Como limpar piso: dicas práticas para cada tipo

Studio BD


Atualizado em 07.05.24

Existem vários tipos de piso, e cada material merece atenção especial. Na hora da limpeza da casa, seja do piso do banheiro, cozinha, quarto ou sala, é importante saber como otimizar essa etapa e evitar produtos que podem danificar ou manchar seu piso.

Limpeza do dia a dia

A limpeza do dia a dia exige soluções práticas e fáceis para agilizar a rotina. Aprenda como limpar piso de um jeito fácil, rápido e eficiente:

  1. Elimine a poeira e sujeiras maiores com uma vassoura ou aspirador;
  2. Em um balde, coloque água e misture um pouco de detergente neutro;
  3. Umedeça um pano nessa mistura, torça para retirar o excesso de água e passe pelo piso;
  4. Repita o passo anterior quantas vezes for necessário até limpar toda a superfície desejada;

Como limpar piso encardido

Com o tempo, o piso pode ficar encardido e a sujeira cada vez mais difícil de retirar. Para deixar o piso como novo, aprenda essa dica:

  1. Em um recipiente com tampa, coloque 1 L de água e misture com um copo (200 ml) de vinagre branco, 1 colher de bicarbonato de sódio e 1 colher de detergente neutro;
  2. Agite bem a mistura e despeje sobre o piso encardido;
  3. Esfregue com uma vassoura de cerdas ou escova de chão;
  4. Passe um pano úmido para finalizar a limpeza.

Além de auxiliar na culinária, o vinagre também brilha na rotina de limpeza da casa. Porém, devido à sua acidez, pode ser corrosivo para certas superfícies. Dessa forma, evite usá-lo para limpar pisos de mármore ou granito, porcelanato líquido e pisos encerados.

Piso branco muito encardido

Ter em casa aquele piso branquinho, bem limpinho e brilhoso é tudo de bom! Entretanto, com o tempo esse piso pode ficar encardido. Mas, não se assuste, esse problema tem solução:

Publicidade

  1. Faça uma mistura de água com detergente neutro e despeje sobre a superfície encardida;
  2. Passe um pano úmido para retirar a mistura do piso;
  3. Se a sujeira ainda não tiver saído, faça uma outra mistura de 1 parte de água sanitária em 3 partes de água, e despeje sobre os locais mais encardidos;
  4. Deixe agir por 15 minutos e depois enxágue com água limpa;
  5. Passe um pano seco e limpo para finalizar.

Antes de executar esse método é recomendado fazer o teste em uma pequena área do piso para evitar qualquer dano. Apesar de ser um produto muito usado em limpezas, a água sanitária não deve ser utilizada em pisos de pedras naturais, mármores, granitos, granilites, vinílicos ou porcelanato líquido.

Caso queira usar um produto específico para limpar o piso, há uma grande variedade no mercado que pode ajudar. Leia a embalagem com atenção e veja se as especificações são adequadas para o tipo de piso que deseja limpar, siga as instruções de uso e evite misturar com outros produtos.

Como limpar diferentes tipos de piso

Há tipos de pisos que precisam de cuidados específicos, veja dicas profissionais da personal organizer Juliana Faria e deixe sua casa brilhando:

Piso de cerâmica

Em ambientes internos, o piso de cerâmica deve ser limpo com um uma vassoura de cerdas macias ou com o aspirador de pó e, em seguida, deve ser passado um pano úmido com detergente neutro. Já os pisos de cerâmica externos podem ser limpos com vassoura de cerdas duras e lavagem do chão pode ser feita com lavadoras de pressão. Para o banheiro, é indicado uso semanal de água sanitária, para evitar bolor e mofo. Sempre seque o piso após a limpeza com um pano limpo.

Para limpar piso de cerâmica encardido, a profissional aconselha uma mistura de sapólio cremoso com água. Deixe agir por 10 minutos, depois esfregue delicadamente e enxágue com bastante água. Já para pisos de cerâmica engordurados, aplique uma mistura caseira de água com bicarbonato de sódio. Evite o uso de sabão em pó, porque pode deixar o piso embaçado.

