5 tipos de pleomele para se apaixonar por suas possibilidades decorativas

Escrito por
Atualizado em 07.06.22

Suajabuticabeira

Por
Atualizado em 07.06.22

Conhecida como canção-da-índia, a Pleomele é uma planta cujas origens remontam às ilhas do Oceano índico. Seu cultivo é comum em diversos locais do mundo, incluindo o Brasil. Por aqui, essa planta recebe muito carinho e é uma ótima opção para decorar sua casa! Ficou curioso? Descubra mais abaixo:

Publicidade

Índice do conteúdo:

5 tipos de Pleomele para você escolher

Queridinha por muitos, a Pleomele possui diversos tipos distintos que combinam em muitos contextos. A engenheira agrônoma e especialista em plantas, Nair H. Kuroda selecionou alguns desses tipos. Confira:

Pleomele verde

Renata_Sakaue Flores

Publicidade

Nair afirma que “a Pleomele verde e reflexa chegam a 3-4m de altura”. Ainda sobre essa espécie, ela nos diz que “o caule é semilenhoso, ramificado e, por isso, pode ser cultivado em vaso ou em jardins a sol pleno ou à meia sombra”.

Pleomele Reflexa

Acerca dessa variedade, a especialista explica que “a Pleomele Reflexa tem folhas brilhantes” e é conhecida por “ser variegata”. Outra forma de diferenciar ela dos demais tipos é “observar a forma de roseta presente nas folhas”.

Publicidade

Pleomele Anita

“Também conhecida como Fita, a Pleomele Anita possui folhas verdes claras”, diz Nair. Continua explicando que a variedade conta com “caule fino, semilenhoso e ramificado”. Essa espécie compartilha semelhanças com a Pleomele Verde.

Pleomele Malaia

Diferentemente da anterior, a variedade “Malaia é um arbusto com caule ereto, folhas coriáceas espessas, em tom verde escuro, dispostas em forma de roseta”. A especialista ainda alerta que essa planta “tem crescimento lento”.

Pleomele Thalioides

Já as Pleomeles Thalioides são conhecidas pelo seu aspecto “entouceirado, com folhas verdes dispostas em forma de leque”. Sobre o tamanho dessa planta, Nair comenta que ela “pode chegar a 1,50 m de altura, sendo cultivada em vaso ou jardins, à meia sombra”. A espécie, assim como as outras, não tolera sol pleno.

Depois de conhecer com mais propriedade alguns dos tipos mais famosos de Pleomele, você já está um passo à frente na sua escolha de qual tipo cultivar.

Como cuidar de Pleomele

Alguns cuidados são necessários para manter sua Pleomele saudável e vistosa. Dentre eles, os principais são:

  • Veneno: Sendo uma dúvida frequente entre os apreciadores de Pleomele, a especialista afirma “não haver registro quanto à toxicidade da Pleomele”.
  • Luminosidade: As Pleomeles, no geral, se dão bem com a luz solar. No entanto, a planta também gosta de ambientes à meia luz.
  • Clima ideal: Por se dar bem com o calor e estar habituada às temperaturas nacionais, a Pleomele costuma se adaptar bem em qualquer espaço que esteja bem arejado. Nair alerta que “essas plantas tendem a ficarem fracas e com as folhas ressacadas se forem expostas por muito tempo em um ambiente ventilado apenas por ar-condicionado”. Nesse cenário, você deve borrifar água diariamente nas folhas para que elas permaneçam vivas.
  • Mudas: A principal forma de se criar mudas de Pleomele é a partir de estacas. Para isso, a especialista diz que “bata cortar um galho saudável e retire dele sua estaca (as folhas de base)”. Após isso, você pode plantar seu galho sem muitas preocupações.
  • Poda: A respeito da poda, uma dica importante é priorizar as podas mais radicais em épocas de não crescimento da planta. Dessa forma, você correrá pouco risco de danificar sua planta, além de ter a certeza que ela irá crescer forte na próxima folhagem.

Essas foram algumas das dicas sobre o cultivo dessa planta tão charmosa como a Pleomele. Se guiando por elas, sua plantinha vai ficar muito feliz e bem tratada!

Publicidade

Se aprofundando na Pleomele

Para ilustrar de forma mais satisfatória alguns dos elementos envolvendo o cultivo da sua planta, que tal vídeos? Veja:

Aprendendo a podar sua plantinha

Bastante humorado e esclarecedor, esse vídeo apresenta um passo a passo meticuloso sobre o processo de poda da planta. É interessante perceber algumas das dicas dadas, pois esse processo de poda costuma gerar muitas dúvidas em iniciantes nos cuidados com a espécie.

Uma visão geral dos cuidados

Recheado de boas informações, o vídeo em questão destaca alguns dos pontos centrais nos cuidados com a Pleomele. A jardineira explica de forma didática o caminho que deve ser seguido para o cultivo correto dessa planta.

Como estender a vida da sua plantinha

Nesse vlog especial, a youtuber dá dicas incríveis sobre o cuidado e, principalmente, a manutenção da Pleomele. O grande centro do vídeo é a Pleomele dela, que possui mais de dez anos desde que foi plantada!

Sobre o plantio da plantinha

Esse vídeo irá te ajudar a criar um jardim lindo de Pleomeles. Nele, são ensinados métodos de plantio e replantio dentro de pequenos vasos, ideais para quintais e jardins menores. Imperdível!

Publicidade

Depois desses vídeos, você vai conseguir entender as necessidades da sua Pleomele, podendo dar o melhor para ela se manter saudável e bela. E se você quer saber como usar essa plantinha na decoração, continue lendo a matéria!

10 fotos de decoração com Pleomele para criar um ambiente que transmite paz

Como você viu, as Pleomeles são muito adaptáveis e amam estar em contato com ambiente internos e externos. Para inspirar sua futura decoração, fique com 10 imagens imperdíveis:

1. Alguns dos pontos de destaque preferidos da Pleomele são os cantos

2. Ela fica linda quando exposta à luz natural, como em sacadas

3. Você também pode criar um maravilhoso canteiro dessa espécie

4. Ou transformar por completo sua sala com essa planta

5. As Pleomeles combinam com outras espécies

6. Precisa dar vida à sua estante? Vá de Pleomele!

7. Olha que charme são esses modelos longos dentro da sala

8. Assim como estilos mais delicados fazem uma ótima companhia para o seu sofá

9. Até os banheiros brilham na presença dela

10. Por isso não pense duas vezes e abrace as mudanças que a Pleomele tem para os seus ambientes!

Simplesmente encantadora, a Pleomele tem o poder de embelezar seu lar. Depois de aprender tanto sobre essa planta, escolha a espécie que mais te interessar e decore seu lar de acordo com a sua personalidade. Mas antes, que tal também conhecer mais sobre as Gloxínias? Elas também ficam incríveis em ambientes internos!