Como montar um quarto de bebê com segurança, conforto e acolhimento

Escrito por
Atualizado em 08.07.22

Arthur Hamer

Por
Atualizado em 08.07.22

Seja um quarto do bebê simples ou no estilo montessoriano, o planejamento sempre é uma experiência cheia de empolgação. Um momento para construir memórias, pois marca o início de uma nova fase da família. A decoração não precisa ser executada a toque de caixa, ela pode ser pensada aos poucos, desde os primeiros meses de gestação. Com as dicas da arquiteta Marcela Zampere, o processo ficará muito mais fácil e organizado. Acompanhe!

Publicidade

Como montar o quarto de bebê?

A cegonha vem aí! Logo um pacotinho de alegria chegará ao seu lar para aumentar a família. É claro, você quer estar com tudo preparado. Pode montar um quarto de bebê sem gênero, um quarto de bebê feminino ou um quarto de bebê masculino. São tantas opções e, segundo Zampere, o planejamento deve começar no início na gravidez. A seguir, a arquiteta respondeu as dúvidas frequentes sobre o assunto:

Quais são as etapas para elaborar um quarto de bebê?

Publicidade

Marcela Zampere: o quarto de bebê deve ser planejado logo nos primeiros meses. Desse modo, os pais terão tempo para fazer as escolhas com calma. Os dois primeiros meses podem ser para o planejamento das ideias, criação do projeto, caso contrate um arquiteto, e organização financeira. A partir do terceiro mês, o ideal é que o projeto comece a ser implantado. Assim, entre o quarto e quinto mês, o quarto já estará pronto e a mamãe poderá ficar mais sossegada.

É necessário contratar um arquiteto para fazer o quarto de bebê?

MZ: contratar um profissional no início do planejamento faz toda a diferença. Ele irá te orientar quanto à melhor disposição dos móveis no espaço, as medidas ideais para deixar o ambiente confortável e prático, além de dar um toque todo especial na decoração.

O que posso fazer se o orçamento não permitir a contratação de um arquiteto?

Publicidade

MZ: caso não possa contratar um profissional, é importante fazer a medição do quarto, definir o que será aproveitado e o que precisa ser comprado. Elenque os principais itens e tente definir o estilo da decoração. Lembre-se que, além de bonito, o espaço deve ser funcional. É vantajoso optar por peças que poderão ser utilizadas por mais tempo, por exemplo, berços que viram cama, cômodas que podem ser utilizadas como um apoio para TV e objetos temáticos fáceis de serem substituídos.

Qual o preço médio para construir um quarto de bebê?

MZ: isso varia bastante de acordo com o orçamento de cada pessoa. É preciso considerar os gastos com mobiliário, intervenção estrutural, pisos para o quarto, se haverá papel de parede infantil, cortina, tapete etc. No entanto, para os principais itens, berço, cômoda e guarda-roupa, acredito que em torno de R$ 15.000 seja suficiente. É claro que existem móveis mais baratos e muito mais caros, então, esse valor é apenas uma média.

Como escolher a decoração do quarto de bebê?

MZ: para escolher a decoração do quarto de bebê, é importante considerar o espaço, o gosto dos pais, o tema pretendido e o valor a ser investido. É interessante identificar seu estilo, por exemplo: minimalista, clássico, vintage, moderno, industrial etc. Porém, o quarto de bebê não precisa necessariamente ter um tema específico, podemos trabalhar com cores em paredes e objetos, criando diversos estilos de decoração. Utilizar pinturas com formas geométricas ou orgânicas é perfeito para prolongar o uso da decoração, fazendo pequenas adaptações de acordo com a idade da criança. Isso torna o quarto mais atemporal do que optar por um tema específico.

Caso não pretenda utilizar a decoração por muitos anos, investir em um tema pode ser superdivertido, por exemplo, um quarto de bebê com nuvens. Aproveite muito o momento e escolha cada item com muito carinho.

O que é necessário para o quarto do bebê?

Alguns itens são fundamentais em um quarto de bebê tanto para facilitar o dia a dia quanto para as noites em que os pais terão de prestar suporte ao pequeno. A seguir, a arquiteta lista os principais e explica o porquê eles são indispensáveis.

