Decoração com plantas: veja como incluí-la em seu projeto com muito estilo

Escrito por Sheila Almendros

Foto: Reprodução / Mauricio Arruda



O verde é uma cor que ganha destaque na decoração. É o responsável por trazer tranquilidade, equilíbrio, leveza, alegria e aconchego ao lar, e a maneira mais charmosa – e, literalmente, natural – de trazer o tom para dentro de casa é, sem dúvidas, incluir plantas no ambiente.

Para obter um melhor resultado para esta proposta, é necessário averiguar qual tipo de espécie combina mais com o seu estilo de decoração, e também qual vai se adaptar melhor a área interna do imóvel, preferencialmente as que não precisam de muita luz para sobreviver, como a Palmeira-rafia, Costela de Adão, Bromélia, Singônio e Marantas. Analise também qual espécie se encaixa melhor ao seu estilo de vida: se sua rotina é muito agitada, vale a pena procurar por plantas que exijam poucos cuidados, como é o caso dos cactos e suculentas. Mas, se você procura um hobby que te relaxe, não meça esforços para adotar uma plantinha que precisa de mais atenção: cuidar de cada uma delas será recompensador!

Conheça agora algumas ideias de decorações geniais que incluem os mais diversos tipos de plantas para áreas internas:

1. Plantas em vasos

Foto: Reprodução / Leila Dionizio

Eles se tornam as grandes estrelas do ambiente, sem dúvida. Se o espaço permitir, invista em uma espécie grande, que ocupe com maestria o lugar no qual ela será instalada, ou coloque o vaso em cima de um móvel que lhe dê destaque. E não se esqueça de caprichar no tipo e estilo do vaso, hein?

Aquele cantinho entre um sofá e outro

Foto: Reprodução / Modo Verde

O vaso dourado trouxe um perfeito equilíbrio entre o couro marrom de um sofá e o cinza aveludado do outro. O verde dá um frescor a mais para a decoração, principalmente com a extensa folhagem até o teto.

Mais frescor a sala de jantar

Foto: Reprodução / Modo Verde

O cômodo ganhou poucos móveis sóbrios, mas essenciais para produzir uma decoração clean e, ao mesmo tempo, confortável pelas escolhas de materiais e cores. A plantinha instalada no canto da sala cumpre bem a função de incluir aquela pitada tropical.



Uma explosão de cores

Foto: Reprodução / Mauricio Arruda

E falando em tropical, nada mais divertido do que incluir cores alegres na decoração e materiais naturais que remetam ao nosso clima e cultura. Perceba como o tapete azul e a plantinha acomodada neste belo cachepô de palha combinam perfeitamente com os outros itens de tons quentes e marcantes da sala.

Um cacto para a sala nórdica

Foto: Reprodução / Apartamento 33

Cactos são plantas excelentes para quem vive na correria, pois se adaptam a qualquer tipo de ambiente e não precisam ser regados com muita frequência. Além do mais, esta espécie combina com qualquer tipo de decoração, seja ela mais romântica, clean ou industrial.

A Costela de Adão está super em evidência

Foto: Reprodução / Aysu Style

Um cantinho da leitura estilo Hygge deve ter todo os toques necessários para manter o ambiente aquecido e aconchegante: um tapete acolhedor, uma poltrona com tecido confortável, e claro, não pode faltar algumas plantinhas. Aqui, a Costela de Adão, uma das espécies mais em evidência no momento, é a foco principal do espaço.

2. Quadros com plantas

Foto: Reprodução / Fast Frame

Para quem tem pouco espaço mas não abre mão de incluir um pouquinho de natureza em casa, essa é a solução. Há duas opções distintas para este estilo: ou você pode criar um quadro vivo, com plantas naturais, como ensinamos neste post aqui, ou escolher a folha que mais lhe agrada e emoldurá-la. Veja alguns exemplos:

Folhas emolduradas no vidro

Foto: Reprodução / Alana Jones Mann

Antes de emoldurar a sua folha preferida, é necessário fazer um pequeno tratamento para garantir que o quadrinho não se estrague com o tempo. Coloque-a entre duas folhas de papel vegetal ou papel toalha e a esqueça por algumas semanas dentro de um livro pesado. Se preferir um método mais rápido, deixe-a por uns dois ou três dias em contato direto com o sol.



