Samambaia: como cuidar, tipos e 70 ideias de decoração com a planta

Escrito por Priscila Horvat

iStock

Quem não se lembra da bela cabeleira verde pendurada na parede da casa da avó ou da tia? A samambaia, moda nos lares entre 1970 e 1990, volta com tudo para o posto de uma das plantas mais queridinhas – não só das donas de casa, mas dos paisagistas e designers de interiores também.



Espécie nativa de matas, mas muito cultivada para dentro de casa, a samambaia é uma grande tendência nos projetos de decoração. Algumas são mais rústicas, outras mais sensíveis, mas todas dão um belo caimento e transformam qualquer cantinho. Confira a seguir mais informações sobre as samambaias:

Tipos de samambaia

iStock


“Os tipos de samambaia se diferem desde a sua coloração até o formato de seus galhos e folhas. Frondes é como são chamadas as folhas verdes e geralmente compostas das samambaias”, explicam as arquitetas e paisagistas Rachel França e Gizelle Leite.
Segundo a designer Marcia Arcaro, é muito comum a utilização de variedades de samambaias também para se fazer um jardim vertical, pelo fato de que além delas serem lindas, a rega delas se combinam, e normalmente não é necessária muita poda. Confira, a seguir, as espécies mais usadas de samambaias, segundo as profissionais:

  • Avenca: folhagens com verde claro, são bem delicadas, muito sensíveis e requerem um cuidado especial com a rega;
  • Asplênio: folhagem grande e única, ela possui um brilho natural e compõe muito bem em vasos;
  • Chifre-de-veado: com folhagem bem larga, se adapta muito bem em xaxim ou tronco de árvores e suporta bem o clima mais seco;
  • Mini samambaia: folhagem bem repolhuda e pequena. O verde desse tipo é bem clarinho, e é muito usada em vasinhos pequenos sob a mesa;
  • Samambaia Americana: é a mais comercializada entre todas. Dotada de folhas mais rígidas, densas, longas e retilínea, é o resultado de um trabalho genético de melhoramento;
  • Samambaia Argentina: é muito parecida com a Americana, porém, têm folhas mais longas e ralas;
  • Samambaia Azul: suas folhas são grandes e um pouco crespas nas pontas, e tem um verde um pouco mais claro;
  • Samambaia de metro: são recortadas e franjadas e suas frondes atingem mais de dois metros de comprimento;
  • Samambaia Havaiana: é a espécie de samambaia que abriga o maior número de variedade hortícolas;
  • Samambaia Jamaica: dotada de rizomas com aspecto de cera e textura de arame, finos, verdes com pelos escuros e rijos, folhas na tonalidade verde esmeralda;
  • Renda Francesa: com folhagens menores, mais cheias e compactas, ela compõe muito bem em centro de mesa e em cachepô;
  • Renda Portuguesa: são pendentes e plumosas, sempre cultivadas em vasos ou bacias.

Como cuidar de samambaias

iStock

Para cuidar de uma samambaia, primeiramente pense sempre em um solo úmido. Nunca a deixe exposta em sol forte ou a ventanias. O melhor para essa planta é um ambiente com luz natural – ou seja, um bom lugar para ela é pertinho de uma janela.

Se você resgatar as memórias, vai se lembrar que a samambaia era plantada em xaxim. Porém, “Não se usa mais xaxim, está proibido por ser extrativismo vegetal. Agora existe a fibra de coco como substituição ao xaxim”, explica Rachel. Segundo Marcia, “as samambaias precisam de uma terra com mistura de substratos naturais e rica em nutrientes”, por isso, adquira em lojas especializadas adubos específicos de samambaias com NPK, para melhorar e prolongar sua vida útil.

Quanto à rega, “o importante é que esteja úmida. Se for colocado um aparador de água, pode ser molhado em dias alternados no verão e com intervalos maiores nas estações mais amenas”, explica Gizelle. A dica de ouro da Marcia Arcaro é “borrifar água sob as folhagens nos dias mais quentes” para manter a planta sempre verdinha e vistosa.

70 fotos de ambientes decorados com samambaia

Viu como é fácil a manutenção da samambaia? E mesmo com poucos cuidados, ela cresce e deixa seu cantinho com aquele toque de verde que estava faltando. Confira só esses exemplos:



1. Versátil, ela aparece como decoração até em festas

2. Elas são peças-chave nessa sala com decorativos em verde e amarelo

3. Aquele cantinho da cozinha ganhou um toque de cor e vida com essa cabeleira verde

4. Que tal uma refeição sob as folhagens de uma samambaia?

5. Numa bela varanda, acompanha as xícaras de chá, confidências e os bate-papos

6. Em ambientes mais rústicos, para um ar mais despojado, use mais de um tipo da planta

7. A samambaia fica bem em qualquer tipo de decoração: da mais clássica à mais contemporânea

8. Aqui, faz as vezes de uma divisória de ambientes

9. Em conjunto, elas formam um verdadeiro portal para o lavabo!

10. As mudinhas, em pequenos vasos, são ótimas para a decoração de nichos

Giovanna Ramalho Arquitetura



11. Use espécies diferentes para criar um jardim vertical

12. Ela é destaque em ambientes predominantemente brancos

13. Essa meia parede viva ficou encantadora com as samambaias nos nichos

14. Na varanda gourmet, uma parede viva para trazer mais refrescância para o espaço

15. A samambaia deixa qualquer ambiente com mais vida

16. Sabe de uma coisa? Aquele cantinho sem graça da sua casa precisa é de uma samambaia!

17. O lugar ideal para as samambaias é perto de uma janela, para receber luz natural

18. Quando está pequena, é fácil de colocar a samambaia em qualquer cantinho da casa

19. Suas folhas podem ser usadas, inclusive, em arranjos de decoração em mesa posta

20. E conforme vão crescendo, precisam de espaços um pouco maiores

BC Arquitetos



21. A melhor opção é pendurá-la

22. Escolha lugares altos, mas de fácil acesso – assim fica mais fácil na hora da rega

23. Da família das samambaias, o chifre de veado tem sua imponência em alta em ambientes mais sofisticados

24. Ao lado do sofá, para quebrar a monotonia da sala

25. Deixe espaços exclusivos para as samambaias, dando a elas espaço para crescerem à vontade

26. E que tal inovar e surpreender com o uso de samambaias na sala de reunião?

27. Sob a bancada, delimita os ambientes sem fechar o espaço

28. No cantinho, quase emoldurada, ela dá graça e um toque de cor na sala de tons azuis

29. A mini samambaia é perfeita para pequenos arranjos de mesa

30. Na varanda, traz o verde necessário para o pequeno espaço

31. Nessa sala cheia de nichos, ela compõe lindamente ao lado de outras espécies

32. E que tal “forrar” com samambaias aquele espaço em branco da casa que tanto te incomoda?

33. Em casas com quintal, ela é quase obrigatória!

34. Dividindo o espaço com outras plantinhas que, juntas, quebram o quase monocromático dessa sala

35. Sua folhagem verde vivo fica incrível em decorações com várias peças com tom bem diferente

36. Peça central nessa sala de jantar. Sem ela, o ambiente fica completamente sem graça

37. Embora exija pouca manutenção, não deixe de regar sua plantinha com a frequência necessária

38. Sob a escada, faz as vezes de mural para o vaso em exposição, que fica ainda mais em evidência

39. Nesse cantinho cheio de bossa, basta olhar para relembrar das plantinhas da avó ou da tia

40. Esse pequeno espaço gourmet decorado em azul recebeu as samambaias para dar vida ao ambiente

41. No escritório, ela quebra protocolos e deixa o ambiente não tão sisudo

42. A verdade é que um espaço com samambaia deixa tudo mais… aconchegante!

43. Mesmo com folhagens grandes, ela parece pequena quando o ambiente tem proporções avantajadas

44. A área de lazer ganhou toques de amarelo no mobiliário e de verde com as samambaias

45. Para quebrar o branco, use os cachos verdes da samambaia!

46. Ela pode ser nociva para seu bichinho. Por isso, fique de olho caso tenha um morador de quatro patas em casa!

47. Entre a porta e a escada, não tem como passar despercebida nesse ambiente de tons terrosos

48. Uma parede de pedra que ganhou um jardim vertical com samambaias

49. Mais uma vez, é ela quem dá a graça na sala de jantar

50. Ela é perfeita para jardins verticais!

51. Uma parede viva era tudo o que esse sofazão branco precisava como fundo para um cenário paradisíaco

52. E quando a samambaia cresce tanto, que quase vai até o chão?

53. Na entrada da casa, é perfeita para indicar que ali é um espaço acolhedor

54. Em vasos pequenos, pode ser abrigada até em mesas de centro na sala

55. A samambaia também pode ser plantada usando a técnica Kokedama, sabia?

56. O lavabo com azulejos portugueses ficou ainda mais encantador com essas verdinhas!

57. A samambaia quebra o estilo completamente moderno dessa sala de estar

58. Bem lá no cantinho da cozinha, ela mostra que fica bem em qualquer cômodo da casa!

59. O lavabo rico em detalhes fica mais cheio de vida com as plantinhas

60. Numa espaçosa suíte do casal, bem acima da pia, não corre o risco de ter sua rega esquecida!

61. O clássico pendente em formato de “A” é a forma mais utilizada para se pendurar uma samambaia

62. Mais vida no ambiente cinza

63. Em um biombo com nichos, elas são perfeitas para não deixar o espaço completamente aberto

64. Um caminho de samambaias leva o passeio da casa principal para a área gourmet da construção

65. Sua versão mini fica extremamente delicada e charmosa quando usada sob mesas de jantar pequenas

66. No quintal, cuidado para ela não ficar completamente exposta ao Sol

67. Porque, o que a samambaia mais gosta, é de sombra e água fresca… literalmente!

68. Ambientes rústicos ficam incríveis com samambaias, que podem compor uma bela parede viva…

69. …ou apenas dar um toque de cor ao espaço com cores terrosas

70. Deixe a samambaia na varanda, para que ela tenha espaço para crescer e receba luz natural

A samambaia está presente em interiores, jardinagem, paisagismo e espaço externo; e é bem prática de cuidar. Só manter úmida. Apesar de serem fáceis de manter e durarem anos, as samambaias são delicadas e se adaptam melhor na meia sombra. Ah, e a reprodução delas se faz por divisão de muda ou através de sementes. Então, depois que a sua samambaia estiver grandinha, que tal distribuir algumas mudas entre seus amigos e vizinhos?

Se você ama plantas e quer saber como usá-las em sua casa, confira essas dicas preciosas de como usar flores na decoração.

PARA VOCÊ