Plantas de sombra: cuidados e modelos para cultivar

Escrito por Isabela Palma

Elementos naturais fazem toda a diferença para criar um espaço harmonioso, pois são fáceis de ornamentar com a decoração e ainda proporcionam maior leveza ao ambiente. As plantas de sombra são ideais para quem quer a natureza dentro de casa ou possui jardins internos e pequenos.



Índice do conteúdo:

Como cuidar de plantas de sombra?

Como todo tipo de planta, as que se dão bem em ambientes não tão claros também precisam de atenção. Apesar de algumas espécies serem mais resistentes que outras, não podem ficar descuidadas e alguns fatores importantes precisam ser considerados.

Cuidado com a localização: para plantas e, especialmente, flores que crescem bem em ambientes de baixa luminosidade, procure não deixar seu vaso em locais que recebam luz direta, como janelas. Em caso de varandas, o cuidado é redobrado: busque sempre posicioná-los em cantos de sombra e de preferência, em espaços que não corram o risco de ficarem muito quentes ou secos.

Encontre a medida certa de água: em geral, plantas de sombra não precisam ser regadas com tanta frequência, pois possuem um armazenamento próprio para água. Mas cada espécie necessita de cuidados específicos, então é importante conhecer bem a planta escolhida e observar quantas vezes na semana ela deve ser molhada. Uma dica é tocar o solo e só fazer a rega quando estiver seco.

Suculentas e cactos: esse tipo de planta não demanda muita manutenção nem regas frequentes, e algumas espécies não precisam de sol. Porém, é importante se atentar ao tipo de adubo utilizado no solo para que ela possa sobreviver por mais tempo. A matéria orgânica depende de cada espécie, que pode precisar de nutrientes específicos, mas o tipo NPK é o mais comum.

Planta na sala? Maneire na temperatura!: apesar de não se darem bem com luz direta e ambientes quentes, não significa que elas suportam locais refrigerados. Não coloque a sua planta de sombra de ambiente interno em áreas de contato com o ar-condicionado, pois elas podem sofrer queimaduras e ressecarem, ficarem amareladas e perderem todo o charme que só as plantas saudáveis possuem.

Atenção à luz: o diferencial dessas plantas é justamente a sua boa adaptação a ambientes com baixa luminosidade ou luz artificial, o que em geral, significa que elas não se dão bem com incidência solar direta, apesar de algumas resistirem à períodos de seca.

As plantas de sombra costumam ser mais delicadas e podem demandar um cuidado maior, mas isso não significa que sejam difíceis de cultivar. O importante é mantê-las com o solo cheio de nutrientes e água suficiente.

10 plantas de sombra para você escolher

São muitas as opções, formatos, cores e tamanhos de plantas de sombra e há, literalmente, uma espécie para cada gosto e habilidades de jardinagem. Separamos algumas sugestões de plantas para você que tem interesse em começar a investir nesse tipo de cultivo.



1. Flor de cera

Com certa semelhança às orquídeas, a flor de cera é uma planta exótica e muito utilizada em ornamentação por conta de sua beleza, sendo ideal para um jardim vertical. Seu nome científico é Hoya carnosa, e ela é uma planta perene, ou seja, tem um ciclo longo de vida. O seu florescimento vai da primavera ao outono e necessita de pouca incidência solar para sobreviver. No verão, a rega precisa ser regular enquanto no inverno, quase suspensa.

2. Cacto macarrão

Apesar do nome, essa planta se trata de uma suculenta, portanto, não tem espinhos e possui ramos bifurcados que lembram fios de espaguetes. Como todas as espécies de suculentas e cactos, não demanda rega frequente e resiste bem ao vento e meia sombra, podendo ser plantado em áreas externas como varandas. Floresce do final do inverno ao início da primavera, com flores delicadas de tonalidades brancas e rosadas. Depois de florir, os botões são substituídos por frutinhos que são mais ornamentais que as próprias flores e os passarinhos adoram.

3. Pacová

A planta possui folhagem verde escura brilhante e de pequeno porte, que se projeta desde a sua base. Ela é bastante utilizada para a decoração de interiores para um efeito tropical. Seu florescimento é raro e sua flor não é atrativa para ornamentação. Seu solo precisa de adubo orgânico moderado e ser poroso, além de demandar rega frequente.

4. Lírio da paz

Assemelhando-se a um copo de leite, o lírio da paz é uma das flores mais encontradas em projetos de decoração devido à sua beleza e delicadeza. Ela se dá bem em ambientes sem luz direta e com pouca água, porém quentes e úmidos. É no verão o período em que ela mais cresce e floresce.

5. Vinca

Essa planta é bastante utilizada como rasteira ou pendente em vasos, e é ideal para jardins verticais. Suas folhas são ovais e as flores possuem cores diversas, surgindo no decorrer do ano todo. De crescimento rápido, prefere ambientes de meia sombra e que possuam alguma umidade. A sua rega deve ser regular.



6. Zamioculca

A Zamioculca é uma excelente opção para dar mais vida a ambientes com pouca luminosidade, como quartos, salas, halls de entrada, por sua alta resistência. Sua rega pode ser realizada por uma ou duas vezes na semana e seu crescimento é lento. É uma planta que exige pouco cuidado e é superversátil para utilizar na decoração.

7. Begônia

Suas folhas e flores são diversas, sendo ideal para decoração de interiores e, se bem tratadas, podem florescer o ano todo. A begônia é delicada e frágil, portanto, procure protegê-las de ventos, friagem e da luz da exposição solar. A rega deve ser frequente, evitando molhar as folhas.

8. Bambu da sorte

Planta fácil de cuidar e cultivar e de quebra, ainda traz boas energias para a sua casa. O bambu da sorte não precisa de terra em seu vaso, apenas a água destilada suficiente para sobreviver, com troca semanal.

9. Bromélia

Por possuírem raízes superficiais, as bromélias não precisam de muito espaço para crescer, sendo ideais para jardins verticais. Mantenha-as longe da luz direta e em dias muito quentes, borrife um pouco de água em suas folhas. Resistentes, elas se adaptam a quase qualquer espaço, tanto interno quanto externo.

10. Samambaia

Relativamente fáceis de cuidar, as samambaias podem embelezar a sua sala ou varanda com suas folhas verdes o ano todo – se bem mimadas. Para crescer bela e saudável, ela precisa estar em um ambiente com bastante umidade, com luz indireta e ser regada frequentemente.



As plantas de sombra são uma ótima escolha para decoração, visto que resistem bem a ambientes internos, são charmosas e dão vida à qualquer espaço. Conheça os modelos e aprenda a fazer o seu próprio suporte para plantas.