Tudo o que você precisa saber sobre a palmeira leque

Escrito por
Em 06.03.21

bononileticia

Por                                
Em 06.03.21

A palmeira leque é um tipo de planta ornamental que possui grandes folhas verdes, que valorizam e enriquecem qualquer ambiente. Por existirem diversas espécies, é fácil encontrar uma adequada a sua necessidade. Continue lendo para mais informações sobre os diferentes tipos e como cuidar dessa planta.

Publicidade

Índice do conteúdo:

Tipos de palmeira leque

Existem seis tipos de plantas comumente chamadas de palmeira leque. Originárias de climas tropicais, se desenvolvem melhor em áreas quentes e úmidas. Gostam de solo rico em matéria orgânica e bem drenado. A maioria das espécies não são resistentes ao frio e a ventos fortes, que danificam suas folhas. Separamos para você mais informações sobre cada tipo de espécie.

Palmeira leque grande (Licuala grandis)

Conhecida também como palmeira leque japonês ou palmeira licuala, é originária da Oceania, acostumada com clima tropical úmido. No geral é considerada uma planta de fácil manutenção. Recomenda-se o plantio em locais de meia sombra ou ambientes internos bem iluminados. Em regiões de clima quente e úmido é possível plantá-las ao sol pleno. A irrigação deve ser feita duas vezes por semana.

O crescimento é lento e a planta adulta pode chegar a 3 metros. Se plantada em ambientes internos, tome cuidado com a exposição ao ar-condicionado, se o uso deste for constante pode matar a planta. Ela não é resistente a geadas e frio intenso.

Palmeira leque redonda (Licuala peltata)

Originária do sudoeste asiático e Oceania, a palmeira leque redonda tem esse nome devido a sua folhagem completamente arredondada, diferente das outras espécies em que a folha se dobra na ponta formando um triângulo. Outra característica particular dessa espécie é que ela desenvolve no máximo 15 folhas. Seu crescimento é lento e pode chegar a 5 metros.

Pode ser plantada a meia sombra e em ambientes internos bem iluminados. Para decoração de ambientes internos, recomenda-se o uso de vasos grandes e em locais sem o uso de ar-condicionado constante. Não é resistente a ventos fortes, suas folhas podem facilmente ser danificadas. O solo indicado é com substrato arenoso e rico em matéria orgânica.

Publicidade

Requer cuidado extra com a irrigação, por isso o solo deve estar sempre úmido. Ambientes secos podem fazer com que as pontas das folhas queimem, e borrifar água nas folhas ajuda a evitar esse problema. Essa é uma das poucas palmeiras leque que sobrevivem a temperaturas mais baixas.

Palmeira leque de espinho (Licuala spinosa)

Diferente de suas irmãs, essa palmeira tem sua folha dividida em segmentos, o que lhe rendeu o nome de licuala estrela. Vinda do sudoeste da Ásia, gosta de clima quente e úmido. Se desenvolve bem ao sol pleno, meio sol e ambientes internos, em vasos grandes. Assim como as outras licualas, ela requer cuidado contra ventos fortes.

Boa para quem mora no litoral, a palmeira leque de espinho é resistente a solos salinos e requer rega 2 vezes por semana. A planta adulta tem entre 3 e 5 metros e sua aparência lembra a da palmeira rhapis.

Palmeira leque do México (Washingtonia Robusta)

A maior da lista com até 30 metros, também conhecida como palmeira wahingtonia, é original do sul estadunidense e norte mexicano. Ótima opção para paisagismo de áreas externas, seu crescimento é rápido e é resistente ao calor, ao frio e a ventos fortes. Porém, por ser de grande porte não é recomendada para ambientes internos.

Outro nome usado para identificar essa espécie é palmeira de saia, pois as suas folhas invertem e se acumulam debaixo das folhas verdes. Sobre os cuidados come ela, deve ser irrigada 2 vezes por semana, com cuidado para não encharcar o solo.

Palmeira leque de Fiji (Pritchardia pacifica)

O nome já diz tudo, essa palmeira é encontrada nas Ilhas Fiji, gosta de clima quente e úmido. Pode ser plantada ao sol pleno e é se dá bem em regiões litorâneas. São bem exigentes em relação à umidade, por isso devem ser regadas 2 vezes por semana.

Publicidade

Podem ser utilizadas em vasos apenas em sua juventude, mas com tempo devem ser replantadas em áreas externas, pois atingem 12 metros de altura. Suas folhas arredondadas se separam em segmentos pontiagudos nas extremidades.

