Orquídea bambu: tipos de flores e como cultivar essa linda espécie

Escrito por Mariana Tocci
Em 28.04.20

A orquídea bambu (Arundina graminifolia ou Arundina bambusifolia) é uma planta terrestre bastante utilizada no paisagismo, sendo encontrada em jardins, vasos e renques. Apesar de determinadas espécies de orquídeas serem conhecidas pela sua toxicidade, não há evidências de que a orquídea bambu seja tóxica, então ela é ótima para cultivar em casa. A seguir, descubra mais sobre essa linda planta!

Continua após o anúncio



Índice do conteúdo:

Cores de orquídea bambu

Tua Casa

  • Roxa: é a mais comum de todas. Suas flores são formadas por pétalas, um disco e um labelo no centro. As pétalas têm tons entre o lilás e o roxo, enquanto o labelo é sempre roxo. Ela é amplamente usada em projetos de paisagismo.
  • Branca: essa variedade é conhecida como arundina alba. Com flores completamente brancas, ela tem crescimento mais lento que as outras. Por isso, costuma ser menor que as demais orquídeas bambu.
  • Branca e roxa: essa é a arundina semialba, que também apresenta flores brancas. Entretanto, o labelo delas é roxo, assim como acontece na variedade mais comum da planta.
  • Amarela: a orquídea bambu amarela é mais difícil de ser encontrada, mas é tão linda quanto as demais. Suas pétalas são amarelas e o labelo também, porém ele possui traços na cor roxa.

Independentemente da cor, as flores da orquídea bambu são finas e têm um comprimento médio de 10 centímetros. Elas aparecem bastante na primavera e verão, mas, se a planta for bem cuidada, pode florescer o ano todo! Além disso, as flores são perfumadas e, por isso, é comum que atraiam bichos, como borboletas e abelhas.

Como cuidar de orquídea bambu

Nativa do sudoeste asiático, essa planta se dá bem em climas tropicais e equatoriais. A orquídea bambu recebeu esse nome devido à sua aparência, já que suas hastes longas e finas lembram um bambu. Como ela pode atingir até 2 metros, recomenda-se plantá-la em jardins ou vasos que tenham, no mínimo, 30 centímetros de altura. Veja mais cuidados que você deve ter no cultivo dessa planta:

  • Solo: deve ser permeável, bem drenado, fértil e rico em matéria orgânica. Uma boa mistura é a de terra vegetal, areia de construção e composto orgânico.
  • Como regar: a rega deve ser frequente. Em meses quentes, o indicado é regar a planta 3 vezes por semana; já em meses mais úmidos e frios, 2 vezes na semana. O solo deve ficar úmido, mas deve haver cuidado para que ele não fique encharcado, pois isso pode matar a planta.
  • Exposição ao sol: tem que ser intensa. Por isso, a planta deve ficar em um local de sol pleno por pelo menos 4 horas do dia.
  • Adubação: pode ser feita poucas vezes, como 5 adubações ao ano. O adubo utilizado deve ser preferencialmente orgânico ou animal.
  • Poda: é necessário fazê-la depois da floração. Basta retirar as hastes velhas, secas, amareladas ou doentes. Caso haja hastes ou folhas assim em outra época, também é preciso retirá-las.
  • Mudas: são feitas a partir de brotos. Esses, que são conhecidos também como keikis, aparecem na ponta ou no meio das hastes da planta que floresceu. Para fazer a muda, é só destacar o broto do ramo quando ele estiver seco e gordinho. A retirada pode ser manual, apenas tenha cuidado na hora de puxar o broto para não machucá-lo.
  • Pragas: a orquídea bambu é resistente, mas, mesmo assim, podem aparecer pragas. Os fungos que deixam a planta com manchas pretas ou marrons são os mais comuns. Ainda podem aparecer bichos, como lesmas ou parasitas. Para acabar com a doença, é necessário observar bem qual é o problema em sua planta e utilizar os produtos adequados para cada caso.

Como a orquídea bambu prefere climas quentes, ela não cresce tão bem em locais frios e não tolera geadas. Se você mora em um lugar com inverno mais rigoroso ou que vente muito, lembre-se de colocá-la dentro de casa nessa estação (se estiver em um vaso) ou plantá-la juntamente a outras plantas, para que essas a protejam.

Saiba mais sobre orquídea bambu

A orquídea bambu é uma planta rústica, porém é preciso ter cuidados no cultivo para que ela se desenvolva e dê lindas flores. Por isso, separamos vídeos que trazem mais informações sobre essa espécie e como cultivá-la. Confira!

Como cultivar a orquídea bambu para que ela floresça

Continua após o anúncio



Esse vídeo explica as principais características da orquídea bambu e como cultivar a planta para que ela se desenvolva bem e floresça bastante. Você ainda vai ver dicas de onde plantar a orquídea para que ela cresça, fique linda e embeleze o seu ambiente!

Como replantar a sua orquídea bambu

Se você quer replantar suas orquídeas bambu, esse vídeo é para você! Aqui, você verá um passo a passo de como fazer mudas e, ainda, o replantio delas. Dessa forma, você poderá continuar cultivando a orquídea bambu por bastante tempo.

Como tratar doença na orquídea bambu

Nesse vídeo, você vai aprender sobre as principais doenças nas orquídeas e as causas das manchas em suas folhas, além de ver dicas de como tratá-las.

A orquídea bambu é uma planta resistente que dá lindas flores de diversas cores. Por isso, ela pode embelezar bastante um jardim, por exemplo, ou até a entrada de sua casa. Caso você não tenha tanto espaço livre e prefira uma planta que possa ser cultivada em vasos menores ou de forma suspensa, veja mais sobre a orquídea vanda.