Berço

O berço é o principal item dessa lista, a final o bebê precisa de um espaço confortável e aconchegante para manter a sonequinha em dia. Zampere chama a atenção para alguns aspectos de segurança e qualidade:

Publicidade

  • O berço deve ter um certificado do Inmetro, que garante a qualidade do produto e a segurança do bebê. Procure por esse selo antes de comprá-lo.
  • Leve em consideração a medida do berço. É preciso deixar um espaço para circulação e para outros móveis importantes.
  • Caso não tenha muito espaço, existem berços com cômodas acopladas, com tamanho ajustável e compactos.
  • Berços com ajuste de inclinação antirrefluxo são muito úteis, principalmente nos primeiros meses.

As dicas acima valem para todos os modelos, seja um berço provençal, um cesto de vime ou outros.

Cômoda

A arquiteta relata que muitas mamães consideram a cômoda um item indispensável. Com razão! Para esse móvel, o que implicará na escolha também será a metragem do dormitório:

  • A cômoda pode servir prontamente de trocador. Se possível, escolha um modelo amplo para caber também os itens de higiene.
  • Caso a cômoda não seja muito grande e caiba apenas o trocador, utilize pequenos ganchos, nichos para quartos de bebê e porta trecos de parede.
  • Como a cômoda é um móvel de grande durabilidade, um modelo sóbrio e clean é perfeito para acompanhar o crescimento da criança.

Esse móvel é perfeito para guardar roupas, brinquedos, fraudas etc. No entanto, você pode incrementar a decoração com uma estante montessoriana.

Guarda-roupas

Se o espaço permitir, um guarda-roupas é muito bem-vindo ao quarto de bebê. Para acertar na escolha, a arquiteta indica:

  • O guarda-roupas deve ser escolhido de maneira atemporal, principalmente se ele for feito sob medida. Assim ele poderá ser usado até mesmo depois que o bebê crescer.
  • Escolha um guarda-roupas de cores neutras, como branco, madeira e cinza. Assim, ficará mais fácil combinar com outros futuros mobiliários na decoração.
  • Modelos com maleiro são ótimos para armazenar uma quantidade expressiva de fraldas e outros itens que podem atrapalhar na circulação, como andadores, malas e brinquedos sazonais.

Um guarda-roupa planejado é uma ótima opção para otimizar o espaço e aproveitar cada cantinho do quarto.

Poltrona para amamentação

Segundo Marcela, a poltrona de amamentação pode ser um local de apoio para a mamãe fazer o bebê dormir. Ela deve ser confortável na medida certa, pois será usada por longas horas. Para a compra, as dicas são:

Publicidade

  • É fundamental que a poltrona ou cadeira do quarto de bebê seja confortável, mas ela não pode ser nem muito fofa e nem muito baixa, pois nos primeiros dias a mamãe pode se sentir insegura e incomodada devido ao parto.
  • Antes de comprar, experimente a poltrona, mesmo que a ideia seja comprar pela internet, vá até uma loja física para conhecer o modelo desejado pessoalmente.
  • Esse móvel precisa oferecer toda a segurança possível, principalmente no momento de se sentar e se levantar. Esse é mais um motivo para experimentar a poltrona antes de comprar.
  • Se for um quarto de bebê pequeno, opte por modelos arredondados. Eles são mais fáceis de se encaixar na lateral do dormitório e prejudicam menos a circulação por não ter cantos.

A poltrona para quarto também é um móvel que pode acompanhar o crescimento da criança. Ela é perfeita para criar a tradição do momento da leitura.

Cama de solteiro

A cama de solteiro é uma verdadeira salvadora para os pais durante a madrugada. Isso porque um ou outro pode se acomodar prontamente ao lado do bebê, caso ele acorde durante a noite. “Muitas pessoas também preferem esta opção ao invés da poltrona, claro, quando o espaço possibilita. Nesse caso, uma almofada de amamentação será muito útil”, afirma a arquiteta. Para acertar na escolha, as dicas são:

  • Se o espaço é pequeno, mas os pais não abrem mão desse item, o ideal é criar um móvel sob medida, como o projeto da imagem acima.
  • Para um visual mais organizado e caprichado, invista em almofadas que combinem com a decoração do quarto.
  • Um sofá-cama também é uma ótima opção e, dependendo do modelo, pode acomodar até duas pessoas de uma vez só.
  • Modelos que possuem baú sob o colchão ou gavetas sob o estrado oferecem um lugar a mais para esconder a bagunça.

Uma cama montessoriana também é uma ótima ideia. Você não precisará esperar muito para substituir o berço por ela. Alguns modelos acomodam um adulto perfeitamente.

Mesa lateral de apoio

“Um item essencial quando se tem uma poltrona de amamentação no quarto. É muito útil para a mamãe apoiar um copo ou mesmo a mamadeira do bebê”, afirma a profissional. Para escolher a mesa lateral, não há muitos segredos:

  • Quanto menos a mesa lateral ocupar espaço, melhor. Portanto, principalmente se o dormitório for pequeno, escolha um modelo compacto, que ofereça um bom encaixe entre a poltrona e a parede.
  • A neutralidade se torna indispensável se o móvel escolhido for pensado a longo prazo. Em um futuro não muito distante, ela pode funcionar como mesa lateral para a cama da criança.

Para uma decoração duradoura, uma escrivaninha infantil pode substituir a mesinha lateral. Entretanto, não esqueça, se o ambiente for pequeno, coloque somente os itens indispensáveis. Esse, por exemplo, a criança só começará a utilizar depois de um ano ou mais.

Cortina

Além da cortina para quarto do bebê deixar o ambiente mais acolhedor, segundo Zampere, ela é indispensável, pois evita que o sol bata direto no bebê. Assim, para protegê-lo, o ideal é não colocar o berço próximo à janela, evitando também golpes de frio. Para selecionar uma cortina ideal, siga as dicas a seguir:

  • O ideal é que a cortina não seja blecaute, isso irá ajudar o bebê a diferenciar o dia da noite com o tempo, influenciando na rotina do sono.
  • Cortina no modelo voal, além de oferecer uma leveza estética, filtra a entrada do sol no quarto de modo agradável.
  • Evite cortinas de tecidos grossos para a decoração não ficar pesada, a não ser que seja essa a intenção.

Há vários modelos de cortina. Os tons pasteis são suaves e acolhedores, então, pode apostar sem medo.

Tapete

Além de valorizar a decoração, o tapete para quarto de bebê é outro item que oferece aconchego ao quarto. Ele pode ocupar somente um espaço específico do ambiente ou preencher todo o piso livre – essa escolha é pessoal. As dicas da arquiteta para a escolha são:

  • Tome cuidado com modelos que acumulem muito pó para evitar possíveis alergias no bebê.
  • Um modelo de fácil limpeza garante praticidade da manutenção do quarto.
  • Escolha um modelo que seja confortável ao toque. Durante o primeiro ano esse aconchego será necessário para os pais, mas no futuro, será também para o bebê, que poderá brincar livremente sobre a peça.

Considere essas dicas na hora de escolher o tapete. Os modelos com formatos diferenciados, por exemplo, um ursinho, são muito fofos.

Iluminação

“Um item que precisa ser muito bem trabalhado é a iluminação, pois os tipos diferentes a serem incluídos no projeto servirão para funções distintas”, explica Marcela. Para atender todas as funções, as dicas da arquiteta são:

  • Dê preferência para luminárias com luzes indiretas, que iluminam todo o ambiente, mas não ofuscam os olhos do bebê.
  • Sempre tenha uma arandela para quarto ou um abajur. Isso auxiliará durante a noite, evitando que o bebê desperte totalmente.
  • A luz central deve ser a mais acolhedora possível, para isso, é indicado uma luz amarela aconchegante de temperatura amena.
  • Ao escolher um abajur ou arandela, dê preferência para modelos com cúpula, que criam uma iluminação difusa.

O lustre para quarto de bebê também pode ser temático, com ursinhos, estrelas, nuvens etc. É só soltar a criatividade e brincar na decoração.

Decoração

A decoração é muito pessoal, pois a escolha é basicamente uma questão de gosto e orçamento. Objetos lúdicos e cores amenas são os mais populares, mas tons marcantes também podem aparecer se a ideia for criar um quarto de bebê safari. Independentemente do estilo, os itens listados pela profissional são decorativos, mas também servem para otimizar o dia a dia:

  • Prateleiras podem ser utilizados na decoração, trazendo toques de cor e objetos lúdicos para o quarto.
  • Os nichos para quarto também podem ajudar a acomodar fraldas e itens do cotidiano.
  • Tanto nichos como prateleiras com ganchos acoplados podem ser úteis perto dos trocadores, dando apoio para as roupinhas e itens de higiene.

Para garantir um ambiente agradável, há dois pontos indispensáveis: o espaço precisa ser bem arejado e bem iluminado. Um quarto livre de mofo, fungos e bactérias é, sem dúvidas, um cômodo saudável para o pequeno morador.

15 fotos de quarto de bebê para inspirar o seu projeto

A seguir, veja uma seleção de imagens que trazem ideias incríveis para a composição do quarto de bebê. Você pode anotar seus projetos preferidos e usar como inspiração:

1. Seguir uma temática é superfofo

2. Mas um quarto de bebê cinza é atemporal

3. Se o espaço permitir, aposte em elementos diferenciados

4. Mas com o espaço reduzido, é possível compactar os adornos em nichos e prateleiras

5. Imagina você embalando o bebê nesta poltrona aconchegante

6. Almofadinhas coloridas trazem alegria ao ambiente

7. E se elas forem de bichinhos deixam a decoração mais lúdica

8. Um mosqueteiro para proteger o sono do bebê

9. Veja como uma cômoda espaçosa garante diferentes funções ao quarto

10. Um abajur com cúpula colabora para um ambiente aconchegante durante a madrugada

11. Assim como o pufe para a mamãe apoiar os pés

12. A cama de solteiro é um conforto a mais no espaço

13. Um tapete acolhedor também

14. Aqui as almofadas deixaram a cama com aparência de sofá

15. Organizadores ao lado da cômoda colaboram ainda mais durante a troca de fraldas

Se for dois presentinhos, você pode apostar em um quarto para gêmeos. Também é possível usar o conceito para irmãos que dividirão o mesmo espaço.

Mais informações sobre quarto de bebê em vídeos

Para enriquecer ainda mais o seu projeto, confira uma seleção de vídeos com dicas de profissionais que entendem de decoração infantil.

10 dicas de quarto de bebê funcional

Neste vídeo, você conhecerá todos os macetes para criar um quarto de bebê prático e funcional. Confira como escolher os móveis, onde instalá-los, entre outras dicas.

Quando começar a arrumar o quarto de bebê?

Aqui, você descobrirá qual é o momento certo para montar o quarto do bebê. Além disso, aprenderá a organizar um cronograma prático para otimizar essa função durante a gestação.

Dicas de quarto de bebê e crianças

A arquiteta faz um tour por um quarto de bebês gêmeos. No vídeo, há dicas incríveis para montar um dormitório que garante praticidade no dia a dia.

Passo a passo do projeto do quarto de bebê

A profissional mostra todo o processo de projeção e execução do quarto do seu bebê, desde a criação do espaço no papel até a montagem dos móveis.

Com todas as dicas anotadas, fica mais fácil colocar a mão na massa para montar um quarto de bebê de maneira segura e precisa.

Onde você pode comprar móveis para quarto de bebê

A internet oferece milhares de opções para compor um quarto de bebê, incluindo kits completos de dormitórios modulares, com média de preço entre R$700 a R$4.300. Confira as opções:

  1. Marabraz
  2. Mappin
  3. Madeira Madeira
  4. Mobly
  5. Carrefour

Você ainda pode diferenciar a decoração com adesivos para quarto de bebês. Eles são fofos, interativos, despertam a atenção do pequeno e deixam o ambiente cheio de personalidade.