Palmeira leque da China (Livistona chinensis)

Mais uma de origem do sudoeste asiático, suas folhas diferem por terem as pontas divididas em longos segmentos. Resistente a regiões litorâneas, gosta de alta umidade e tem crescimento lento. Pode ser plantada em meia sombra ou sol pleno e é recomendável cultivar as mudas jovens em meia sombra, transferindo-as para o sol pleno quando adultas.

Requer irrigação regular, 2 vezes por semana, e solo bem drenado e rico em matéria orgânica. Podem, inclusive, ser plantadas em vasos grandes, mas é importante lembrar que a planta adulta pode chegar a até 15 metros. Com relação aos cuidados, caso as pontas comecem a amarelar, deve-se borrifar água para melhorar a umidade.

Os nomes comuns das palmeiras podem variar de acordo com a região em que você mora, por isso é sempre importante prestar atenção ao nome científico da planta.

Como plantar e cuidar da sua palmeira leque com sucesso

Veja, a seguir, explicações de profissionais sobre a palmeira leque, com dicas de plantio, manutenção, troca de vasos e algumas informações sobre espécies diferentes:

Manutenção da planta: irrigação, adubação e poda

Aqui você confere dicas sobre adubação, um exemplo de como fazer a poda correta e algumas informações sobre a origem da licuala grandis.

Troca de vaso e adubação

Publicidade

Já nesse vídeo você vê uma explicação detalhada para o preparo do vaso com adubação para receber uma muda de palmeira leque, demonstrada pelo paisagista e jardineiro Hudson de Carvalho.

Informações aprofundadas sobre as palmeiras, e exemplos de diferentes espécies

O apresentador Daniel explica sobre a origem, os cuidados e características gerais das palmeiras licuala grandis e licuala peltata. Vídeo completo!

No geral, a palmeira leque é fácil de cuidar e com essas informações você já está preparado para adquirir a sua palmeira de preferência.

28 fotos de palmeira leque em paisagismo e decoração

Selecionamos algumas imagens de diferentes espécies sendo aplicadas em jardins externos, vasos e como elemento decorativo para arranjos e festas. Confira:

1. O destaque do jardim fica com a palmeira leque grande

2. Com uma palmeira da China fica fácil valorizar o paisagismo

3. Já a palmeira wahingtonia adulta harmonizou muito bem com esta casa de dois andares

4. O acesso principal da residência ganha destaque com o uso das palmeiras no jardim

5. Aqui, as palmeiras leque são foco central do jardim de entrada

6. A palmeira leque jovem podem ser usada em canteiros

7. As mudas deram vida a este jardim interno que fica embaixo de uma escada

8. As palmeiras de espinho combinaram bem com o resto da vegetação pra dar um ar tropical

9. Aqui, uma palmeira leque da China adulta plantada ao sol pleno perto da piscina

10. Vai muito bem plantada sozinha no jardim

11. A ambientação deste espelho d’água ficou incrível com o toque especial das palmeiras

12. Esta vista da palmeira com o jardim vertical ficou linda e valorizou o ambiente

13. A palmeira washingtonia combina com a vegetação baixa

14. E aqui se desenvolveu muito bem em uma sacada

15. O vaso vietnamita combina com a palmeira

16. E um conjunto de vasos pode adornar o interior de um shopping

17. A combinação com o vaso de palha fica supercharmosa

18. O vaso com rodízio facilita movimentar a planta, assim ela pode tomar sol e enfeitar um área com menos iluminação

19. O cantinho da escada foi super valorizado pela presença da palmeira

20. Os cachepots são supermodernos e combinam muito bem com mudas jovens da palmeira leque

21. Plantas em escritório melhoraram a qualidade do seu tempo de trabalho

22. A licuala grandis ficou linda neste vaso bola

23. As folhas da palmeira podem ser cortadas e usadas para decorar vasos

24. Este vaso ficou lindo com o arranjo de flores e folhas de licuala

25. A sala neutra ganhou um toque de cor

26. As folhas secas da sua palmeira podem se tornam um lindo item de decoração

27. O painel deste evento foi feito com folhas de palmeiras pintadas de tons neutros, lindo, né?

28. Outro arranjo com folhas pintadas, estas pintadas com azul e dourado

Espero que você esteja inspirado a adquirir uma palmeira leque para sua casa, mas outras ótimas opções para decorar seu jardim são a comigo-ninguém-pode e a ficus elastica.