Publicidade

Piso de porcelanato

O porcelanato necessita de cuidados especiais na hora da limpeza para garantir que a sua beleza dure por mais tempo. Para a limpeza do porcelanato de rotina, varra o chão com uma vassoura de cerdas macias e, depois, passe um pano úmido com detergente neutro ou saponáceo cremoso. Para polidos, pode-se passar um pano com álcool, diluído em água, e para um cheirinho gostoso, coloque também 3 colheres de amaciante.

Caso o porcelanato esteja encardido, despeje uma solução de detergente e água sobre o chão e deixe agir por alguns minutos, depois esfregue com escova ou vassoura de cerdas macias. Você pode utilizar também o vinagre, diluído em água, já que ele não mancha, não diminui o brilho e é inofensivo para o porcelanato. Para remover manchas: é indicado a utilização de um solvente orgânico. Não deixe o produto agir por muito tempo sobre o piso.

Piso laminado

O detalhe mais importante para a limpeza do piso laminado é que ele não pode ser lavado. O contato direto com a água pode deformar as peças. “Para o dia a dia, basta usar um pano úmido bem torcido, vassoura de cerdas macias ou aspirador de pó”, explica a profissional.

Para remover manchas, é recomendada a limpeza com a utilização de detergente e álcool. Em caso de manchas persistentes, também pode ser utilizado um pano limpo levemente umedecido com removedor de esmalte. Esta solução simples resolve a maioria dos casos.

Atenção, nunca passe cera no piso laminado. “Com o tempo, ela tende a manchar, pois a camada que reveste a superfície do piso é impermeável (não possui porosidade). Portanto, se for aplicado qualquer tipo de cera na superfície do produto, ela não será absorvida, além de deixá-lo extremamente escorregadio. Isso vale tanto para a cera líquida como para a pastosa”, explica a especialista. Além disso, nunca utilize material cortante ou abrasivo.

Publicidade

Piso de granito

Considerado um piso frio, o granito tem baixa absorção de água e é resistente a manchas. Entretanto, seu maior problema é que ele pode ser facilmente danificado por produtos abrasivos e escovas duras. Dê preferência para vassouras com cerdas macias para tirar a sujeira solta, evite o aspirador de pó, pois pode riscá-lo. Para a limpeza, use uma solução de água fria e detergente neutro. Caso queira, você pode optar por produtos específicos com um pH neutro. Seque com um pano de microfibra para dar brilho extra. Produtos para limpar pisos de cerâmica e soluções ácidas, como o vinagre devem ser evitados, pois danificam o granito.

Piso de carpete

A limpeza dos carpetes deve ser frequente já que o acúmulo de poeira é maior e consiste basicamente no uso de um pano úmido e de um aspirador de pó. “Aspire em média três vezes por semana, sem esfregar demais. Mensalmente ou quando o carpete apresentar aspecto sujo, passe um pano branco, limpo e úmido em toda a superfície, secando com outro pano a seguir”, explica Juliana. Evite usar água em excesso, pois pode causar mofo.

Ela também orienta a sempre testar os produtos de limpeza em uma área pequena do carpete antes de usá-los, assim você não corre o risco de estragar ou manchar. Em caso de manchas, a remoção deve ser feita o mais rápido possível, para começar retire o excesso com um papel absorvente. Em seguida, dissolva 1 colher de sopa de detergente neutro, com um 1 colher de vinagre branco em um litro de água morna. Agite bem até formar espuma. Aplique sobre a mancha com movimentos circulares e deixe agir por alguns minutos. Esfregue levemente o local manchado com uma esponja ou pano limpo para retirar totalmente o resíduo.

Piso de cimento queimado

O cimento queimado é um tipo de piso de aspecto rústico, durável, simples de limpar e resistente a impactos. Entretanto, por ser poroso, é recomendado sua impermeabilização após a obra. Para a limpeza, Juliana recomenda remover a sujeira superficial, como pó e areia, com vassoura de pelos macios ou aspirador de pó. Na hora de lavar o piso, basta utilizar detergente neutro, água morna, pano limpo ou escova de limpeza. A superfície nunca deve ficar molhada, pois outras sujeiras podem grudar.

Em casos de manchas, uma alternativa é lixar com cuidado a parte superficial do cimento queimado. Isso deve ser feito com muita atenção, para não danificar ou desnivelar o piso. Além disso, é importante evitar o uso de produtos abrasivos e ácidos, pois podem danificar e remover o brilho da superfície. Para quem deseja manter o piso brilhante e prefere uma opção mais econômica, uma boa alternativa é usar a cera semanalmente.