Escolha a sua moldura preferida

Foto: Reprodução / Loods 5

Depois que sua folha estiver no ponto certo, é hora de mandar emoldurá-la. O acabamento fica por conta do seu gosto pessoal: você pode incluí-la em uma moldura com fundo neutro, ou pedir para que ela seja colocada entre dois vidros, para ficar com o efeito dupla face.

Quadro com plantas naturais

Foto: Reprodução / GV2

Para aguar as plantinhas do quadro sem fazer sujeira, é necessário tirá-lo da parede e colocá-lo em uma superfície plana durante o procedimento. Depois de alguns poucos minutinhos já está liberado pendurar o quadro de volta ao seu lugar.

Instale o seu quadrinho em uma parede onde bata sol de vez em quando

Foto: Reprodução / Clemente Arquitetura

Ou se preferir deixá-lo em um local com pouca luminosidade, tire-o pelo menos uma vez por semana para tomar esse banho de luz natural, essencial para evitar pragas e revitalizar as suas folhas.

Quadro de samambaias

Foto: Reprodução / All Green Decor

A manutenção dessa espécie é um pouco mais trabalhosa, pois necessita ser regada com maior frequência. Mas o resultado é magnífico, e cuidar delas vai se transformar em um hobby extremamente relaxante. Para garantir a sua durabilidade, instale o vaso em um local fresco e arejado.

3. Plantas penduradas em suportes

Foto: Reprodução / Macramei

Entra ano, sai ano, e as plantinhas penduradas em suportes nunca deixam a nossa decoração. Ideia que vem desde a época de nossas avós, certamente, e é a maneira mais prática para incluir essas belezuras no ambiente. Os suportes podem ser dos mais variados: de tecidos ou cordas artesanais, bandeja suspensa, os desejados vasinhos de concreto com base de ferro, entre outras ferramentas.



A samambaia foi suspensa pela cordinha de macramê

Foto: Reprodução / Apartamento 33

Certeza que você já viu esta opção na casa de algum parente! O suporte com formato da letra A é super popular e não é um item decorativo somente para jardins e varandas: ele fica incrível na área interna da casa também.

Pendurados no teto

Foto: Reprodução / Mauricio Arruda

Ainda sobre o macramê, a técnica artesanal pode ser feita em diversos estilos e materiais diferentes. Os de barbante são os mais populares, e você pode encontrá-lo em diversos tamanhos.

A delicadeza das formas geométricas

Foto: Reprodução / Apt 1002

Os vasinhos de concreto com base de ferro caíram nas graças de quem adora o estilo escandinavo e industrial, e não é para menos: eles são uma graça! A parede de tijolinho desse projeto ficou ainda mais bonita com a composição destes três itens de tamanhos diferentes.

Bandeja flutuante

Foto: Reprodução / Place of My Taste

O lugar perfeito para instalar uma bandeja flutuante é em um local fora do alcance das crianças e dos distraídos. Escolha os vasinhos mais bonitos da sua casa para ganharem destaque neste ponto alto da casa, assim você garante muito mais charme e delicadeza na sua decoração.

Aquele cantinho especial da sala

Foto: Reprodução / Apê no Quarto

A mão francesa é outro recurso barato e prático para pendurar a sua plantinha com o suporte de macramê. Disponível em formatos, tamanhos e cores diferentes, é perfeito para ser o suporte de qualquer vaso. É só escolher o seu cantinho preferido e instalá-lo na parede mais próxima.

4. Jardim vertical

Foto: Reprodução / Sala Bella

Eles vieram com força total para otimizar espaço não só de varandas, como também de corredores, sala de jantar, jardim de inverno e qualquer outro cômodo que você quiser incluir mais verde e mais amor. Há centenas de modelos diferentes no mercado, desde os tradicionais suportes de ferro, até os mais moderninhos (e no melhor estilo ‘faça você mesmo’) feitos de caixotes e estrados de cama – a escolha vai depender do seu estilo de decoração.

