerado um mármore sofisticado”, explica Pietro. Essa pedra é muito utilizada para decorar ambientes internos e para quem deseja um ambiente com destaque. Seu brilho único e exclusivo chama a atenção. É ideal para decorações impactantes, como escritórios, lavabos, banheiros e salas de jantar.

Mármore Branco Thassos

É considerado o material mais branco encontrado na natureza. Apresenta pouquíssimas pintas acinzentadas ou cristalizadas. Esse material é um dos mais procurados por quem prefere revestimentos em tons claros, por sua cor sólida e facilidade de combinação na decoração. Pode ser utilizado como revestimento de paredes internas ou externas, pisos e bancadas.

Mármore Botticino

Foto de tipos de marmore 007 - 9

Mônica Paes e Giulia Paes

Publicidade

Muito utilizada como revestimento e em obras de arte, esta pedra originária da Itália é bastante antiga, possuindo como característica principal variados tons bege-claros com veios em um tom mais escuro. Seu uso é indicado para pisos e paredes, escadas, bancadas de banheiros e lavatórios.

Mármore Ônix

Conhecida como ônix-mármore, esta pedra é um tipo de Travertino, gerando a mesma aparência visualizada em um corte de mármore, porém não devendo ser confundida com a pedra ônix. Composto de uma gama diversa de tonalidades, esse material possui um visual translúcido e desenhos únicos, encantando qualquer ambiente.

Mármore Nero Marquina

“Este é um tipo de mármore preto com veios brancos marcantes”, adiciona o profissional. De origem espanhola, proporciona nobreza e requinte ao ambiente em que é utilizado.

Tipos de acabamentos de superfície do mármore

Disponível em grande variedade de acabamentos de superfícies, o mármore ideal pode variar dependendo do local onde será utilizado e da função que irá desempenhar. Confira a seguir a explicação do arquiteto para esclarecer qual o melhor acabamento de mármore em cada caso:

  • Bruto: neste tipo de acabamento, a pedra não recebe nenhum tratamento, sendo utilizada em sua forma natural, mantendo as características originais na qual foi encontrada.
  • Polido: “aqui, ela recebe um tratamento especial, conferindo-lhe brilho. Esse tipo de acabamento é mais indicado para áreas internas, já que tem a tendência de ficar lisa demais em contato com a água”, alerta Pietro.
  • Levigado: já neste tipo de superfície, a peça passa por um processo em que é lixada, conferindo uma superfície lisa e uniforme, porém sem brilho.
  • Jateado: “assim como em vidros, esse processo consiste em jogar areia em alta pressão, deixando a pedra com um aspecto mais áspero, possibilitando seu uso em ambientes externos.
  • Flameado: a pedra passa por um processo realizado à base de fogo, conferindo um aspecto rugoso e ondulado, deixando-a menos escorregadia e permitindo seu uso em ambientes externos e escadas.
  • Apicoado: aqui, a pedra é submetida a um processo de desbastamento, conferindo pequenos relevos e deixando-a mais áspera e menos escorregadia.

Como diferenciar o mármore do granito

Tanto o mármore quanto o granito são materiais muito utilizados na decoração de residências e ambos possuem características semelhantes. Segundo o arquiteto, o mármore pode ser definido como uma rocha metamórfica, constituída principalmente de calcita ou dolomita, possuindo granulação variável e frequentemente provida com veios coloridos, resultando em sua admirável aparência.

O profissional explica que este material é extraído das jazidas, local onde o calcário é submetido a grandes temperaturas e pressão externa, originando o mármore em uma espécie de lâmina, ideal para sua comercialização. “A tendência de utilizar o mármore na decoração é observada desde a antiguidade, sempre relacionado como um sinal de riqueza”, revela. Entretanto, a principal diferença está na porosidade e resistência dos dois materiais. Nestes quesitos, o granito apresenta menor porosidade e maior resistência do que o mármore, sendo a opção ideal para locais de tráfego intenso, evitando o desgaste da pedra.

Em relação à aparência, Pietro explica que o mármore possui uma coloração mais uniforme, com seus veios mais definidos e longos, enquanto o granito possui seus veios mais “pontilhados”, criando um aspecto texturizado. Ao falar sobre valores, normalmente o mármore é comercializado com um preço acima do granito. Porém, esse fator pode variar, principalmente se o material tiver procedência importada.

Onde utilizar o mármore na decoração?

Com tantas opções de tipos de mármore e diferentes acabamentos, é comum surgir a dúvida na hora de eleger a pedra ideal para cada ambiente da casa. Por isso, confira sugestões do arquiteto Pietro:

Tipos de mármore para banheiros ou lavabos

Como é um ambiente úmido, o ideal é evitar pedras com muita porosidade, optando por acabamentos, como flameado e jateado. “Com o acabamento adequado, qualquer um dos tipos citados acima pode ser utilizado em pisos, paredes, bancadas e lavatórios”, esclarece Pietro. Para quem prefere um ambiente claro, opte por mármores brancos, como o Carrara ou o Piguês. Já para quem deseja um ambiente mais marcante, pedras escuras, como o Marrom Imperial ou o Nero Marquina, vão ficar um espetáculo.

Tipos de mármore para cozinhas e espaços gourmet

Pietro esclarece que para a utilização do mármore na cozinha, é necessário que a pedra receba um acabamento impermeável e que elimine seu excesso de porosidade. Porém, por ser um material que possui alta absorção e que pode acabar manchando com o tempo, ou com líquidos como vinho ou limão, é aconselhável levar este fator em consideração na hora da escolha, principalmente pedras claras. Para a limpeza, o profissional recomenda apenas um pano úmido com sabão neutro. Evite produtos químicos ácidos ou materiais abrasivos. O mármore Calacata é uma ótima opção para quem deseja uma cozinha clean e atemporal.

Tipos de mármore para pisos, paredes e escadas

Tanto ao ser utilizado em pisos quanto em paredes, a escolha do mármore se dá pelo visual desejado. Se a preferência pessoal for para modelos mais claros ou mais escuros, basta eleger um dentre aqueles disponíveis. O acabamento varia de acordo com o resultado esperado: se for algo mais rústico, a pedra em seu estado bruto, levigada ou flameada é a favorita. Agora, se a opção desejada é uma decoração mais requintada, o acabamento liso e brilhoso é a melhor escolha.

Tipos de mármore para áreas externas e fachadas

Segundo o arquiteto, para a utilização em áreas externas, o mármore também deve receber acabamentos que o deixam menos escorregadiço. O travertino é uma opção elegante para quintais, escadas externas e pisos para piscina, por ser antiderrapante e ter a capacidade de absorver calor.

Decoração de sala com mármore

A elegância e luxuosidade proporcionadas pelo uso deste material podem ser exploradas através da composição de mobiliários, como estantes, racks, painéis para TV e lareiras. Além disso, as mesas de mármore, sejam de centro, lateral ou de jantar, são uma boa forma de adicionar a pedra na decoração com sofisticação. Mármores como o Carrara, o Travertino e o Nero Marquina se destacam em ambientes de estar e jantar.

Material que traduz requinte e nobreza, o mármore é uma das opções mais procuradas por quem deseja um ambiente único e luxuoso. Vale lembrar que, por ser uma pedra de origem natural, pode sofrer variações em seus desenhos e cores, algo que faz a peça se tornar única e exclusiva. E para utilizar esse revestimento na sua decoração, veja ideias de bancada de mármore para banheiro.

comentários
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments