Como cultivar a poderosa espada-de-são-jorge em casa

Triplex Arquitetura


Atualizado em 28.02.24

A espada-de-são-jorge (Dracaena trifasciata) é uma planta considerada poderosa por muitas crenças. Também pode ser conhecida popularmente como rabo-de-lagarto, língua-de-sogra e sansevieria. Seu grande diferencial é ser uma planta fácil de cuidar e ser famosa pelo seu poder de proteção para os ambientes e entrada da casa. Conheça seu significado, dicas de cultivo, tipos e, ideias de como usá-la na sua decoração!

Significado espiritual da espada-de-são-jorge

A espada-de-sao-jorge é vista por muitas pessoas como um amuleto de proteção. A folhagem é considerada capaz de atrair energias positivas e afastar forças negativas. Por isso, é muito colocada próxima às portas, portões e halls de entrada em uma casa. Na umbanda, é chamada de espada-de-ogum e acredita-se que a planta tenha o poder de afastar o mau-olhado e a inveja. Há ainda quem utilize a planta como um símbolo de prosperidade. Por ser considerada uma planta mística, também é usada em simpatias e banhos de proteção.

Como plantar e cuidar da espada-de-são-jorge

Para plantar sua espada-de-são-jorge, não é necessário ser um mestre na arte de jardinagem! Veja os principais cuidados e tenha sucesso com esse cultivo:

  • Iluminação: é uma espécie muito resistente, que pode ser cultivada em ambientes de sombra, meia-sombra e até mesmo sol pleno. Assim, escolha o cantinho da casa que preferir, seja interno ou externo e até mesmo com pouca luz.
  • Rega: coloque água de forma regular, cerca de 1 vez por semana, mas sempre sinta se o solo está seco antes de regar. No inverno, espace ainda mais as regas. É uma espécie que requer cuidado com regas excessivas, que podem apodrecer suas raízes.
  • Adubação: coloque adubo, como NPK 10-10-10, uma ou duas vezes por ano, de preferência durante a primavera. Outra opção é utilizar adubos orgânicos ou caseiros, como casca de ovo.

    Publicidade

  • Planta venenosa: a espada-de-são-jorge é uma planta tóxica se ingerida. Esse é um detalhe que deve ser considerado caso tenha crianças ou animais de estimação, como cães e gatos. O ideal é cultivá-la em locais altos ou em suportes para plantas para mantê-la longe do alcance de pets e evitar acidentes.
  • Replantio: por ser uma planta de crescimento rápido, pode ser necessário o replantio em vasos maiores, devido à expansão de suas raízes, que podem até quebrar recipientes. Caso queira, você pode optar pela divisão em novas mudas e fazer o plantio em vasos menores. Em canteiros, pode ser necessário uma poda de contenção para evitar a invasão de áreas não desejadas. Sempre que aparecerem folhas amarelas ou secas, elimine-as para garantir espaço para novas.
  • Cultivo na água: apesar de não ser uma planta aquática, a espada-de-são-jorge também pode ser cultivada na água. Pegue uma folha ou muda, coloque em um recipiente com água limpa e deixe em um local sem sol direto. Troque a água a cada 2 dias. Dessa forma, as raízes começarão a se desenvolver, e você pode transferir a planta para um novo vaso.
  • Floração: apesar de não ter grande efeito ornamental, a espada-de-são-jorge apresenta uma floração em haste com pétalas brancas, levemente esverdeadas, com um perfume adocicado. As flores se abrem ao entardecer e são associadas à transmissão de boas energias. Para florir, a espada-de-são-jorge deve ficar em local bem iluminado e receber algumas horas de sol por dia. Após a floração há a formação de pequenos frutos, que não são comestíveis.
  • Onde colocar: devido ao seu simbolismo, o melhor local para colocar a espada-de-são-jorge é próxima a entrada de casa, para que consiga barrar a passagem de más energias.