Piso de granilite

O granilite ou terrazo é um piso composto por uma mistura de materiais como mármore, granito, quartzo e calcário, podendo ser misturados ou não, além de cimento, areia e água. Possui alta durabilidade e a limpeza é bem simples. Primeiramente, é importante, varrer ou aspirar o excesso de pó e de resíduos.

Para a limpeza, aplique uma solução de água e detergente neutro com um pano macio ou mop. Finalize com enxágue ou um pano com água limpa. É importante ressaltar que o granilite polido, quando molhado, se torna muito escorregadio, portanto, após a lavagem, seque-o imediatamente para evitar acidentes. Evite o uso de ácidos, produtos com cloro ou abrasivos pois podem danificar a superfície.

Ladrilho hidráulico

Os pisos de ladrilho hidráulico são um material bastante poroso, por isso deve ser e limpo e tratado com cuidado. Remova a sujeira e o pó com uma vassoura macia e depois limpe com água e detergente ou sabão neutro. Em seguida, seque bem o revestimento com uma flanela ou pano que não solte fiapos. Secá-lo bem ajudará a evitar manchas de água ou pó.

A cada 20 ou 15 dias, deve-se aplicar cera específica ou líquida incolor, com o auxílio de um rodo e flanela. Isso ajuda a reforçar a proteção e a polir o piso, restaurando o seu brilho natural. Evite produtos de limpeza abrasivos e, para não riscar o acabamento, use uma esponja macia. Limpe imediatamente qualquer derramamento de líquido e evite arrastar móveis ou peças de metal sobre o piso.

Piso de madeira

Os pisos de madeira são de altíssima durabilidade, como a Peroba Rosa, o Ipê, o Jatobá e o Jacarandá. Para a limpeza, Juliana indica vassouras macias para retirar a sujeira superficial e uma solução de água e detergente com pano úmido para a limpeza. “Torça muito bem o pano, pois a madeira pode absorver a água” e o excesso de água pode levar ao inchaço e dano da superfície.

Para o tratamento e durabilidade, existe a possibilidade de fazer raspagens para renovar a superfície e recuperar a aparência. Após o lixamento, é importante selar com resina, cera incolor ou em pasta ou, ainda, verniz. Você também pode procurar empresas especializadas que aplicam sinteco para deixar o piso novinho em folha novamente.

Piso de pastilhas

As pastilhas são muito usadas em paredes, mas também ficam lindas no chão de banheiros e cozinha. Para a limpeza de rotina, use uma solução de água com detergente neutro. “Evite soluções à base de ácido fluorídrico e abrasivos, escovas com cerdas de aço”, alerta Juliana. Esses componentes tendem a deixar o revestimento poroso e mais suscetível a manchas ou riscos, além de danificar o brilho.

A frequência da limpeza varia de acordo com o local em que o piso é utilizado, mas um bom sinal para partir para a limpeza pesada é quando a pastilha começar a desbotar ou formar bolor no rejunte.

Piso de ardósia

A ardósia é uma pedra natural e porosa, por isso não utilize produtos de limpeza muito concentrados, nem materiais abrasivos como esponjas de aço, pedra-pomes ou escovas com cerdas duras, já que podem riscar e danificar a superfície. Juliana diz que o primeiro passo para a limpeza desse tipo de piso é tirar a sujeira superficial.

“Use uma vassoura de pelos macios ou um aspirador de pó. Em seguida, faça uma solução de água com detergente neutro. Para cada 5 litros de água coloque 1 colher de sopa de detergente neutro. Passe no piso com um pano macio ou com o mop”, ensina. Para um brilho especial, a dica é acrescentar a mesma mistura 3 colheres de vinagre branco

Piso de mármore

O mármore é muito poroso e tem alta capacidade de absorção. Portanto, “não use produtos muito concentrados, corrosivos ou ácidos, solventes, álcool, cloro, sabão em pó, querosene, saponáceos, água sanitária, vinagre e materiais abrasivos”, reforça Juliana. Deve-se ter atenção também para não derrubar líquidos escuros, como café e vinho, que podem manchar e causar a alteração da coloração. Nesses casos, o mais indicado é limpar com papel absorvente imediatamente.

