15 tipos de suculentas pendentes para ter um lindo jardim suspenso

Escrito por
Atualizado em 10.11.21

Por
Atualizado em 10.11.21

As suculentas pendentes levam esse nome, pois, ao contrário dos outros tipos, não crescem em direção ao sol. Elas são plantas consideradas resistentes e que gostam da luz solar. Ou seja, são ideais para serem colocadas em locais mais altos, já que suas folhas crescem rumo ao chão. Conheça a seguir lindas espécies!

Publicidade

Crassula muscosa

É uma planta de crescimento rápido, chegando até 30 centímetros de comprimento. Possui folhas bem pequenas que parecem escamas. Durante a primavera e o verão produz pequenas flores esverdeadas com cheiro de mofo.

Como cuidar

Essa suculenta tolera sombra, mas é aconselhável cultivá-la com sol direto. Assim sua cor ficará melhor e seu crescimento, mais saudável. A rega deve ser feita sem exagero e é importante observar se a terra está seca antes de colocar mais água. O solo deve ser rico em matéria orgânica e fértil de maneira moderada.

Publicidade

Kalanchoe uniflora

Está entre as suculentas pendentes e atinge até 45 centímetros de comprimento. Possui flores cor de rosa, pequenas e delicadas. Acredita-se que essa planta traz felicidade para quem a recebe como presente.

Como cuidar

Não é necessário ficar exposta ao sol, baste receber iluminação natural por algumas horas diariamente. Ela é resistente a seca e devem ser regadas somente quando não estão úmidas. No inverno as regas devem acontecer raramente. É necessário um o solo escorra muito bem para evitar o acúmulo de água e apodrecimento da raiz.

Colar de Jade

🌿 STINNE PIOTROWSKY 🌿

Publicidade

A colar de Jade chama atenção pelo formato diferente das suas folhas. É preciso paciência para cultivá-la, já que seu crescimento é lento. Seu tamanho pode atingir entre 15 a 20 centímetros.

Como cuidar

A rega deve ser realizada somente quando o solo estiver seco. Gosta muito de claridade, por isso deixe a planta no sol entre 4 a 6 horas por dia. Além disso, ela aprecia altas temperaturas, mas é resistente ao inverno desde que seja mantida em local seco.

Rosinha de pedra

Com sua origem no Japão, chama atenção de quem a vê! As suas folhas arredondadas se juntam e formam uma rosa, por isso o nome. Se for bem cuidada, a planta fica incrivelmente linda!

Como cuidar

O solo pode ser simples, mas precisa ser bem drenado. Deve-se regar sem muito exagero e preferencialmente pela manhã. É importante se atentar em não deixar a planta encharcada para não apodrecer da raiz. Quanto a iluminação, pode permanecer na sombra desde que receba bastante luz natural.

Dedo-de-moça

Originária do México, essa é uma das suculentas pendentes mais comuns. Possui folhas claras e delicadas, que chamam atenção pelo seu volume e formato semelhante a dedinhos.

Como cuidar

Essa planta gosta de bastante luminosidade, mas o sol deve chegar até ela de forma indireta. Prefere solo arenoso e bem drenável. Já as regas podem ser feitas com frequência, porém é preciso cuidado evitar o acúmulo de água e, consequentemente, apodrecimento da raiz.

Corações emaranhados

Minhas verdinhas 🍃🌱💚🌵🛍

Publicidade

Os corações emaranhados levam esse nome pois suas folhas possuem formato de coração. Conforme o crescimento, uma folha vai se enroscando na outra, formando um emaranhado. É uma suculenta pendente que cresce rápido.

Como cuidar

Para o bom desenvolvimento dessa planta, é necessário muita claridade. Pode ficar exposta a luz solar somente em períodos que o sol esteja fraco. Em locais quentes, deve-se regar de três a quatro vezes por semana. Já se o ambiente for fresco, duas vezes é suficiente.

Colar de pérolas

Ideal para fazer parte de jardins suspensos. Ela possui esse nome, pois suas folhas são em formato de bolinha, que lembram pérolas. É uma boa opção para ambientes que não recebem muita luz solar.

Como cuidar

É necessário que seja regada com frequência e o solo deve ser bem drenado. Não é preciso contato direto com o sol, mas dê preferência a locais iluminados, como por exemplo, perto de janelas e portas. Assim, seu crescimento será melhor!