A versatilidade de um pallet

Foto: Reprodução / Mauricio Arruda

No projeto acima, o arquiteto montou uma horta com pallets super acessível para quem está na cozinha, e os temperinhos plantados estão descritos em cada vaso, um charme extra, e que serve como cola para os iniciantes na cozinha. Prático e sem ocupar espaço.

No banheiro também pode

Foto: Reprodução / Rocha Andrade Arquitetura

Espécies que exigem bastante umidade são perfeitas para o banheiro. Perceba como o ambiente clean e sofisticado não perdeu o seu charme com a inclusão do jardim vertical ao lado da banheira.

Dando o ar da graça na sala de jantar

Foto: Reprodução / Lorrayne Zucolotto

A decoração contemporânea da sala de jantar integrada a cozinha ganhou um toque rudimentar com o jardim suspenso disposto ao lado da mesa. Os vasinhos foram pendurados diretamente na parede, e as vigas de madeira criaram uma divisão entre os seus andares.

Área gourmet com diversidades de plantas

Foto: Reprodução / Aquiles Nicolas Kilaris

Uma coluna inteira foi dedicada a este jardim vertical da área gourmet da casa, que contou com samambaias fazendo fundo para os três vasos de flores. O projeto foi completamente incluído na arquitetura do ambiente.

Na sala de estar

Foto: Reprodução / Archduo Arquitetura

Os quatro andares de samambaias acima do aparador deram mais vida a esta encantadora sala de estar. O local onde o jardim vertical foi instalado é ideal para esta espécie, pois a janela ao lado proporciona iluminação natural de forma regular às plantinhas.

5. Cantinho verde

Foto: Reprodução / Chris Campos

Reúna suas plantinhas preferidas em um cantinho só para elas em um cômodo especial. Pode ser em prateleiras, em uma estante, banquinhos ou mesinhas, tudo vai depender do tamanho do espaço e também do seu estilo de decoração.

No meio da sala

Foto: Reprodução / Mauricio Arruda

Banquinhos e banquetas de tamanhos diversos compõem com maestria esse cantinho verde no meio da sala de estar. As cores dos vasos combinam na medida certa com o imenso quadro ao lado, e ainda complementam o visual rudimentar da estante verde envelhecida.

O cantinho no rack

Foto: Reprodução / Aysu Style

A mobília também serve como um excelente apoio para a sua área verde da sala. Neste projeto, o cantinho contou com pequenos suportes de ferro, vasos que complementam a decoração, e uma mesa de canto para ampliar a proposta.

Estante, suporte e banquinho

Foto: Reprodução / Aysu Style

Se o espaço permite, você pode fazer um mix de opções, como nesta imagem. E se a escada da sua casa anda meio avulsa, porque não aproveitá-la como apoio para vasos? Você certamente irá adorar o resultado.

Um lugar seguro só para elas

Foto: Reprodução / Uouseplants & Vintage Things

Esta cristaleira com portas de vidro tornou-se um verdadeiro refúgio das plantinhas desta casa. O interior do móvel ganhou iluminação especial, destacando-as ainda mais durante a noite. Esta é uma boa saída para quem tem bichinhos travessos em casa, que adoram “experimentar” suas plantas.

Valorizando o espaço com quadros

Foto: Reprodução / Uouseplants & Vintage Things

O canto do cômodo ganhou muito mais personalidade com a adição deste quadro que tem tudo a ver com o tema. A composição pode ser montada com uma só peça de destaque, ou várias outras de diferentes tamanhos e gravuras.

Caso você tenha algum pet em casa, se atente a esta informação: evite espécies tóxicas que possam causar algum dano ao seu bichinho, como a Comigo Ninguém Pode, Avenca, Antúrio e a Espada de São Jorge. No mais, é só se programar direitinho para regar cada plantinha para que o seu lar fique cada vez mais recheado de amor.