Veja mais dicas nos vídeos selecionados:

O melhor ambiente para a espada-de-são-jorge

Nesse vídeo, aprenda dicas para escolher o melhor local da sua casa para colocar a sua planta, seja ambiente externo ou interno. Além disso, veja onde usar a espada-de-são-jorge como amuleto de proteção, como em um vaso perto da porta de entrada.

Como fazer a rega correta da espada-de-são-jorge

Uma das principais dúvidas que surgem quando chega uma planta nova em casa é: quando regar? Às vezes, cada lugar apresenta um tipo de informação sobre esse tema. Por isso, o canal Consumo Orgânico conta como regar uma espada-de-são-jorge. As dicas dadas no vídeo são importantes para não fazer a planta sofrer com excessos de água.

Truques de jardineiro para acertar no cultivo

Publicidade

As espadas-de-são-jorge são plantas de baixa manutenção. Por isso, são ótimas para quem não tem muita prática com os jardins. O canal Vila Nina TV explica como cuidar, como regar e como fazer mudas dessa planta que encanta aos olhos e protege as casas pelo país a fora.

Com essas dicas de cultivo e cuidado, fica muito simples cuidar dessa planta! Aproveite e veja ideias para usá-la na decoração de casa.

Tipos de espada-de-são-jorge

Antes conhecida por Sansevieria, a espada-de-são-jorge trocou de gênero em uma atualização de nomenclatura e passou a pertencer ao gênero Dracaena. Apesar de não serem parecidas visualmente com as dracenas mais comuns no Brasil, a espada-de-são-jorge apresenta semelhanças genéticas em suas flores e sementes. Além do tipo mais conhecido por suas folhas alongadas e verdes, a espada-de-são-jorge apresenta outros exemplares similares, como a espada-de-santa-bárbara e lança-de-são-jorge. Veja as principais plantas desse gênero:

Espada-de-são-jorge

Seu nome científico é Dracaena trifasciata. Suas folhas são verde-escuro com rajadas brancas e podem atingir, em média, 80 cm de altura.

Espada-de-santa-bárbara

A espada-de-santa-barbara Dracaena zeylanica, também é conhecida como espada-de-iansã. É bastante parecida com a espada-de-são-jorge, mas sua grande diferença é a presença de bordas amarelas em suas folhas e crescimento menor.

Publicidade

Lança-de-são-jorge

A lança-de-são-jorge (Dracaena angolensis) é uma variação das espadas-de-são-jorge com folhas cilíndricas e pontiagudas. Seu visual pode ficar ainda mais interessante com as hastes trançadas. Fica ótima em vasos altos e alongados, de forma isolada ou em grupo.

Miniespada-de-são-jorge

A espadinhas-de-são-jorge se destacam com seu pequeno porte e folhas com disposição de roseta. Os cuidados são os mesmos que a espada-de-são-jorge grande. Esse tipo é ideal para ser cultivado em pequenos vasos, em mesas de cabeceiras ou estantes.

Fotos da espada-de-são-jorge na decoração para proteger e embelezar

Por ser uma planta muito versátil e resistente, a espada-de-são-jorge pode ficar tanto na parte interna quanto na parte externa da casa. Nos espaços internos, a planta é uma ótima opção para ser colocada próxima à porta de entrada e em locais menos iluminados, como o banheiro e área de serviço, mas também pode embelezar quartos e salas. Além disso, é indicada no paisagismo para jardins de baixa manutenção, jardins de inverno e locais pequenos e estreitos, como canteiros de muros, veja ideias:

Com tantas ideias apaixonantes, fica fácil saber onde colocar o seu exemplar na decoração de casa. O uso de plantas embeleza o ambiente com muita leveza e naturalidade. Aproveite e conheça outra planta com cultivo bem simples, a zamioculca.

comentários
guest
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Maria José Gomes
Maria José Gomes

Eu amo cada uma, tenho algumas
É ainda quero outras espécies.

Thays Pretti
Tua Casa
Thays Pretti
Respondendo a  Maria José Gomes

eu também amo essa planta! <3