Crassula pellucida

É um arbusto que pertence à família das suculentas. Nativa da África do Sul, ela é ideal para quem procura uma planta para cultivar na sombra, dentro de apartamento e locais onde não possui muita luz solar.

Como cuidar

O solo para o cultivo deve ser bem drenado, fértil e arenoso. É recomendado que seja adubada mensalmente entre a primavera e o verão. As regas devem ser feitas apenas nessas estações também, durante o inverno não é necessário.

Boldinho suculento

Albúm aberto da Bê

Publicidade

De fácil cultivo, porém essa espécie é mais difícil de ser encontrada. Suas folhas podem apresentar variações de cor de acordo com a luminosidade que receber. Formam um lindo arranjo pendente com seus ramos, que enfeitam o ambiente.

Como cuidar

As regas devem ser feitas de duas a três vezes por semana apenas para umedecer a terra. O solo não precisa ser rico em adubo, a terra simples já é o suficiente. É uma planta resistente que pode ficar exposta ao sol pleno, mas também sobrevive a meia sombra.

Colar de rubi

Bastante utilizada em arranjos para decoração, tem esse nome devido sua cor e formato. Pode chegar a 40 centímetros de comprimento. Se cultivada da maneira correta, ela produz lindas flores amarelas.

Como cuidar

Para o crescimento saudável é necessário que receba sol pleno e direto. Deve ser feita a rega aproximadamente quatro vezes por semana ou sempre que o solo estiver seco. Essa planta adora clima quente, por isso o sol e calor são fundamentais para seu cultivo.

Bálsamo pendente

Apesar do nome, essa planta não possui propriedades medicinais. Suas folhas são verdes e brilhantes, que até parecem serem artificiais. Produz flores entre o outono e inverno.

Como cuidar

A exposição ao sol deve ser direta e por pelo menos cinco horas por dia. É recomendado que a rega aconteça somente quando a terra estiver seca. Já o solo precisa ter boa drenagem de água.

Barba de Moisés

É uma planta que não cresce muito e pode ser colocada em um vaso junto com outra espécie. Propaga-se facilmente e é de fácil cultivo. Em vaso, seus ramos ficam pendentes, mas se no chão, ela se alastra e forma um tapete de folhas.

Como cuidar

Recomenda-se que seja mantida na sombra, pois o sol acaba queimando suas folhas. Em ambientes úmidos, as regas devem ocorrer a cada dois dias. Já no verão é necessário que regue diariamente. O solo pode ser simples, sem muitos componentes.

Rabo de macaco

Produz lindas flores avermelhadas, que aparecem no verão e na primavera. Seus ramos pendentes podem chegar até 1,20 metros de comprimento. Não possui folhas e sim espinhos brancos muito finos que lembram fios de cabelo.

Como cuidar

As regas devem sem feitas moderadamente, procurando não deixar a planta encharcada. Pode ser cultivado em meia sombra ou luz solar indireta. Caso a região seja fria, pode deixá-la exposta ao sol. Entre a primavera e o verão é recomendado o uso de fertilizante líquido.

Colar de golfinhos

Uma das suculentas pendentes mais delicadas. Deixa todos encantados com o formato de suas folhas, que parecem golfinhos. Sua origem é por conta da polinização cruzada entre a suculenta colar de pérolas e o cacto cachorro-quente. Além de linda, essa espécie é muito rara.

Como cuidar

Não é recomendada exposição direta ao sol, pois pode sofrer queimaduras. As regas devem ser feitas somente quando terra já estiver seca. O solo precisa ter alta capacidade de drenagem e é importante evitar fertilizantes.

Rabo de burro

Muitas vezes acaba sendo confundida com a planta dedo-de-moça, pois são bem parecidas. Seus ramos pendentes atingem até 60 centímetros de comprimento. No verão produz flores com cores rosa e avermelhada.

Como cuidar

Assim como grande parte das suculentas pendentes a rega deve ser moderada e feita somente quando a terra estiver seca. O solo deve ser bem drenável e rico em matéria orgânica. Além disso, é recomendado apenas o sol da manhã e é preciso manter a planta longe de correntes de ar.

Além de serem lindas, as suculentas pendentes possuem fácil cultivo. Ou seja, em poucos passos, é possível mantê-las belas e saudáveis. Essas espécies são ótimas opções para um jardim suspenso. Gostou? Aproveite e confira também suculentas de sombra!