A limpeza diária deve ser feita com um esfregão ou pano de algodão umedecido em uma solução de 1 colher de sopa de detergente neutro, sabão neutro ou sabão de coco diluída em 5 litros de água. Após esse procedimento, enxágue com um pano molhado bem torcido e termine secando com um pano macio. Para a manutenção, é indicado varrer com vassoura macia e aspirar com frequência, pois o pó se fixa facilmente em suas superfícies porosas somente com a pressão do caminhar das pessoas sobre o piso. Outra dica é encerar o piso após a higienização com cera líquida incolor. Para isso, use um pano macio e, depois, uma flanela para dar brilho.

Piso vinílico

O piso vinílico se assemelha muito ao laminado, mas é mais resistente. Sua limpeza também deve evitar água e ser feita apenas com um pano úmido. Bianca Tognollo, gerente da Tarkett, empresa especializada no revestimento, orienta a limpeza pós-obra do piso:

“A limpeza do piso vinílico deve utilizar o mínimo possível de água. Primeiramente, remova a sujeira superficial do chão com vassoura, e passe um pano úmido ou mop com uma solução de água com detergente neutro”, recomenda. Ela também alerta os produtos de limpeza que devem ser evitados para esse tipo de piso: “produtos que danifiquem a superfície do piso, como escovas e esponjas abrasivas, produtos químicos como água sanitária, removedores, aguarrás, etc. Muitos pisos vinílicos não demandam o uso de cera, mas se você quiser deixar o piso mais brilhante, recomendo o uso de cera acrílica, que promove o brilho e não precisa de enceradeira”.

Piso de porcelanato líquido

Porcelanato líquido ou piso epóxi é o nome dado aos pisos monolíticos e autonivelantes, com aparência homogênea e sem rejuntes, feitos com resina e com aspecto final brilhante. É uma opção impermeável e que não absorve sujeiras. Para a remoção de sujeiras soltas e poeiras durante a limpeza de rotina, use vassoura de pelos macios seguida por um pano úmido ou esfregão com detergente neutro diluído em água.

Para limpeza pesada, você pode esfregar o chão com um esfregão de espuma de microfibra, água quente e amônia transparente. São indicadas quatro a cinco gotas de amônia para 15 litros de água. Não utilize produtos químicos de limpeza que sejam abrasivos, ácidos (incluem cítricos e o vinagre) ou alcalinos, como sapólio e água sanitária. Também não use sabão em pó, pois deixa resíduos no piso que prejudicam o brilho e torna-o mais escorregadio. No caso de derramamento de sucos, refrigerantes e alimentos líquidos em geral, bem como gotas de óleos de veículos, limpe com um papel toalha ou outro pano macio. Se preferir, umedeça o pano para facilitar a limpeza. Assim, você evitará danos no seu piso.

Como limpar rejunte branco

Os rejuntes, mais do que o piso em si, podem acumular bastante sujeira, ficando com aparência encardida e necessitando de uma limpeza especial. O vinagre de álcool é muito bom para limpar rejuntes brancos. Entretanto, antes de aplicar em toda a superfície, faça o teste em uma pequena região para verificar se não deixará manchas. Veja o passo a passo:

  1. Coloque uma boa quantidade de vinagre de álcool sobre os rejuntes e deixe agir por 30 minutos;
  2. Esfregue com uma escovinha até retirar toda a sujeira;
  3. Após a limpeza, lave o piso ou passe um pano úmido com água e detergente neutro;

Você também pode utilizar saponáceo cremoso na limpeza do rejunte, mas escolha sempre a versão líquida, que é bem menos abrasiva do que a em pó. Para isso, aplique o produto puro sobre o rejunte, deixe agir por dez minutos e, depois, limpe com uma esponja, usando o lado amarelo, que é mais macio. Também pode-se usar a água sanitária diluída, deixar agir por 15 minutos e enxaguar.

Com todas essas sugestões, os dias de limpeza serão mais fáceis. Saber a maneira certa de limpar cada material é essencial para manter o chão limpo sem danificar as superfícies e vai garantir que os revestimentos tenham uma boa aparência por mais tempo. Aproveite e veja também dicas de como organizar a casa para mantê-la arrumada e limpa.

comentários
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments